fbpx
Xbox Game Pass Ultimate: Inscreva-se por R$1

Vamos lá resolvi escrever esse artigo para mostrar até agora o que foi 2015 para os donos de um Xbox One, isso é a minha visão podendo alguém discordar ou concordar, quem quiser participar e comentar fique a vontade, aqui vou detalhar toda a experiência que tive ao longo do ano com essa Plataforma que me deixa muito feliz a cada dia que passa.

Essa é a primeira parte, resolvi dividir o conteúdo para não ficar maçante.

Vamos começar com o que mais me interessa que são os jogos:

Em Janeiro tivemos um grande jogo multiplataforma que foi Resident Evil remasterizado, ele originalmente foi remasterizado para o Gamecube e remasterizado novamente para a atual geração, quem curtia a série logo comprou, um preço atrativo e um saudosismo total para os fãs da saga que pedem para um recomeço da série e acho justíssimo,  agora vamos ter a remasterização de Resident Evil 0 em 2016 que é um jogo inédito para mim, no qual você joga com dois personagens ao mesmo tempo, bem legal hein.

resident-evil0-remaster-hd

Em Fevereiro tivemos Evolve e Resident Evil Revelations 2, Evolve joguei o Beta não curti muito e depois quando abriu para experimentar não me agradou em nada, o jogo fica repetitivo e cansativo, um grande fracasso na minha opinião, uma ótima ideia mas mal aproveitada, a Microsoft até fez um Marketing legal na E3 apoiando esse Multiplataforma mas não adiantou muito, pois o jogo não é bom,  agora uma grande surpresa Resident Evil Revelations 2, ótimo jogo, assim como o primeiro que foi bem legal, por mais que seja um Spin-Off, mas é canônico, o jogo realmente pra mim é até melhor que os jogos da saga principal que perderam o brilho a partir de 5, o 4 foi o último que teve relevância pra mim, depois disso virou um shotter, enfim Revelations 2 é uma ótima pedida para os fãs da série.

resident-evil-revelations-2-raid-mode-dlc

Em Março tivemos Screamride, Devil May Cry Especial Edition e Ori and the Blind Forest, Screamride não posso falar muito pois não joguei assim como DMC mas Ori and The Blind Forest é um exclusivo de Xbox One e PC, podem falar que não é exclusivo pois saiu para PC mas PC é Windows e é da Microsoft. Mas sem muitas desculpas pois quero falar do jogo, o Xbox One merecia um jogo de plataforma decente, e o jogo é uma obra de arte, com dramas, uma dificuldade bem imposta, jogabilidade fluída, um ótimo jogo e para mim um dos melhores do ano, realmente ele te traz uma excelente história, inesquecível é a melhor palavra para descrevê-lo. Quero uma sequência hein Microsoft.

ori-and-the-blind-forest-6

Pulei para Maio pois Março teve Mortal Kombat X um jogo bem foda só que também não joguei então não falarei. Maio tivemos uma obra prima e pra mim o melhor jogo do Ano : The Witcher 3 Wild Hunt, esse aqui meus amigos é o verdadeiro jogo Next Gen, multiplataforma mas que roda em ótima qualidade no Lado Verde da Força. Joguei esse jogo por horas e nunca enjoava, fazendo quase todas as side-quests. Os NPC’s te fazem pensar que realmente você esta em um outro mundo, visto que há muitos diálogos, eles andam pelas vilas e tem toda uma rotina, poucos RPG’s te dão essa imersão, a história é bem legal, jogabilidade que no 2 era um pouco desafiante agora ficou mais acessível, mas não deixando a dificuldade de lado, milhões de coisas para se fazer e ainda com DLCs toda semana de graça, um ótimo exemplo de modelo de negócio, quase que um protesto às outras empresas que cobram por DLC’s tão rasos, comprem sem medo.

Review do nosso site nesse link: clique aqui

witcher3_en_wallpaper_wallpaper_8_1920x1200_1433245949

Em junho tivemos outro jogo que merece um selo de Jogo do Ano, com certeza é um dos candidatos, Batman Atkham Knight o desfecho da saga Arkham feito pela Rocksteady.  Ele realizou o sonho de cada fã da saga: pilotar o Batmóvel e ele é a grande estrela do jogo, visto que você joga quase que 80% do jogo com ele, isso foi muito legal, mas meio que tirou algumas coisas legais que a saga tinha, que eram as batalhas contra os chefes, meio que forçaram muito esse uso constante, mas justificável,  a cidade esta tomada por tanques e um exército do Arkham Knight. É o jogo definitivo do Morcegão.

