Uma das grandes surpresas de 2017, Wonder Boy the dragon’s trap é um dos melhores Remakes que já joguei, ao toque de um botão, você pode mudar para o jogo original, e a diferença é enorme, o som também foi mudado, design das fases feito a mão, nossa que jogo, ao jogar pela primeira vez, lembrei logo das minhas jogatinas com o Master System, naquela época Wonderboy também teve uma versão criada pela TecToy chamada de Monica e o Castelo do Dragão, ela era uma skin do jogo e ficou muito boa, joguei horas e horas mas na época não tinha tanta habilidade como hoje, por isso quando anunciaram a versão feita totalmente para a nova geração  que lembra jogos como Ori and The Blind Forest e Child of The Light fiquei muito empolgado e fiz logo a compra.

História

O jogo começa na última fase de Wonder Boy in Monster Land, o Labirinto do Dragão, em uma espécie de prólogo. O jogador deve conduzir Wonder Boy até o calabouço do Dragão onde o enfrenta. Após derrotá-lo, Wonder Boy é transformado em um Homem-Lagarto e foge do castelo, que desmorona. Na sequência, um breve vídeo não-jogável resume os acontecimentos e anuncia o começo do jogo, com a frase And now… Wonder Boy III. The Dragon’s Trap. O jogo então continua em Alsedo, uma cidade em Monster Land. Seguindo o roteiro do game, o jogador se transformará em vários personagens diferentes, em busca da Cruz de Salamadra para reverter o feitiço e voltar a ser Wonder Boy.

Toda a história é feita usando os esteriótipos de heróis de RPG, a história cativa e diverte a todo momento, a cada Boss derrotado você já lembra daquela área antes inacessível, e a história vai sendo escrita pelo jogador percorrendo cada canto desse mundo de fantasia.

Um Remake de respeito

Os gráficos são um dos pontos centrais do jogo, é um Remake de respeito, design das fases, personagens, tudo feito a mão e com muito carinho, dentro de uma das opções do jogo da para ver o making-of com a gravação dos efeitos sonoros, músicas, tudo foi refeito, é um novo jogo mas com o coração do original, WonderBoy é um dos meus jogos prediletos, tive uma grande sensação de nostalgia misturada com muita diversão, caso você queira jogar o original, é só ativar os gráficos e sons do jogo original, cada um com um botão só para isso.

As animações dos golpes, armas e dos inimigos são hilárias, tudo feito na maior perfeição, o jogo é uma obra prima,digno de aplauso.

Sim é um pouco difícil

O jogo tem uma dificuldade bem balanceada, e basicamente é baseado em tempo e ataque, aguardar o melhor momento para atacar os seus oponentes, como as fases são estilo Metroidvania, ao adquirir novas habilidades da para explorar novas áreas, com isso essas novas áreas vão se tornando mais difíceis, os inimigos também mudam, tem cores diferentes para mostrar que tem mais resistência e poder de ataque, os verdes e vermelhos são os mais fracos, já os azuis e brancos são bem mais  fortes, tem alguns inimigos também que mesmo com as cores mais fracas são mais fortes do que outros inimigos, então o segredo é conhecer cada tipo de inimigo.

As fases contra os chefes são desafiadoras, a grande dica é encontre o padrão de ataque e defesa, depois disso fica bem fácil ganhar deles, pular no tempo certo, defender no tempo certo e atacar no tempo certo, tudo é questão de conhecer as fases, após isso, fica bem mais tranquilo.

Cada Chefe tem uma particularidade, um vive no deserto, outro em uma selva, até um barco no fundo do mar de cabeça para baixo vira palco para uma grande luta, ao morrer o jogador volta para a vila, então procure poupar vida e não tomar muito dano dos inimigos mais fracos, uma boa dica é sempre que achar, compra a poção de ressurreição, pois ela ajuda muito a estender sua vida.

Jogabilidade

A jogabilidade é bem fluída, é o básico dos jogos da grande era em 2D, ataque, defesa, pulo, após matar alguns inimigos você recebe um item aleatório, pode ser um coração de vida, pode ser um coração que enche todo o medidor de vida, pode ser ataques especiais, como flecha, raios, bola de fogo. O jogo também possui lojas  para comprar os itens como: escudo, espada ou armadura, você vai precisar de moedas que são deixadas ao matar os inimigos, as moedas são acumulativas, ao morrer, você continua com a quantidade acumulada das moedas, isso para facilitar um pouco, cada espada, armadura e escudo possui mais ataque ou defesa, ou mesmo propriedades mágicas como resistência total a lava, podendo assim atravessar o magma sem receber danos.

O jogo não possui puzzles, mas a própria fase é um quebra cabeça, como disse anteriormente, cada poder que o personagem ganha da uma nova possibilidade de alcançar aquela área que não dava para acessar anteriormente, então você percorrerá o cenários muitas vezes, tem portas que escondem baús com moedas ou até mesmo novos corações para aumentar sua vidas.

Som

O Som é um show a parte, feito todo com muito carinho pelo estúdio, cada som foi refeito, tudo usando instrumentos como violão, flautas e etc.., no menu do jogo tem um making-of com a gravação das músicas e efeitos sonoros, a inspiração do som original é muito bem usada e deixa o jogo com um ar de diversão e aventura.

Conclusão

Logo quando o jogo foi lançado corri para comprar, pois o original é um dos meus jogos prediletos da minha infância, mas ao jogar percebi que vale cada centavo , até para quem nunca jogou vai se divertir muito, vai se sentir desafiado, o jogo é uma obra prima e merece ser apreciado por todos, tudo no jogo é feito com muito carinho, da para perceber que os desenvolvedores realmente conhecem o material original, se atentaram a cada detalhe, resumindo um dos melhores remakes já feitos.

 

Entenda nossas notas

Compartilhar.

About Author

Desenvolvedor Web e Analista de TI, gamer assíduo desde a época do Atari, fã de Metal Gear e Gears of War.

Ansioso para a E3 2016 chegar!!!

Powered by keepvid themefull earn money