Skyforge é um MMORPG free to play que mistura dois gêneros para lá de interessantes: fantasia e ficção científica. Além disso, o jogo cativa com o seu combate dinâmico, cheio de ação e com ataques finalizadores devastadores. Isso sem falar que ele oferece várias missões, masmorras e combates PvP. Conteúdo é o que não falta em Skyforge e ele chega para trazer mais opções para os jogadores de Xbox One que curtem um bom jogo do gênero. O jogo é desenvolvido pela Allods Team, em colaboração com a Obsidian Entertainment, e publicado pela My.com.

Mas será que o MMORPG tem o bastante para prender os jogadores no seu universo? É o que iremos descobrir nessa análise.

História

A trama de Skyforge se passa em um planeta chamado Aelion, que é muito rico e avançado tecnologicamente, além disso ele é extremamente belo e pacífico, que é protegido por uma fortaleza celestial liderada e protegida pelo grande deus Aeli. Porém, quando esse deus desapareceu vários invasores de outros planetas atacaram Aelion para ter o seu controle.

Nessa hora que surge o seu personagem, que faz parte de uma raça rara do planeta Aelion chamada de Imortais, que revivem quando são derrotados em batalha e que possuem o dever de proteger o planeta e o seu povo. Com o decorrer de suas atividades honrosas, em prol do seu planeta, esses escolhidos podem até mesmo se tornarem um deus.

 

É inegável que o grande foco dos MMOs são sua jogabilidade e atividades, eles precisam manter os jogadores interessados no seu conteúdo, principalmente após terminar a campanha principal, ou seja, geralmente a história só está ali para servir de plano de fundo, para dar sentido ao que fazemos diariamente no universo do jogo, mas não possui necessariamente um peso.

Em Skyforge isso não é diferente, a história é bem contada, mas não possui um grande impacto sobre o jogador. No entanto, ela serve perfeitamente para dar sentido ao universo que foi criado e para guiar os jogadores em suas atividades, pois você sabe exatamente qual é o seu papel e qual o mal que precisa derrotar.

Jogabilidade

A maneira como o gameplay se desenvolve em um MMORPG é vital para o seu sucesso ou fracasso, ele precisa ser interessante no seu gameplay e ter um amplo conteúdo para prender os jogadores. Skyforge traz boas adições e novidades ao combate tradicional do gênero com uma série de combos e transformações que deixam o jogo bastante dinâmico e adicionam efeitos visuais únicos.

A personalização de personagem é bem ampla com várias opções para deixar seu personagem com o estilo que você gosta, seja na aparência ou nas roupas.

Como dito na introdução da análise, conteúdo é o que não falta em Skyforge. O objetivo do jogador é se tornar um deus e depois disso se fortalecer ainda mais para acessar os conteúdos mais avançados do jogo, e existem diversas atividades que os jogadores poderão fazer. São missões diárias, chefes globais, masmorras de 3 a 10 jogadores, incursões, conteúdo solo e diversos modos PvP.

Os controles do jogo no Xbox One funcionam muito bem e são intuitivos, o que facilita bastante a curva de aprendizado.

Classes e progressão

Um dos diferenciais mais legais de Skyforge é a possibilidade de trocar entre as classes a qualquer momento do jogo, sem restrições ou limites. Está com uma classe DPS e percebe que o grupo precisa de um suporte? Pode trocar na hora.

Existem ao todo 14 classes, mas apenas três delas estão disponíveis gratuitamente para os jogadores: Cryomancer (Mago DPS), Paladin (Tank corpo a corpo) e Lightbinder (Suporte). As demais classes podem ser liberadas com os Sparks of Transformation, que são ganhos ao realizar e repetir determinadas missões, além de cair de alguns inimigos, mas as classes também podem ser compradas individualmente na Xbox Live.

As classes são bem interessantes, cada uma com suas habilidades próprias e importância dentro das atividades. Opções é o que não faltam em Skyforge para se adaptar ao seu estilo de jogo.

A progressão é feita pelo sistema de Prestígio que são pontos ganhos ao realizar missões, masmorras e ao equipar melhores itens. Existem limites diários nas recompensas ganhas nas atividades em grupo, algo muito inteligente por parte dos desenvolvedores, pois sempre existem jogadores para a realização das masmorras, sejam as mais novas ou as mais antigas.

Outro ponto interessante em relação à progressão no jogo é que ao final da campanha você recebe uma missão para se tornar um deus, uma das criaturas mais poderosas de Aelion. Ao ativar esse modo você ganha uma quantidade absurda de vida, assim como dá muito mais dano nos inimigos. Por se tratar de uma forma bastante apelativa, ela não pode ser ativada toda hora, depende de um recurso chamado de . Sempre que usar esse Modo você consome uma certa quantidade do recurso e caso não tenha, não poderá se transformar na versão overpower do seu personagem. Esse modo também é limitado à 15 minutos por cada transformação.

Ainda é possível se transformar em um Elder god, mas ainda não sabemos como isso ocorre já que nenhum jogador do Xbox One atingiu essa glória ainda.

Para conseguir o recurso Fé e ativar o Modo god, existe o sistema de Adeptos. Com ele nós enviamos pessoas para realizar missões, que ao serem completadas nos recompensam com , itens e aumentam a nossa reputação na província onde foi realizada. É um mini-jogo interessante e também muito importante para a progressão do jogo.

