fbpx
Promoção Xbox Super Game Sale 2019 – Xbox One

Durante a BGS 2018 eu pude testar a Demo de Devil May Cry 5 e até já passei para vocês essas impressões, mas agora, a convite da Capcom Brasil, nós pudemos testar, durante longas horas, onze missões de uma versão quase finalizada do jogo, para então conhecer mais da sua história, ver como funciona a jogabilidade com os três personagens, conferir seus gráficos, utilizando a RE Engine, e sua trilha sonora brutal. Isso tudo, é claro, com a já conhecida irreverência da franquia.

Devil May Cry 5 chega sob o comando do lendário diretor Hideaki Itsuno, e pretende não só se tornar um grande jogo para os fãs da franquia, como também chamar a atenção de novos jogadores. Será que o jogo está no caminho certo? Vamos conferir nessas novas impressões.

Uma história cativante

A história de Devil May Cry 5 se passa após os acontecimentos de Devil May Cry 2, e mostra que a ameaça do poder demoníaco voltou para assolar o mundo mais uma vez. A invasão tem início com as sementes de uma “árvore demoníaca” brotando em Red Grave City. Esta invasão infernal chama a atenção do jovem caçador de demônios Nero, um aliado de Dante, e que agora se vê sem o seu braço demoníaco, a fonte de grande parte do seu poder. Além disso, temos V, um misterioso personagem, que não temos a menor ideia de quem seja, e que nos faz criar diversas teorias sobre suas origens durante a aventura.

A narrativa de Devil May Cry 5 te pega desde o início, pois ela é muito bem introduzida, com uma linha do tempo que se passa antes e depois de alguns acontecimentos, e que nos faz ficar sedentos para saber mais e mais sobre aqueles fatos, que ainda são enriquecidos com flashbacks importantes. Além disso, tanto a trama quanto os diálogos trazem todos os pontos fortes que os fãs adoram, como frases irreverentes e sem papas na língua, com poses e entradas super estilosas e escrachadas.

Pude jogar até a missão 11 do título, o que certamente me ofereceu uma visão ampla do enredo e da sua proposta geral, que nos só me prendeu, como também instigou minha curiosidade de forma crescente. Após finalizadas, essas missões podem ser realizadas novamente voltando ao menu principal, além disso as áreas possuem missões secretas, que uma vez descobertas e vencidas ficam disponíveis para repetição, também através do menu principal.

Uma jogabilidade que foca na ação e na liberdade

Devil May Cry sempre foi uma franquia conhecida pela seu estilo de gameplay desenfreado e frenético, que marcou a história dos games, com uma ação que a tornou uma das franquias mais influentes da indústria e que definiu o gênero Hack and Slash. Eu costumo dizer que se hoje muitos resumem um jogo difícil como “Souls”, antes acontecia o mesmo para os jogos de ação e a sua comparação inevitável com o jogo de Dante.

Com Devil May Cry 5 propondo uma volta as raízes não só do gênero, mas também da sua própria franquia, a ação está mais grandiosa do que nunca e volta com toda a sua essência. Temos combos incríveis que usam espadas, armas de fogo, soqueiras, animais e até uma moto! Essa grande variedade de equipamentos, aliada ao sistema de combate fácil e fluido faz com que os jogadores se sintam incentivados na busca dos Ranks SS. O combate está sim recheado de ação, mas não pense que ele é fácil, pois oferece boas doses de desafio, para não ser apenas um jogo de apertar um botão, mas tomar cuidado com as ações para não ser destruído pelos inimigos e, principalmente bosses, que são bem desafiadores.

Os inimigos são variados e trazem um bom desafio para os jogadores, pois cada um possui uma maneira de te atacar e também se ser abordado. Já os Bosses além de trazerem um grande desafio, oferecem batalhas que são um verdadeiro espetáculo para os olhos.

