fbpx

Em recente entrevista a Polygon, as palavras de Matt Booty (chefe da Microsoft Studios) causaram surpresa. A intenção da Microsoft é elevar a franquia Crackdown exatamente a mesma relevância de Gears e Halo. Lógico que, para o entendimento dos leitores, traduzimos a entrevista nas partes interessantes:

Polygon: Esse atraso, daqui de fora, parece demonstrar mudanças. Talvez mais investimento esteja entrando. As coisas estão ganhando mais tempo. O que podemos entender nesse atraso em termos da direção que a Microsoft está tomando no futuro?

Matt Booty: Sim. Pra começar: apoio da empresa. Temos muito apoio da Microsoft. Queremos crescer, queremos expandir, mas parte disso é que temos que fazer jogos que as pessoas têm orgulho de fazer. Temos que fazer jogos que as pessoas gostem de jogar. Alguns jogos só precisam de mais tempo e nós queremos acertar. E também é que realmente queremos fazer jogos que tenham a oportunidade de se tornar uma franquia que podem ser relevantes como Halo ou como Gears. Agora, isso não significa que queremos que todos os nossos estúdios sejam uma fábrica de IP e que todos eles tenham que fazer sequências. O que estou dizendo é que queremos que um jogo tenha o potencial de dar à luz um mundo que pode se expandir, criar personagens que possam ter vários ciclos. Queremos essa profundidade e essa riqueza que poderia continuar e fazer outras coisas. Temos que nos certificar de que damos aos nossos jogos tempo suficiente para fazer isso (…) Quando assumi esse cargo em janeiro, Phil Spencer (vice-presidente executivo de jogos da Microsoft) muito gentilmente me pediu para assumir esse papel de liderança, e tenho muito privilégio de trabalhar com todos os nossos chefes de estúdio de Helen Chiang, que lidera Minecraft, para Craig Duncan, que lidera a Rare. Uma das coisas que realmente pedimos, é de ter certeza que estamos criando jogos que as pessoas têm orgulho de compartilhar e vamos nos certificar de que estamos criando jogos que as pessoas amam jogar. Acho que temos que nos ater a isso. Vai funcionar bem para os jogadores e vai funcionar bem para nós.

Polygon: Só para esclarecer, o novo papel de vice-presidente do Phil e, obviamente, o investimento financeiro da Microsoft fala o porque este jogo está sendo adiado. Isso representa um novo nível de investimento com a intenção de fazer com que algo como o Crackdown seja uma franquia no nível do Gears?

Matt Booty: Sim, e o que vou dizer é que nos sentimos apoiados para fazer a coisa certa.

Polygon: Então, com os últimos dois anos de demos do Crackdown 3, vimos o modo de campanha. Mas nós não vimos o material do modo de destruição online. Isso ainda faz parte do jogo ou o foco foi transferido para a campanha single-player?

Matt Booty: Ainda faz parte. Não mostramos muitos detalhes sobre isso ainda. Teremos mais para mostrar enquanto o ano passa.

Crackdown 3 está programado para lançar em Fevereiro de 2019

Compartilhar.

About Author

Trabalho pra comprar jogos, não tenho tempo de jogar porque trabalho. Paciência é uma virtude. Bolo de milho é ruim. Me adiciona na Live, minha gamertag: Vingador Brambz

Powered by keepvid themefull earn money