Mercado do jogo e Microtransações

É claro que por se tratar de um jogo free to play não poderíamos deixar de falar do mercado do jogo e como as microtransações se apresentam, pois quantos jogos desse gênero a gente já não ouviu falar que se tornaram em jogos Pay to Win, onde apenas os jogadores que investem bastante grana real se destacam. Como os jogos são gratuitos, as empresas geralmente lucram com as microtransações.

Skyforge possui um sistema de Acesso Premium, onde essas contas ganham mais recompensas ao finalizar missões. Além disso, recebem 6 baús com itens diariamente e podem usar os portais de viagem rápida pelos mapas abertos sem gastar créditos, que é a moeda ganha dentro do jogo.

A moeda que pode ser comprada com dinheiro real se chama Argents e ela serve para comprar itens que podem acelerar a sua progressão na campanha e missões, ou ser trocada por créditos, mas nada que deixe o jogo desbalanceado, pois tudo podem ser adquiridos apenas jogando. Eu mesma, progredi bastante com meu personagem sem usar Argents, mesmo tenho uma certa quantidade na conta. Mas é claro que um jogador mais disposto a investir e que não quer fazer as missões para subir de level, tem essa opção com dinheiro real.

As classes bloqueadas também podem ser compradas na Xbox Live, caso não tenha paciência de juntar os Sparks of Revelation para desbloqueá-las, mas também é opcional, já que o recurso pode ser adquirido ao fazer e refazer uma série de missões. Além disso, o acúmulo de classes não interfere no seu poder, apenas te dá mais opções de gameplay.

A desenvolvedora Allods Team disse que queria evitar ao máximo que o jogo se tornasse Pay to Win, e pelo que vivencio no dia a dia do jogo eles conseguiram, pois não vi grandes vantagens que um jogador que investiu mais dinheiro real sobre quem está apenas jogando gratuitamente.

Confira o que pode ser comprado com dinheiro real neste link.

Gráficos e Som

Ao ambientes de Skyforge são incríveis, cada um com seu estilo característico, respeitando o clima e cultura de cada região de Aelion, sejam as localidades com florestas, praias, ruínas ou desertos. A equipe conseguiu destacar bem a proposta do jogo de ser focado na ficção científica, mas ter os seus contornos de fantasia. Traz um ar novo para o universo dos MMORPGs que são, em grande parte, focados na época medieval.

Os personagens e inimigos também se apresentam muito bem, com características próprias e são muito bem detalhados.

A trilha sonora funciona bem, apesar de não ser um dos pontos altos do jogo, mas ainda assim consegue dar o tom certo para as aventuras. As vozes dos personagens são ótimas. Infelizmente, o jogo está totalmente localizado em inglês, o que pode afastar os jogadores pouco experientes com o idioma.

Opinião

Skyforge é uma ótima adição para o gênero no Xbox One, trazendo um MMORPG com uma temática nova e cheio de missões e masmorras interessantes. O universo do jogo é incrível e traz ambientes e personagens cativantes. Seu combate focado na ação, com combos frenéticos, e a possibilidade de trocar de classe a qualquer momento, trazem ainda mais fluidez para o gameplay.

O jogo oferece uma ótima experiência free-to-play, além de dar um novo ar para os MMORPGs no Xbox One, com sua temática inovadora e seu gameplay divertido. Se estava procurando algo novo nesse estilo na plataforma, você vai gostar de Skyforge.

Entenda nossas notas.

Clique e confira na Xbox Store
Compartilhar.

About Author

Administradora de Empresas, mas apaixonada pelo mundo dos games e pelo Xbox!

Fã da incrível e complexa franquia Halo e de seu icônico líder, o Master Chief. Também apaixonada por Dragon Age e seu universo magnífico. Ahhh e quem disse que Dark Souls não é divertido? :D

Sempre ligada nas notícias e novidades do lado verde da força!

  • ZordRubronero

    Joguei muitos anos de PW e WOW, são jogos que te consomem um tempo absurdo. Desde que ele foi anunciado me chamou atenção, e parece ser divertido. Só não curti o fato de não nenhuma classe física free, mas isso é o de menos, nas férias vou dar uma chance. Mais um ótimo review do Xbox Power, parabéns a toda equipe.

    • Xboxnaveia

      Tem que ser assim, é RPG na veia.

    • Tem o Paladin, que é uma excelente classe melee, mesmo sendo tank.

      • ZordRubronero

        Mas falo de uma voltada para o porradeiro mesmo, totalmente dano, joguei muitos anos de PW como WB (a classe originária para ser tanque) e sei como é, sempre apanhamos e nunca levamos o crédito, tudo fica só para cura e para o dano, e sem falar que em PVP vira saco de pancadas rs

        • Entendi. Nesse estilo recomendo o Revenant, é a menina dos olhos dos jogadores focados em DPS atualmente. Junta uns Sparks e compra ele 😉

          • ZordRubronero

            Ok, vou assistir a umas gameplays dele para tá familiarizado com a classe quando eu começar a jogar, obrigado pela dica.

  • Beto souza

    O que estraga è a questão de ser totalmente em inglês nen espanhol os caras colocaram aff.

  • Felizardo Cleber Torres

    Esqueceu de falar que há um problema no balanceamento das classes. Lightbinder, Monge e Scout estão ruins enquanto Revenant é praticamente um Boss.

    • Jogo praticamente o tempo todo de Lightbinder e é uma classe extremamente forte, basta entender e saber jogar com ela.

Powered by keepvid themefull earn money