Para se dar bem nos combates de toda a franquia Devil May Cry, você não deve apenas eliminar os inimigos, mas também fazer isso com estilo, o que irá te recompensar com tipos de diferentes de ranks, e o que influencia diretamente sua recompensa ao final de cada missão, pois os Pontos de Estilo são muito importantes. O jogo te oferece uma seleção ampla de opções para customizar o personagem, de acordo com o seu estilo de jogar, e que podem ser totalmente personalizadas por você, usando os Red Orbs, que ganhamos eliminando os inimigos com muito estilo e também explorando os mapas. São opções realmente amplas e que trazem um senso de liberdade realmente grande para o jogador, que pode deixar seus personagens personalizados com sua forma favorita de jogar.

E as possibilidades de customização são realmente gigantes, então use com cautela seus Red Orbs, pois além das habilidades únicas de cada personagem, você também pode aumentar a barra de vida, que é compartilhada por todos eles. Sendo assim, antes de entrar em cada missão administre bem os seus recursos.

Cada personagem, uma maneira diferente de jogar

Algo que me agradou muito em Devil May Cry 5 é a possibilidade de jogar com mais de um personagem, mas não só isso, mas o fato de cada um oferecer uma possibilidade realmente diferente de gameplay, deixando a progressão sempre com um ar de novidade e sem chegar nem perto de se tornar previsível ou enjoativa. Em certas missões temos que jogar com um determinado personagem, mas em outras a escolha fica nas nossas mãos.

O primeiro personagem que jogamos é o Nero, que além das espadas e armas de fogo, traz uma das grandes novidades do título: os Devil Breakers. Esse novo equipamento se trata de um braço mecânico usado pelo personagem, depois que o seu braço com os poderes demoníacos foi retirado por um ser misterioso. Os Devil Breakers possuem as mais variadas funcionalidades, onde cada um pode ser escolhido de acordo com o estilo do jogador, seja para realizar explosões de energia ou socos poderosos. Os braços podem ser comprados com Red Orbs e também encontrados pelos cenários, sendo possível equipar até três modelos em cada pente do inventário, com até pentes 3 disponíveis. O uso deles é limitado, pois se desgastam e quebram, então seu uso deve ser feito com cautela e estratégia. Junto com as tradicionais armas da série, os Devil Breakers trazem ainda mais possibilidades para combos insanos com Nero.

O segundo personagem que jogamos é o misterioso V, e ele traz um grande diferencial para o gameplay de Devil May Cry 5. Ele não bate diretamente nos inimigos, mas usa animais invocados para isso. Para os ataques de longa distância ele invoca um pássaro que atira projéteis mágicos e para os ataques corpo-a-corpo ele utiliza uma pantera. Assim como Dante, ele utiliza o Poder Demoníaco para ficar mais poderoso, e quando possui poder suficiente ele pode invocar uma espécie de Golem gigante que chega na batalha destruindo tudo por um certo período de tempo. Com esse poder ainda é possível que ele faça com que seus animais ataquem sozinhos por um período de tempo. A barra de Poder Demoníaco enche conforme V ataca e também recebe dano, além de também ser preenchida com os White Orbs, que estão espalhados nos cenários. Mas como estamos falando de Devil May Cry, é claro que V teria uma forma não convencional de ganhar esse poder, e ele pode fazer isso simplesmente lendo seu livro no meio do combate, isso mesmo, ele ganha poder ao colocar a leitura em dia! Tudo a ver com a irreverência da série.

Esses animais invocados por V também sofrem dano e podem cair em combate, caso isso ocorra eles podem voltar com o tempo, ou tendo seu mestre próximo deles. O único momento no qual V realmente entra em combate direto, ocorre quando os inimigos ficam vulneráveis depois de tomarem uma certa quantidade de dano, pois nesse momento o personagem se aproxima para realizar uma finalização. Uma jogabilidade bem diferente para a série e que se encaixou muito bem, trazendo possibilidades muito divertidas para a batalha.

