Depois de uma série de decisões equivocadas e que fizeram seus jogadores perderem a paciência com o Destiny 2, a Bungie resolveu anunciar uma série de mudanças que serão implemntadas, e algumas delas são pedidas pelos jogadores desde o anúncio do jogo.

A empresa divulgou o calendário do que pretendem trazer para o jogo em 2018, onde os três principais pilares são os polêmicos conteúdos pagos do jogo, mas também as Temporadas com eventos e atividades gratuitos para todos os jogadores. A ideia é trazer atividades para manter os jogadores ativos, já que grande parte da comunidade reclama que existe uma grande falha em Destiny 2 em oferecer atividades novas depois da finalização da campanha. Por fim, a Bungie irá tentar balancear o Eververse que nessa segunda edição do jogo está desacaradamente focado em pressionar os jogadores em gastar dinheiro real dentro do jogo.

O Eververse é o um dos maiores alvos de críticas dos jogadores de Destiny 2, com seu foco agressivo na monetização do jogo. Para tentar corrigir isso, a Bungie promete que dará mais recompensas para os jogadores e também fará com que o uso dos  Engramas Brilhantes (que podem ser comprados com dinheiro real) tenha menos impacto dentro do jogo, numa forma de amenizar as microtransações. Os jogadores também podem esperar por mais recompensas como Fantasmas, Pardais e Naves, além dos polêmicos Engramas. As mudanças no Eververse e nas recompensas serão lançadas no dia 13 de fevereiro, quando começa o evento Crimson Days.

Outra mudança pedida pelos jogadores desde o anúncio do jogo era que o Crisol voltasse para o seu modelo antigo, e finalmente, o modo multiplayer voltará a ter playlist para partidas de 6v6 jogadores. Além disso, também são prometidos um sistema de rank e partidas privadas. Essa atualização chega no Outono de 2018.

No dia 30 de Janeiro Destiny 2 irá receber uma atualização para expandir os Masterworks para as armaduras. Essa armadura terá redução de dano enquanto usa a tua Super. Assim como as armas, serão necessários o uso de Masterwork Cores e Shards Lendários para tornar a sua armadura em Masterwork.

Além disso, a Bungie promete melhorias nas recompensam das Incursões, balanceamento de armas, a atividade Anoitecer que não será mais por tempo, mas sim por pontuação, e dentre outras mudanças que visam agradar sua comunidade de jogadores que parece estar desconfiada do jogo depois das últimas ações da empresa como limitar experiência ganha pelos jogadores e também conteúdo para quem não comprou Expansão. Problemas que foram crrigidos, mas apenas depois que os próprios jogadores descobriram e reclamaram das atitudes.

Será que Destiny 2 ainda vai melhorar sua imagem depois de tantas decisões equivicadas dos seus desenvolvedores?

Compartilhar.

About Author

Administradora de Empresas, mas apaixonada pelo mundo dos games e pelo Xbox!Fã da incrível e complexa franquia Halo e de seu icônico líder, o Master Chief. Também apaixonada por Dragon Age e seu universo magnífico. Ahhh e quem disse que Dark Souls não é divertido? :DSempre ligada nas notícias e novidades do lado verde da força!

  • jef SA
  • Ivan Simionato

    Sinceramente, não ligo pra esse jogo nem um pouco, mas acredito que já era pro Destiny 2.
    A maior parte dos seus jogadores, está no PS4, e tenho 2 amigos que fazem (ou faziam) parte de um dos maiores clãs de lá.
    Conversei com um deles semana passada, e dá pra ver nitidamente o desânimo, os caras tinham PS4 90% só pra jogar Destiny e a Bungie simplesmente destruiu a comunidade.
    E por isso que eu ABOMINO “microtransações” e “pay to win” nos games (Exp: Destiny 2, COD IW etc…) sou a favor de DLC’s de conteúdo e itens cosméticos pagos com dinheiro do game ou real (Exp: Halo 5, Gears 4, Uncharted 4, Titanfall 2 etc…).

    • nick pires

      Destiny n é “pay to win”

  • Giovanni Francozo

    Deviam ter ficado no Halo mesmo Bungie…

Powered by keepvid themefull earn money