fbpx
Promoção Xbox Super Game Sale 2019 – Xbox One

The Elder Scrolls Online viveu um turbilhão de acontecimentos assim que foi lançado em 2014. Primeiro deixou a comunidade na defensiva por causa do sistema de assinatura, que foi retirado rapidamente, e depois por inúmeros problemas técnicos que assolavam o jogo quando ele chegou aos consoles. Sempre atenta aos seus jogadores a Zenimax Media em conjunto com a Bethesda realizaram uma série de mudanças no jogo que o colocaram na lista dos melhores MMORPGs da atualidade. Ele traz toda a lore riquíssima do universo de Elder Scrolls, o combate tático de Skyrim e o modelo de jogabilidade viciante dos MMO. Uma mistura que apresenta um jogo divertido e recheado de conteúdo.

História

A história de The Elder Scrolls Online ocorre mil anos antes de Skyrim, numa época na qual todo o continente de Tamriel vive uma guerra terrível. O Trono do Império ficou vago e as três alianças (Aldmeri Dominion, Daggerfall Covenant e Ebonheart Pact) percebem que a liderança está fraca e então entram na disputa para governar o reino.

A Rainha Regente percebe essa ameaça e usa o necromante Mannimarco para invocar os Daedric e seu príncipe Molag Bal para ajudarem a manter o seu poder sobre Tamriel. Porém, os planos do príncipe são outros. Ele deseja fundir Tamriel com o reino dos mortos de Coldharbour. Nossa missão é impedir que isso aconteça.

Jogabilidade

The Elder Scrolls Online pega o melhor da série e aproveita nessa gigantesca plataforma online. O jogo é recheado de missões interessantes, personagens memoráveis e um combate bem dinâmico. Além disso, o jogo apresenta um sistema de criação robusto para armas, armaduras, alimentos e para desenvolver seu personagem.

  • Criando seu personagem

Ao iniciar o jogo você precisa escolher seu personagem e suas particularidades. Primeiro você deve escolher a sexo, depois a aliança que você irá jurar lealdade (Daggerfall Covenant, Aldmeri Dominion e Ebonheart Pact) essa escolha é muito importante pois ela irá definir o lugar do mapa que se iniciará sua jornada, sua equipe no PvP e as raças disponíveis para a sua escolha:

  • Daggerfall – Bretons, Redguard e Orcs
  • Aldmeri – High Elf, Wood Elf e Khajiit
  • Ebonheart – Dark Elf, Nord, Argonians

Cada uma delas possui seus prós e contras, que devem ser bem analisados pelo jogador de acordo com o seu estilo de jogo.

Depois, chega a vez de escolher com qual classe você irá jogar, algo que também depende muito da maneira que cada um gosta mais de jogar.

  • Dragon Knight – São os guerreiros
  • Sorcerer – Os magos
  • Nightblade – Os assassinos
  • Templar – Os tanks

As classes não possuem armas obrigatórias, você pode usar todas, mas existem algumas que são mais indicadas para cada uma. Depois disso você possui à sua disposição uma grande variedade de elementos para personalizar seu personagem nos mínimos detalhes.

  • Missões e progressão

Chegando ao mundo de Tamriel você será apresentado à uma quantidade insana de missões, mas fique tranquilo que grande parte delas você pode realizar com outros jogadores, sejam eles seus amigos ou desconhecidos. Essa é uma das características mais bacanas do jogo, pois você sempre tem outros jogadores ao seu redor para compartilhar experiências e ajudar nas batalhas mais difíceis. The Elder Scrolls Online possui muitas missões, dungeons públicas e de grupo, mapa PvP, mas também possui algumas missões da história principal e das Guilds, que só podem ser concluídas solo. Ao concluir essas atividades você ganha pontos de habilidade que podem ser gastos em diversas especialidades diferentes.

O sistema de matchmaking do jogo funciona muito bem e a busca por outros jogadores para a realização das dungeons é bem eficiente. Mas tirando essas atividades de grupo, todas as outras atividades podem ser concluídas em modo solo, caso o jogador prefira jogar sempre sozinho.

Ao chegar no level 50, você passa a ganhar pontos para usar na Árvore de Champion com três ramificações diferentes (Warrior, Thief ou Mage), que serve para fortalecer ainda mais seu personagem. Atualmente o jogo tem um limite de level 600 de Champion.

As missões também são muito bem conduzidas e bem diferenciadas, com diversas opções de diálogo que podem mudar o desfecho da narrativa. Além das Conquistas da Xbox Live, o jogo possui muitos Achievements dentro dele, que aumentam ainda mais a sua longevidade. Outra parte bastante interessante nesse sistema de progressão é que o level dos mapas e inimigos se nivelam com o do seu personagem, facilitando o ganho de experiência.

  • Combate

O sistema de combate do jogo é muito viciante e funciona muito bem, com uma mecânica simples que mescla ataques fortes, fracos e esquiva. Mas o grande diferencial da série e que foi mantido em The Elder Scrolls Online é que para o ataque funcionar o inimigo deve estar no seu range e dentro da sua mira, exigindo estratégia e atenção dos jogadores. Para facilitar o combate para todo o tipo de jogador, existe a opção de alternar entre a visão em primeira ou terceira pessoa e também ajustar a distância e a posição do seu personagem em relação à tela.

