fbpx
Participe do nosso grupo no Telegram

O Final Fantasy XV que pude testar na E3 2016 está bem mais bonito do que a versão que testei na BGS de 2015, o jogo se mostra ainda mas bonito, detalhado e fluido. O jogo apresenta um mundo viciante e extremamente vasto para que os jogadores possam explorar, muitas sidequests para descobrir, elenco carismático, um sistema de batalha divertido e cenários que encantam e que me deixaram pasma com tal nível de detalhes e beleza.

Depois de uma longa espera que estava matando de ansiedade os fãs de Final Fantasy, o novo jogo da franquia tem o desafio de reverenciar seus fãs e trazer novos jogadores, usando o poder dos novos consoles. Final Fantasy XV acompanha a jornada do Príncipe Noctis, que passou por muitos problemas e agora é obrigado a amadurecer e sentir nos ombros o peso de grandes e poderosas responsabilidades.

O sistema de combate em tempo real de Final Fantasy XV é muito livre e recheado de ação, o tipo de jogo que vai agradar tanto aos veteranos quanto àqueles que estão começando sua caminhada pela franquia agora. Noctis é capaz de atacar os inimigos, bloquear diferentes alvos, esquivar e até mesmo usar a capacidade de avançar com sua espada (uma espécie de teletransporte) para atacar inimigos de surpresa e também para evitar ataques. É muita coisa ao mesmo tempo mas, que no decorrer das batalhas vai ficando mais fácil e intuitivo.

A jogabilidade de Final Fantasy XV é bem simples, você pode caminhar e conversar com pessoas. A exploração está mais agradável e interessante do que nunca, pois os cenários são belíssimos e incentivam os jogadores a se aventurarem em busca de aventuras.

Durante a demonstração, podemos ter um gostinho do famoso sistema de invocação onde podemos ver Titan em ação e eu fiquei impressionada com o poder de destruição e grandiosidade desse Summon. Ele arremessou uma pedra que matou instantaneamente um grupo de inimigos.  E ele é apenas um desses ataques poderosos, dentre outros summons que Final Fantasy XV terá.

Durante sua jornada os amigos de Noctis se juntam aos seu grupo. Apesar de ajudarem bastante durante as batalhas, achei ruim não poder jogar com esses personagens. Os comandos para eles são muito simples, o jogo te incentiva a se concentrar em Noctis, mas muitas vezes senti que os outros membros do grupo poderiam me dar suporte mais rápido ou ajudar em vez de ficar parados. Conforme as lutas acontecem você acaba se acostumando com essa falta de poder sobre eles, mas ficou a sensação de que esse sistema poderia ter sido mais aprofundado ou quem saber ter virado um agradável e divertido modelo de jogabilidade Co-op, onde você pudesse juntar seus amigos para as aventuras em Final Fantasy XV.

Depois de uma espera gigantesca estou certa de que Final Fantasy XV vai valer toda a ansiedade e impaciência dos fãs acerca do jogo, pois ele está incrível! O jogo será lançado no dia 30 de setembro de 2016 e promete uma jornada inesquecível para os jogadores.

Compartilhar.

About Author

Administradora de Empresas, mas apaixonada pelo mundo dos games e pelo Xbox!Fã da incrível e complexa franquia Halo e de seu icônico líder, o Master Chief. Também apaixonada por Dragon Age e seu universo magnífico. Ahhh e quem disse que Dark Souls não é divertido? :DSempre ligada nas notícias e novidades do lado verde da força!

Powered by keepvid themefull earn money