Por fim, temos ele, o icônico e amado Dante. O personagem continua com todo o seu estilo debochado e com um combate totalmente focado na ação desenfreada. Para o combate corpo-a-corpo ele chega com sua espada Rebellion e também com as novas Soqueiras. Já para o longo alcance ele traz suas amadas pistolas Ebony & Ivory e a escopeta. Mas isso não é tudo, pois o cara ainda tem no seu arsenal a moto Cavaliere, que pode ser dividida em duas partes e usadas como arma corpo-a-corpo, o que já demonstra que o céu é o limite para as possibilidades de Devil May Cry 5. Dante ainda possui o Poder Demoníaco, que também cresce conforme ele recebe e inflige dano, além do uso dos White Orbs. Quando possui poder suficiente, ele assume uma forma demoníaca diferente, que deixa o personagem extremamente poderoso por um certo período de tempo.

As possibilidades de combos com Dante são variadas e deliciosas de realizar, trazendo toda a tradição da série, mas com boas novidades que garantem ainda mais diversão para os combates.

Vale ressaltar que as armas citadas acima são algumas das possibilidades para os combates, pois muitas outras podem ser compradas e até mesmo encontradas nos cenários. Opções não faltam nessa aventura alucinante de Devil May Cry 5.

Gráficos impressionantes e trilha sonora brutal

A primeira coisa que chamou a atenção quando comecei a jogar Devil May Cry 5 foram os gráficos, pois estão realmente impressionantes. Os cenários estão belíssimos e com efeitos de partículas, iluminação e sombras muito bem introduzidos. Além disso, os personagens estão igualmente impressionantes, com expressões naturais e que representam muito bem suas personalidades e os momentos da trama, um pacote que traz ainda mais imersão para o gameplay. O jogo está usando toda a capacidade da bem sucedida RE Engine, e apresenta um resultado fantástico, e sem dúvida nenhuma, um dos mais impressionantes da geração. O jogo também conta com um modo foto, o que fará muitos jogadores capturarem telas incríveis.

A trilha sonora está brutal, com todo o clima que se espera de um jogo da série, trazendo toda a intensidade das batalhas, com um rock pauleira contagiante, o que deixa as missões ainda mais divertidas e imersivas, dando gosto de jogar com fone de ouvido e se transportar para dentro do seu universo. As vozes dos personagens também foram muito bem escolhidas e combinam perfeitamente não só com eles, mas com o que eles passam através do seus criativos diálogos. O jogo não possui dublagem, mas chega totalmente legendado em português do Brasil, e com frases adaptadas, que realmente combinam com as expressões vistas no nosso país.

A versão testada estava disponibilizada em um Kit de desenvolvedor do Xbox One X, onde pude jogar com resolução 4K e um framerate extremamente estável, com um resultado realmente incrível. Essa versão ainda não era a final, e ainda não representa o resultado o final do jogo, no entanto, tanto o desempenho quanto os visuais estão impressionantes.

Opinião

Devil May Cry 5 possui todos os elementos para acertar em cheio o coração dos fãs da série e do gênero hack and slash, mas ele não se limita a isso, ele se propõe a trazer diversas variáveis para a jogabilidade, que não a deixam mais com aquele sentimento de só apertar um botão, mas sim de criar estratégias reais para o combate, com diversas possibilidades para cada tipo de luta e inimigo. Além disso, o jogo se aventura por gráficos mais realistas e faz isso com maestria, trazendo cenários muito interessantes, efeitos de combate incríveis e personagens extremamente detalhados.

O jogo chega com a proposta de trazer a franquia para suas raízes, mas ainda assim trazendo boas e bem vindas doses de novidades. Devil May Cry 5 é, definitivamente, o jogo que os fãs esperavam, e vai fazer não só a franquia voltar a ganhar atenção, mas todo o gênero do hack and slash.

Devil May Cry 5 será lançado no dia 8 de março de 2019 e já se encontra em pré-venda na Xbox Live.

Clique e confira na Microsoft Store

Compartilhar.

About Author

Administradora de Empresas, mas apaixonada pelo mundo dos games e pelo Xbox!Fã da incrível e complexa franquia Halo e de seu icônico líder, o Master Chief. Também apaixonada por Dragon Age e seu universo magnífico. Ahhh e quem disse que Dark Souls não é divertido? :DSempre ligada nas notícias e novidades do lado verde da força!

Powered by keepvid themefull earn money