fbpx
Xbox Game Pass Ultimate: Inscreva-se por R$1

Hoje é o grande dia, quando as lojas de bem colocam grandes descontos em seus produtos (enquanto as outras apenas fingem terem descontado algo), e por isso a Black Friday é um dos melhores momentos para você adquirir o seu Xbox One. Mas por que escolher a plataforma da Microsoft?

Eu acredito que esse seja um problema recorrente aos donos de Xbox: eu consigo me ver ocupado durante o ano todo apenas com os exclusivos do Xbox One. Só esse ano foram lançados vários exclusivos de peso, coisas como Forza Motorsports 6, Halo 5: Guardians, Rise of the Tomb Raider e mais, títulos o suficiente para me fazer nem precisar olhar para os multiplataformas se eu quiser um bom jogo para jogar. A Microsoft está investindo pesado em exclusivos, e eu não estou falando de jogos indies mas sim de jogos AAA – aqueles jogos que impressionam com o tamanho da sua produção -, só esse ano foram 5 (ou 6 se Fable Legends ainda lançar em Dezembro) e próximo ano teremos mais outros 5 ou 6 (Gears of War 4, Quantum Break, Scalebound, entre outros…).

Venhamos e convenhamos, por mais que meu gosto possa ser diferente, os jogos de tiro, de corrida, e de esporte são os gêneros mais populares da indústria de videogames, e os melhores títulos desses gêneros – exclusivos ou não – estão no Xbox One. Para deixar mais claro: se existisse um ranking do melhor jogo de tiro em primeira pessoa, Halo estaria lá; se existisse um ranking do melhor jogo de tiro em terceira pessoa, Gears of War estaria lá; se existisse um ranking do melhor jogo de corrida, Forza estaria lá. E eu só mencionei os títulos da própria Microsoft, mas o console verde possui um serviço exclusivo da maior distribuidora de jogos de esportes, corrida e tiro em primeira pessoa: a Eletronic Arts. Esse serviço se chama EA Access e você só o encontra no Xbox One, nele você pode realizar sua assinatura e jogar de graça as grandes franquias de esportes da EA, como FIFA, a aclamada franquia de jogos de tiro Battlefield e até experimentar de graça com uma semana de antecedência os novos lançamentos, como Star Wars: Battlefront e o novo Need for Speed. Enfim, o Xbox foi feito para ser a casa desses gêneros de sucesso, e não será fácil para qualquer outra empresa concorrente lutar por esse título.

O controle do Xbox One pode não ter coisas como uma tela touch ou uma saída de som, que raramente serão usadas, mas em termos de ergonomia ele continua sendo o rei. O design do controle faz com que ele encaixe perfeitamente na mão, seu modelo assimétrico dos analógicos permitem que seus dedões repousem a maior parte do tempo em posições neutras, ou seja, movimentando seu personagem com o analógico esquerdo e usando os botões de ação do lado direito sem esforços extras. Além disso temos os motores de vibração em cada lado do controle, além de mais outros dois extras, um em cada gatilho (RT e LT), proporcionando uma imersão maior no jogo quando utilizado corretamente pelos desenvolvedores (como acontece em GTA V, Halo 5, Forza, etc). Tudo isso sem mencionar aquele considerado por muitos o melhor controle: o Controle Elite do Xbox One, com a mais vasta customização e melhor precisão do mercado.

Apesar de eu ter falado bastante dos gêneros principais e de jogos AAA, o Xbox One ainda consegue ser bastante versátil, não só de jogos de tiro e de corrida vive a plataforma. Sunset Overdrive, a exclusividade de Rise of the Tomb Raider, os lançamentos futuros de Quantum Break, Sea of Thieves e ReCore são ótimos exemplos de jogos de ação e aventura em que a Microsoft está investindo. Killer Instinct está sendo atualizado anualmente e ganhando fama nos grandes torneios de jogos de luta. Scalebound é o grande jRPG a ser lançado em 2016. Ori and the Blind Forest, Massive Chalice, Cuphead, Below, Ashen, Inside e etc são exemplos que o console também possui um grande espaço para o cenário indie, mas sem deixar que eles tomem conta de toda a biblioteca.

A versatilidade não se limita apenas aos títulos diferentes disponíveis, mas também ao sistema em si. O Xbox One agora faz parte da família do Windows 10, permitindo uma comunicação bastante interessante entre vários dispositivos diferentes. Você pode acessar suas informações na Live, ver o que seus amigos estão jogando, conferir vídeos e screenshots em praticamente qualquer dispositivo através do Xbox App (Windows 10) ou do Xbox Smartglass (Android e iOS). Mas o melhor de tudo: você consegue jogar seus jogos do Xbox One no seu PC, o que pode não ser tão fantástico para alguns, mas que com certeza é uma mão na roda para aqueles que tenham que dividir a TV da sala com outras pessoas.

Para coroar o texto, nada melhor que falar da funcionalidade mais popular desde a E3 2015, em Junho, quando Phil Spencer anunciou a retrocompatibilidade dos jogos do Xbox 360 no Xbox One. Seja porque você não teve um console na geração passada, ou porque possuiu um console diferente e não aproveitou Gears of War, Halo e Alan Wake, ou seja porque você já vendeu o seu Xbox 360 sem ter aproveitado Lost Odyssey, Blue Dragon, ou algum outro jogo, os motivos são muitos para ficar feliz com a retrocompatibilidade. A Microsoft também tem aproveitado bem essa nova função para mimar os jogadores do seu console, por exemplo, ao comprar Fallout 4 no Xbox One você ganha o Fallout 3 retrocompatível, ao comprar Just Cause 3 você ganha o Just Cause 2, ao comprar Gears of War Ultimate Edition você ganha toda a franquia de Gears of War do Xbox 360, e mais ofertas desse tipo existem por aí e continuarão aparecendo.

Enfim, espero ter dado motivos o suficiente para fazê-lo pensar em adquirir um Xbox One nessa Black Friday. Uma coisa que todo dono de Xbox pode te garantir é: você não vai se arrepender.

Compartilhar.

About Author

Gamer desde criança, na época em que possuía um Master System III. Adoro jogos com uma história que te faz pensar após a diversão, como Bioshock, Alan Wake e Halo.

Powered by keepvid themefull earn money