fbpx
Promoção Xbox Super Game Sale 2019 – Xbox One

Quando vi no estande do Xbox na BGS 2018 as máquinas com Ori and the Will of the Wisps, meus olhos brilharam. Eu sou uma eterna apaixonada pelo primeiro jogo (Ori and the Blind Forest), que me cativou com sua ambientação belíssima, história emocionante, trilha sonora marcante e jogabilidade desafiadora. Todos estão esperando muito dessa sequência, pois esperamos embarcar em mais uma jornada inesquecível desse belo universo criado pela Moon Studios.

Um universo belo e cativante

Uma das coisas que mais chamam a atenção em Ori é a sua grandiosidade artística, o jogo enche os olhos com suas cores e ambientes detalhados, algo que soa como um quadro pintado a mão. Em Ori and the Will of the Wisps isso não é diferente. O jogo se apresenta com belos cenários, que agora possuem ainda mais detalhes, que aguçam mais o senso de observação dos jogadores para encontrarem o caminho a seguir. Tudo ao redor do personagem se apresenta ainda mais desafiador, com plataformas que se desfazem ao toque, novas plantas para se pendurar… Mas sem perder a atmosfera mágica da série.

Os cenários também se apresentam bem variados, com a já conhecida foresta, mas com toques de paisagens desérticas, que também acrescentam muito na jogabilidade, algo que eu vou destacar mais pra frente nesse artigo.

A trilha sonora já nos impacta desde o início de Ori and the Will of the Wisps, ela possui aquele toque sensível e que ao mesmo tempo traz uma carga de grandiosidade, mudando de acordo com as situações e ficando mais intensa quando os acontecimentos se apresentam mais urgentes. Tudo é meticulosamnete atmosférico, para dar uma imersão sem igual para os jogadores.

Jogabilidade refinada e com novidades

Quem jogou o primeiro jogo, vai se adaptar rapidamente em Ori and the Will of the Wisps, pois o jogo traz as mesmas mecânicas do seu antecessor, mas apresentam refinamento, deixando o jogo ainda mais ágil e fluido de se explorar, e com boas doses de novidade. Ainda iremos saltar rapidamente pelas paredes e plataformas, mas agora algumas delas se desfazem ao toque requerendo não apenas precisão, mas também rapidez. Elas se refazem novamente, então se não acertou de primeira continue até conseguir. Não é aquela velha questão de acerto e erro, é uma questão de tempo e precisão.

Além de ter destreza nas extensas partes de plataforma, Ori and the Will of the Wisps traz de volta os inimigos da floresta, que estão mais abundantes e ainda mais agressivos. Para deixar o combate mais interessante o jogo oferece uma diversidade maior de habilidades, que deixam com que o jogador crie sua maneira de jogar, se aproximando mais do seu próprio estilo de jogo.


Falei um pouco acima da adição do cenário do deserto ao jogo e isso traz úma novidade incrível para a jogabilidade de Ori and the Will of the Wisps: a exploração dentro da areia. O personagem pode cavar a areia e se locomover rapidamente dentro dela, o que expande ainda mais a exploração em busca de colecionáveis e itens para melhorar Ori. Além disso, ao sair da areia damos um salto, o que ainda pode ajudar a alcançar novas áreas.

Opinião

Esse primeiro contato com Ori and the Will of the Wisps foi extremamente promissor, pois mostra um jogo que mantem a sua essência, que cativou jogadores no mundo todo, mais ainda traz belas e interessantes novidades na jogabilidade, que expandem a exploração e as possibilidades de combate. O jogo tem tudo para oferecer uma nova jornada única aos jogadores, e possui todos os elementos para superar seu antecessor. Aqueles que, como eu, são fãs do primeiro jogo, certamente se apaixonarão novamente pelo universo de Ori.

Assim como o seu antecessor, Ori and the Will of the Wisps também é exclusivo para Xbox One nos consoles, e ainda não possui data para o seu lançamento, sendo aguardado para 2019. Caso ainda não conheça Ori and the Blind Forest, leia a nossa análise e também o jogo na loja da Xbox Live.

Compartilhar.

About Author

Administradora de Empresas, mas apaixonada pelo mundo dos games e pelo Xbox!Fã da incrível e complexa franquia Halo e de seu icônico líder, o Master Chief. Também apaixonada por Dragon Age e seu universo magnífico. Ahhh e quem disse que Dark Souls não é divertido? :DSempre ligada nas notícias e novidades do lado verde da força!

Powered by keepvid themefull earn money