fbpx
Xbox Game Pass Ultimate: Inscreva-se por R$1

Far Cry New Dawn foi anunciado sem que ninguém esperasse, pois Far Cry 5 havia sido lançado fazia pouco tempo. No entanto, depois das experiências autônomas de Far Cry 3: Blood Dragon e Far Cry Primal, muitos já criaram expectativa de que algo nesse sentido poderia acontecer para o mais novo jogo da série. E foi assim que a Ubisoft revelou Far Cry New Dawn que leva os jogadores para um cenário pós-apocalíptico, que se passa 17 anos após uma catástrofe nuclear e coloca os jogadores em uma totalmente modificada Hope County, onde se passava Far Cry 5.

Será que se passando no mesmo cenário do seu antecessor, e continuando a narrativa, o novo jogo irá conseguir se destacar sozinho? Vamos descobrir nessa análise.

Bem-vindos a nova ordem mundial

Como dito acima, a história de Far Cry New Dawn praticamente continua a história de Far Cry 5, onde uma catástrofe nuclear assolou a população, deixando Hope County devastada. Após 17 anos, as pessoas começam a sair dos seus abrigos e retomar suas vidas, mas quando tudo parece que está indo bem, surge uma nova ameça com o nome de Salteadores, liderados pelas cruéis irmãs gêmeas Mickey e Lou, se apresentando como um grupo extremamente violento e bem armado, e que vivem para levar todos os recursos das comunidades. As vilãs são realmente impactantes tanto em suas posturas quanto nos seus diálogos e fazem jus ao time de respeito de antagonistas que foram criados para a franquia.

E falando em vilões, temos a volta de Joseph Seed, o grande antagonista de Far Cry 5, que retorna com toda a sua loucura religiosa e sua seita de devotos. E a interpretação do personagem está mais poderosa do que nunca, trazendo complexidade e profundidade para a trama.

Nós somos parte da resistência que se formou na cidade de Prosperity, onde as pessoas se ajudam para sobreviver e se defender desses Salteadores. No local conhecemos novos personagens e reencontramos alguns outros velhos conhecidos. Todos esses personagens, assim como as missões principais e secundárias que acontecem ao redor delas, estão realmente interessantes de seguir, e deixa o jogador na expectativa do que pode acontecer na sequência. Sem nem perceber, você já está envolvido com os personagens e se importando com eles e com seus destinos. E sim, nosso personagem é mudo novamente, isso não mudou, mas segue sem ser algo que prejudica a narrativa. Quem sabe no próximo a gente não fala, não é Ubisoft?

Ainda nesse aspecto de expandir a história e os seus personagens, a Ubisoft trouxe de volta o sistema de Armas de Aluguel, onde podemos recrutar as mais diversas pessoas ou animais para te ajudarem nos combates. Cada um possui uma história própria para ser recrutado, alguns trazem missões dramáticas e outros acontecimentos cheios de irreverência, e em ambos os casos servem para criar uma conexão com esses personagens, dando mais imersão para esse relacionamento. São 08 personagens no total, que trazem novos companheiros, velhos conhecidos e a volta dos animais fofinhos. Eles podem ser melhorados para te ajudar mais nas batalhas e podem ganhar mais habilidades conforme eliminam inimigos.

O jogo serve bem como uma continuação de Far Cry 5, e é um deleite para quem acompanhou e curtiu a história do jogo, e mesmo que apresente algumas informações básicas para quem quer jogar apenas ele, é inegável que toda a narrativa será melhor aproveitada por aqueles que jogaram o jogo anterior. Dessa forma, para aproveitar ao máximo seu mundo e personagens, é praticamente obrigatório ter se aventurado por Far Cry 5 antes. Então saiba disso antecipadamente. Também existem documentos, fotos e gravações que expandem mais a história e o que aconteceu durante os anos que separam cada jogo.

Elementos de jogabilidade clássicos, mas refinados

Assim como Far Cry 5 trouxe diversas novidades para a exploração e gameplay, New Dawn segue essa evolução, nada muito gigantesco, mas que ainda assim traz um ar de novidade ao título. O mapa possui uma boa quantidade de atividades e locais para explorar em busca de recursos, e precisamos procurar bastante para achar Etanol, que é a moeda de maior valor nesse novo mundo. Assim como em outros jogos e filmes que exploram o mundo pós-apocalíptico, como Mad Max, por exemplo, aqui o combustível é que manda em quem tem o poder ou não, e também é um recurso chave para melhorar a cidade, e também para seu personagem seguir na história.

A principal fonte de Etanol são os velhos conhecidos Postos Avançados, onde ganhamos combustível ao finalizá-los. A grande novidade desse sistema, fica por conta da exploração desses locais, onde você pode aumentar de nível sempre que o conquista. Ou seja, pegou o Posto Avançado? Aumente o nível dos inimigos dele e conquiste mais recursos. As recompensas deixam o desafio bem mais tentador, assim como trazem mais conteúdo para aqueles que querem testar suas habilidades.

Assim como os inimigos, as armas e os nossos ajudantes possuem três níveis de dificuldade e qualidade, o que expande as mecânicas com toques de RPG, pois precisamos melhorá-los para acessar esses conteúdos mais avançados.

A jogabilidade segue divertida e leve como nos outros jogos, mas ganhou um refinamento que deixa o gameplay bem mais interessante. O sistema de combate e tiro está bem preciso e traz uma grande quantidade de armas, que podem ser criadas ou encontradas pelo cenário, algumas delas são metralhadoras, pistolas, arcos ou bastões, mas outras possuem modelos bem interessantes e peculiares, o que expande muito as possibilidades de abordar os conflitos, seja explodindo tudo ao redor ou avançando de forma furtiva. O jogo também traz uma série de consumíveis, granadas e veículos para testar a criatividade do jogador.