Review do nosso site nesse link: clique aqui

03085823069262

Em Julho nada de muito interessante, então pulamos para Agosto. Tivemos dois jogos bem aguardados: o exclusivo Rare Replay que é a coletânea imensa da Rare (quem quiser tem a critica nossa aqui nesse link, clique aqui   foi escrita pelo integrante do site @andrefonema que fez um ótimo review), e um jogo que tinha jogado e que sou muito fã de sua saga e ganhou uma versão totalmente remasterizada para Xbox One,  Gears of War: Ultimate Edition. Gears of War para mim é uma das melhores sagas já feitas, mudando o jeito de jogar  dos jogos em 3ª pessoa,  trazendo um sistema de cobertura que virou padrão para muitos jogos e isso já lá no 360. A remasterização ficou ótima e ainda colocaram algumas fases inéditas para os donos do Xbox One, saíram algumas fases a mais para o PC e agora incluiram no Xbox One, além de novas cutscenes, totalmente refeitas, multiplayer rodando liso e rápido. Em Dezembro será liberado todos os jogos da saga para quem comprou o jogo isso graças a retrocompatibilidade, um tema que irei abordar daqui a pouco.

GEARS-OF-WAR-U-ED-X-ONE.jpg2_

Em Setembro tivemos um dos grandes lançamentos da LineUp do Xbox One: Forza 6, o simulador definitivo. Além de tudo que já existia no 5, tivemos uma melhora na parte gráfica, rodando liso no console e totalmente exclusivo, agora temos efeitos de chuva e corridas a noite, isso já existia na saga Horizon mas em um Simulador já é diferente pois altera a forma de jogar, tendo aquaplanagem e isso se você der mole é lona meu filho. Muitos carros e pistas, além da pista no Rio de Janeiro, uma homenagem ao público brasileiro que é muito importante para o Xbox One, que oferece um grande feedback para a Microsoft e que já fez a empresa reconhecer vária vezes a importância do nosso mercado.

Forza-6

Em Outubro tivemos o maior lançamento até agora do ano para o Xbox One, Halo 5 : Guardians. O jogo tem uma ótima campanha, em breve vou fazer um Review meio que atrasado pois com o lançamento do site ficou meio complicado de escrever tão próximo do lançamento, mas vai chegar. O que posso falar do jogo, é que ele é cheio de reviravoltas, a jogabilidade para mim é a melhor da série. Agora temos o Spartan Locke e seu team Osisris caçando o Master Chief e seu Blue Team, isso já deixa as coisas interessantes a nível de história. Mas o grande destaque e meu vicio no momento, é o modo Warzone, um PVP com objetivos de captura de território, uso de veículos, mapas gigantescos e inimigos controlados pela IA, são dois times com 12 jogadores cada, imperdível galera, a galera do Xbox Power joga direto. Vou falar mais dele no Review.

67b93cef930b31fe4e6b5ae578438dbc

Em Novembro um exclusivo, mesmo que temporário, e um dos destaques do ano Rise of The Tomb Raider, o primeiro jogo já mostrou que Lara voltou para ficar, agora a promessa é ela amadurecer como a grande saqueadora de tumbas que sempre foi, tudo isso toda a ação e sobrevivência já são mostradas nos videos e imagens promocionais. O jogo será lançado no dia 10 de Novembro e promete muito, estou louco para jogar, com certeza a Line Up desse ano é a melhor já feita para o Xbox.

Rise-Tomb-Raider-Descent-Legend

É isso galera, foram os jogos que joguei e vou jogar para 2015, vou fazer um continuação para esse artigo falando de outras coisas como Retrocompatibilidade, Nova Dashboard, entre outras coisas, isso tudo na minha opinião como usuário, uma opinião bem pessoal.

Valeu galera, e que o lado verde da força esteja com vocês!

Compartilhar.

About Author

Desenvolvedor Web e Analista de TI, gamer assíduo desde a época do Atari, fã de Metal Gear(menos o Phantom Pain) e Gears of War. Ter a oportunidade de trabalhar um pouco com games é um sonho realizado. Falta só ir para E3!!!

Powered by keepvid themefull earn money