Vale lembrar que os servidores do jogo são muito bons e oferecem um desempenho excelente para os jogadores. Existem as manutenções semanais que servem para deixar a experiência ainda mais interessante e com o mínimo de problemas possível.

  • Familiaridades

O famoso sistema de bounty da série foi mantido, então se sair da linha e aprontar alguma coisa, os guardas irão atrás de você e te prenderão, sendo necessário pagar uma fiança para poder voltar a circular normalmente pelo mapa. Você também pode continuar fugindo até sua recompensa desaparecer ou ir na guilda dos Ladrões para que eles limpem sua barra. Os itens roubados somente podem ser vendidos para os ladrões ou ser limpos por eles, tirando os vestígios do seu delito.

Podemos dizer que The Elder Scrolls Online é basicamente um Skyrim, mas com elementos massivos de multiplayer.

Modo PvP

O modo competitivo do jogo se passa no mapa de Cyrodil, lá os jogadores convivem juntos porém cada um representa uma aliança, aquela que você escolheu no começo do jogo (Aldmeri Dominion, Daggerfall Covenant e Ebonheart Pact). As batalhas são intensas, mas também muito divertidas, onde as alianças lutam para conquistar pontos de controle e fortalezas inimigas dentro de um limite de tempo. Quem conquistar mais, vence a batalha.

Mas não se trata apenas de eliminar seus adversários, existem pequenas missões e lugares específicos que lhe dão vantagem durante a partida.

Os jogadores só podem acessar esse mapa após atingir o level 10, mas é recomendável que se fortaleça bastante antes de adentrar as arenas competitivas, pois jogadores de todos os níveis combatem juntos no mesmo mapa.

Sistema de monetização

Algo muito importante em todo MMORPG é o seu sistema de monetização e o quanto ele é amigável ou agressivo para os jogadores. Em The Elder Scrolls Online ele é neutro, pois existem sim itens bacanas que você só irá conseguir comprando Crows, que é a moeda que só pode ser adquirida com dinheiro real, mas praticamente tudo você consegue jogando e se dedicando.

Com essas Crows você também consegue adquirir as montarias mais iradas do jogo, que é o ponto onde o jogador começa a querer injetar grana, para poder desfilar bonitão por Tamriel. Com essa moeda você também consegue comprar expansões de conteúdo para o jogo, que liberam novas áreas, missões e dungeons. Apesar de parecer obrigatório, você não precisa dessa moeda para evoluir, pois como o level dos mapas se adaptam ao nível do seu personagem, fica bem amigável de evoluir no jogo sem colocar dinheiro real.

The Elder Scrolls Online também tem um sistema de assinatura mensal opcional, chamado de ESOPlus. Com ele, os jogadores possuem acesso a todas as DLCs, ganham Crows para gastar na loja, e ainda recebe mais gold (que é a moeda in-game) e mais XP para aprimorar profissões e seus personagens.

Em resumo, dá para se divertir sem colocar mão no bolso.

Gráficos e Som

Graficamente, o jogo se apresenta muito bem, com ambientes variados e cheios de detalhes. A riqueza e beleza de cada mapa é algo fantástico, mostrando bem as diferenças de ambientes, raças, criaturas e culturas de cada lugar, enriquecendo ainda mais a jornada de cada jogador. Os personagens também estão muito bem desenvolvidos, mostrando bem as particularidades de cada raça. As armas e armaduras também se destacam por sua beleza e grandiosidade nos pequenos detalhes.

A trilha sonora é muito bonita dando o tom épico para cada batalha, colocando uma real emoção para o que você está fazendo. A dublagem está muito boa, com vozes que combinam bem e que estão bem sincronizadas. Infelizmente o jogo não possui nem dublagem e nem legendas no nosso idioma, o que prejudica a experiência de quem não manja muito do inglês.

Opinião

The Elder Scrolls Online é certamente um dos MMORPG mais interessantes e ricos dentre os disponíveis no Xbox One. O jogo oferece um gameplay divertido, qualidade na sua história e um mundo gigantesco e interessante para ser explorado. Pode ter certeza que Tamriel trará uma experiência riquíssima para os jogadores, seja jogando sozinhos ou juntando um grupo de amigos para explorar os mistérios desse universo incrível.

O jogo receberá a expansão Morrowind em junho que irá aumentar ainda mais a experiência dos jogadores no mundo de The Elder Scrolls.

Entenda nossas notas.

Clique e confira na Xbox Store
Compartilhar.

About Author

Administradora de Empresas, mas apaixonada pelo mundo dos games e pelo Xbox!Fã da incrível e complexa franquia Halo e de seu icônico líder, o Master Chief. Também apaixonada por Dragon Age e seu universo magnífico. Ahhh e quem disse que Dark Souls não é divertido? :DSempre ligada nas notícias e novidades do lado verde da força!

Powered by keepvid themefull earn money