Assim como no jogo anterior, podemos escolher se o nosso personagem pode ser homem ou mulher, assim como personalizar a aparência, trazendo aquela sensação de estar dentro do jogo. Como se trata de um jogo em primeira pessoa nós não vemos o nosso personagem, ainda assim é uma opção muito bem-vinda para a série.

O mundo do jogo é bem vasto e denso, e mesmo sendo uma versão menor de Hope County, ele traz uma boa quantidade de conteúdo, com atividades muito boas, que te convidam a explorar cada canto, pois até mesmo uma cada abandonada no meio do nada pode revelar uma história interessante. Em Far Cry New Dawn você não precisa aumentar sua influência ou diminuir a dos inimigos para avançar na história, mas precisa recolher o máximo de Etanol possível para melhorar Prosperity e assim ganhar força e destruir as gêmeas malucas. É bem bacana ver a cidade melhorando, assim como sentir que está realmente fazendo a diferença para a vida daquelas pessoas.

O nosso personagem também pode ser melhorado através dos Pontos de Vantagem, que adicionam mecânicas, como o wingsuit, e também melhorias para o personagem como carregar mais munição e armas, por exemplo. Além disso, o jogo também introduziu algumas habilidades especiais, mas isso eu deixo para você descobrir sozinho. Esses pontos são obtidos ao realizar missões, completar desafios e também são encontrados dentro dos locais de tesouro, esses locais inclusive, trazem alguns puzzles bem interessantes.

Outra opção que a Ubisoft adicionou para diversificar o gameplay dos jogadores foram as Expedições, que nos levam para áreas novas ao redor de todo os Estados Unidos, não se limitando a Hope County, trazendo um bem-vindo ar de novidade para as missões. Como tudo no jogo, elas possuem níveis de dificuldade, e também trazem um bom desafio, além de recompensas importantes para criar armas mais poderosas.

Por fim, Far Cry New Dawn segue os passos do seu antecessor e também permite que os jogadores realizem toda a campanha em co-op online, seja com amigos ou desconhecidos através de matchmaking. A limitação da progressão segue restrita apenas para o host, o que continua sendo um ponto fraco do sistema.

Gráficos e Som

Far Cry New Dawn impressiona com sua apresentação gráfica, e mostra que conseguiu trazer o mesmo mapa do jogo anterior, mas com as devidas alterações causadas pelo desastre nuclear. O refeito mapa de Hope County impressiona com um mundo vivo e cheio de detalhes seja em ambientes externos ou internos. O impressionante sistema de iluminação e sombras deixa tudo ainda mais realista, e o contraste de cores também funciona muito bem, deixando a ambientação ainda mais natural.

Outro fator muito legal para quem já jogou Far Cry 5 é poder rever alguns cenários do jogo depois do impacto nuclear, assim como poder revisitá-los e conferir como alguns se transformaram. Um trabalho de ambientação realmente muito bem feito.

O desempenho do jogo seguiu sem problemas e muito fluido, seja no Xbox One X ou no Xbox One S, o resultado é muito bom e não decepciona. Quanto aos bugs eles são praticamente inexistentes e os poucos que aparecem não estragam a experiência narrativa ou a jogabilidade.

A trilha sonora está muito envolvente, com canções instrumentais e temas eletrônicos que dão um tom perfeito aos acontecimentos, seja nos momentos mais dramáticos quanto naqueles de ação desenfreada. O jogo está totalmente localizado em português do Brasil, e a dublagem está maravilhosa, mostrando, mais uma vez, o cuidado da Ubisoft com o seu público brasileiro. As vozes combinam muito bem com os personagens, e trazem a real emoção do que acompanhamos na tela. As vozes originais também estão muito boas, então fica a cargo da sua preferência, pois existe a opção de escolher tanto o idioma do áudio quanto das legendas.

Opinião

Far Cry New Dawn leva os jogadores de volta a Hope County, para dar um desfecho aos acontecimentos de Far Cry 5, e mesmo que seja vendido como um standalone e explique muito do que aconteceu para o mundo chegar naquele ponto, é inegável que se trata de uma continuação do jogo principal, sendo praticamente obrigatório ter jogado o antecessor para ter uma experiência completa.

Quanto ao jogo, ele se apresenta muito bem e faz bem seu papel de desfecho, parecendo como um grande DLC de luxo do jogo anterior. Ainda assim traz um mapa bem transformado, uma narrativa interessante de acompanhar, assim como seus personagens, que emprestam grande carisma ao jogo. A jogabilidade segue a mesma, mas com pitadas de RPG, que deixam o gameplay mais interessante, sendo bastante o que se espera de um jogo da série Far Cry, mas ainda assim com toques de novidade.

No geral, minha experiência com Far Cry New Dawn foi muito boa, principalmente por poder continuar a minha saga por Hope County, que foi uma grande experiência para mim no ano passado (Confira a análise).

Entenda as nossas notas

Clique e confira na Microsoft Store

Compartilhar.

About Author

Administradora de Empresas, mas apaixonada pelo mundo dos games e pelo Xbox!Fã da incrível e complexa franquia Halo e de seu icônico líder, o Master Chief. Também apaixonada por Dragon Age e seu universo magnífico. Ahhh e quem disse que Dark Souls não é divertido? :DSempre ligada nas notícias e novidades do lado verde da força!

Powered by keepvid themefull earn money