fbpx
Promoção Xbox Super Game Sale 2019 – Xbox One

Nunca havia ouvido falar de The Culling, mas estava passando pelo estande da Microsoft na E3 2016 e ele me chamou atenção. O jogo do estúdio Xaviant (Lichdom: Battlemageentrará no Game Preview através do ID@xbox em breve e traz uma proposta bem interessante, uma batalha sangrenta pela sobrevivência entre 16 jogadores, tema que lembra muito o que vimos nos filmes da saga Jogos Vorazes, mas também possui grande inspiração em outros filmes como Battle RoyaleRunning Man.

Você será deixado em um ambiente fechado e hostil onde terá que se virar para criar lanças, machados, facas e arcos, e ainda explorar o mapa atrás de mais itens. As partidas em The Culling duram cerca de 20 minutos ou até que apenas uma pessoa esteja viva. Mas não pense em se esconder, pois durante o tempo um gás será liberado nos limites do cenário e os jogadores são obrigados a irem em direção ao centro do mapa, aumentando o perigo e testando a estratégia dos jogadores.

O foco de The Culling não consiste em apenas explorar o mapa em busca de equipamentos para eliminar os outros adversários, o grande destaque do sistema do jogo vai para a elaboração de ferramentas básicas com o uso dos mais diversos recursos encontrados no mapa. Com duas pedras você vai fazer uma faca, se adicionar outra pedra você tem um machado, para os suplementos o sistema de craft segue a mesma lógica, junte duas plantas e faça um curativo. E não pára por ae, você pode construir arcos, flechas, mochilas para carregar mais coisas, além de poder fazer armaduras. Porém, para realizar essas construções você vai precisa de pontos ‘F.U.N.C.’.

Eles são adquiridos ao explorar o mapa e matando seus adversários, mas use com cautela seus pontos pois eles não são abundantes e os coisas são caras de fabricar. Você também pode reciclar ferramentas ou componentes em estações especiais.

Estratégia é o ponto chave de The Culling e ela já começa na criação dos seus itens, onde se deve dar maior atenção aos itens mais funcionais e que te darão mais vantagem no campo de batalha, além do jogador precisar levar em conta sua própria habilidade. Não adianta correr para fazer um arco se sua mira não é tão boa, nesse caso se você é bom no combate corpo a corpo faça armas para destruir os adversários na base da pancadaria e se ainda você gosta de trabalhar nas sombras, faça armadilhas para pegar seus inimigos de surpresa. O jogo possui armadilhas bem interessantes, que variam desde explosivos à ataques venenosos.

The Culling ainda possui um sistema de customização bem interessante e com opções bem engraçadas para deixar seu personagem estiloso.

O que me deixou curiosa, e preocupada ao mesmo tempo, é se a longo prazo o jogo terá atualizações de conteúdo como novas armas e mapas, para manter a atenção dos jogadores nele, pois se tratando de um MMO ele precisa ter constantes novidades para manter os jogadores imersos naquele universo. O tema de The Culling é atraente, com uma sensação constante de perigo que faz você testar seus instintos de sobrevivência e sua estratégia de batalha ao máximo, e ainda possui um sistema de craft bem interessante, mas terminei o teste me perguntando se acaso o jogo se limitar apenas aquilo que testei se ele será atraente por muito tempo.

437220_screenshots_20160309024505_1

Proposta interessante que temos que ver se vai funcionar quando os testes para o público em geral forem liberados. The Culling será lançado no Game Preview, mas segue sem data para o seu lançamento no programa.

Compartilhar.

About Author

Administradora de Empresas, mas apaixonada pelo mundo dos games e pelo Xbox!Fã da incrível e complexa franquia Halo e de seu icônico líder, o Master Chief. Também apaixonada por Dragon Age e seu universo magnífico. Ahhh e quem disse que Dark Souls não é divertido? :DSempre ligada nas notícias e novidades do lado verde da força!

Powered by keepvid themefull earn money