fbpx
Promoção Xbox Super Game Sale 2019 – Xbox One

Project Cars 2 chega dois anos após o lançamento de sua primeira edição. O jogo chega ainda mais robusto, consertando e trazendo novas mecânicas. Confira abaixo o que a Slightly Mad Studios preparou para os jogadores.

Um verdadeiro simulador de corrida

O primeiro erro que cometi ao jogar Project Cars 2 foi achar que tinha experiência em simuladores de carro. A corrida começou e na primeira curva meu carro já foi derrapando. Tentei usar a função retroceder e não encontrei até perceber que a função não existia no jogo, tendo apenas a opção de recomeçar a corrida. Foi então que percebi qual era a proposta do jogo.

O objetivo da Slightly Mad Studios é que o jogador tenha a experiência mais autêntica possível com Project Cars 2. Nada mais justo que excluir a função retroceder, tão popular em outros jogos de corrida. Aqui, o jogador precisa decorar o circuito que está correndo, assim como pilotos de verdade. É crucial saber a hora de acelerar e a hora de frear. E acredite, isso funciona mesmo. Com o tempo você começa a pegar o jeito da coisa e quando menos esperar, seus adversários estarão comendo poeira.

Outro ponto interessante são as regras de corrida que foram aprimoradas nesta segunda edição. No primeiro jogo, ao ultrapassar um adversário por fora da pista o sistema adicionava segundos no tempo final da sua corrida como penalidade. Já em Project Cars 2 o jogador terá alguns segundos para voltar a posição que estava antes da ultrapassagem ilegal. Não seguir a regra no tempo limite era desqualificação na hora.

Rumo ao topo

Project Cars 2 conta com um bom modo carreira. Enquanto na primeira edição o modo carreira era confuso e limitado, aqui é bem direto e com um pouco mais de liberdade. O jogador pode começar nas categorias amadoras e progredir até as profissionais e passando por várias estilos de corridas diferente ou partir direto para as corridas com os carros mais velozes do jogo. Tudo é deixado a escolha do jogador.

Muitas categorias disponíveis

Uma vez que a carreira for iniciada, o jogador escolherá os circuitos que correrá, fechará contrato com alguma empresa e ganhará convites para eventos esportivos conforme ganha notoriedade. Vale lembrar que é tudo bem simplista, então não espere animações com levantamentos de troféus ou coisas do tipo.

Falando na corrida propriamente dita, ela pode ocorrer em 3 etapas. Treinos, qualificatórias e a corrida, assim como acontece durante os finais de semana de F1 transmitidos pela TV. O primeiro serve para que o jogador conheça a pista e o segundo para decidir em qual posição irá largar no dia da corrida. É possível pular os treinos e as qualificatórias e ir direto para a corrida, mas não aconselho a fazer isso a menos que você conheça a pista muito bem.

Livetrack 3.0

A Slightly Mad Studios anunciou que Project Cars 2 teria uma inédita ferramenta que revolucionaria os jogos de corrida, o Livetrack 3.0. Essa ferramenta cria condições variadas nas pistas de corrida de forma dinâmica. Tanto o desgaste causado pelos pneus como pelo clima afetam diretamente as condições das pistas, fazendo com que nenhuma corrida seja igual a outra.

Escolha em que condição climática você correrá

Fiquei meio cético quando anunciaram o Livetrack 3.0, achava que seria apenas uma maquiagem que não afetaria a jogabilidade em si. Ledo engando de minha parte. Se você completa todas as etapas do circuito, você vê que as marcas de pneu criadas em treinos continuam nas qualificatórias e na corrida final.

O clima também tem sua própria dinâmica. A previsão do tempo pode indicar tempo ensolarado durante todo circuito, mas na hora da corrida pode estar chovendo ou nevando. Falando especificamente da chuva, a Slightly Mad Studios fez um ótimo trabalho. É possível ver as poças d’água se formando em partes diferentes da pista. Passei por corridas onde uma poça se formou durante a 5 volta, fazendo com que eu derrapasse e quase perdesse a corrida, pois não contava com a poça ali. Correr sobre a neve é praticamente impossível  mesmo com a mudança de pneus. É algo que exige muito controle nas corridas.

 Gameplay

Como já mencionei, Project Cars 2 é um jogo que exige uma precisão cirúrgica do jogado durante as corridas. Mas a Slightly Mad Studios não foi besta e colocou diversas mecânicas para fazer com que o público casual também pudesse se divertir com o jogo.

Menos combustível aumenta a performance, em contrapartida pode levá-lo aos boxes mais vezes

É possível usar um assistente de curva e frenagem, que impedem o jogador de derrapar durante as curvas de forma automática. Guias de corrida também estão disponíveis, mostrando ao jogador a hora certa para acelerar ou frear. Claro que os jogadores mais exigentes podem deixar tudo isso de lado e partir para uma autêntica experiência de corrida.

Pedindo aquela ajuda dos universitários

Algo interessante em Project Cars 2 é que o jogador não está totalmente sozinho na corrida. A equipe de engenheiros está lá para dar dicas e realizar modificações e montar uma estratégia de corrida. As derrapadas durante as corridas tornaram-se algo recorrente, então o jogo me instruiu a ir a equipe de engenharia para ver possíveis modificações no carro para que eu melhorasse meu rendimento nas corridas. Suspensão, quantidade de combustível, tipo de pneu, calibragem de pneu entre tantas outras tantas opções estão disponíveis no jogo. Quem entende do negócio vai adorar ficar modificando seu carango.

O modo online do jogo também está muito bom. Achar uma partida é bem simples, bastando criar ou entrar em uma sala. Número de voltas, condições climáticas, com treinos, sem treinos etc. Todas as opções das corridas offline estão disponíveis para partidas multiplayer. A melhor parte é que não percebi nenhum lag durante minha experiência online no jogo.

Gráficos e Som

Project Cars 2 está bem mais bonito que seu antecessor, com bom detalhamento dos modelos disponíveis para corridas. Mas infelizmente não se pode dizer o mesmo de todo resto. Se os efeitos do clima são uma beleza quando estamos parados, quando os pneus começam a rodar começa uma chuva de serrilhados que você não consegue distinguir nada.

Tem algo de errado com sua mão, amigo!

A parte sonora não decepciona. Músicas relaxantes nos menus, sons de motores bem autênticos e o público gritando durante as corridas. O dever de casa foi bem feito.

Opinião

A franquia Project Cars ainda está ganhando seu espaço no mercado de jogos de corrida. Após um lançamento não tão bem recebido em sua primeira edição, a Slightly Mad Studios aprendeu com seus erros e trouxe um verdadeira experiência de simulação de corrida com Project Cars 2.

O jogo possui uma ótima jogabilidade e a exclusiva ferramenta Livetrack 3.0, que traz maior dinâmica às corridas. O ponto negativo fica por conta da parte gráfica, que apesar de ser bem caprichada com os carros, acabou sendo relaxada com todo o resto.

Entenda nossas notas.

Clique e confira na Xbox Store
Compartilhar.

About Author

Aficionado pela cultura geek. Se o cinema é a sétima arte, os games são a oitava. Entrou no mundo dos consoles no NES e desde então vem acompanhando a geração dos games até o Xbox One. Caçador de indies, nas horas vagas tenta ser biólogo.

Powered by keepvid themefull earn money