fbpx

A Activision conseguiu fazer a alegria dos seus fãs ao trazer a franquia Call of Duty as suas raízes. Call of Duty: WW2 está sendo desenvolvido pela Sledgehammer Games e pouca coisa foi revelada sobre o jogo. Em uma discussão com o pessoal da Gamestop, o CEO da Sledgehammer Glen Schofield comentou sobre algumas missões do próximo Call of Duty.

Uma delas é a Operação Cobra, que nada tem a ver com o filme de Sylvester Stallone (sei que você lembrou dele). A operação tinha como objetivo permitir que os Aliados pudessem romper a resistência nazista instalada na Normandia.

Após inúmeros fracassos, o General americano Omar Bradley cessa os ataques e começa a estudar a melhor forma de quebrar a defesa Nazista. Dali nasceu a famosa Operação Cobra, que foi o maior bombardeio da história da humanidade, com mais de 4 toneladas de explosivos sendo despejados por mais de 3 mil aeronaves americanas.

O resultado foi o colapso do Eixo na Normandia, que viabilizou uma passagem segura dos Aliados até a vitória da Segunda Guerra Mundial.

Schofield também mencionou que a invasão as praias da Normandia também estará no jogo, assim como a batalha das Ardenas e de Paris. Você pode conferir abaixo a entrevista na integra (em inglês):

Eu não sei vocês, mas aqui o hype já passou dos 9000.

Call of Duty: WWII está com lançamento marcado para o dia 3 de novembro deste ano.

Compartilhar.

About Author

Aficionado pela cultura geek. Se o cinema é a sétima arte, os games são a oitava. Entrou no mundo dos consoles no NES e desde então vem acompanhando a geração dos games até o Xbox One. Caçador de indies, nas horas vagas tenta ser biólogo.

Powered by keepvid themefull earn money