fbpx
Promoção Xbox Super Game Sale 2019 – Xbox One

Alguns jogos representam uma boa parcela de felicidade de nossa infância ou até mesmo juventude, épocas de baixas preocupações e pouca responsabilidade nas costas. O jogo que analisei na última semana retrata bem essa pegada nostálgica, é vindouro lá do Mega Drive, de 1991.

ENREDO

ToeJam e Earl é um jogo do gênero de ação, desenvolvido pela Johnson Voorsanger Productions e lançado pela Sega para o console Mega Drive. O jogo de 1991 se concentra em ToeJam e Earl, que são rappers alienígenas que pousaram na Terra. Na versão atual, desenvolvida pela HumaNature Studios, o jogo conta ainda com dois novos personagens, que são as supostas namoradas dos protagonistas.

O jogo não teve mudança no seu enredo, pois os protagonistas erram o caminho e acabam caindo no planeta Terra, tendo de recuperar as peças de sua espaçonave para então concluir sua viagem, seja lá o lugar que estavam indo. A ideia aqui é de que os terráqueos são os inimigos e, por mais que eles possam parecer amigáveis e estejam oferecendo ajuda, você precisará correr deles todo o tempo.

ToeJam e Earl é basicamente um jogo de defesa, pouquíssimas vezes você ataca os terráqueos. Você faz uso de presentes que encontra durante as fases para então facilitar as suas ações. No entanto, alguns presentes mais complicam que te ajudam.

GRÁFICOS

O jogo teve uma bela repaginada em comparação direta ao jogo de 1991. Para os padrões de hoje ainda é um jogo muito simples, isso é fato. Tem momentos nos quais ele se mostra um jogo muito bonito e cheio de efeitos, mas na sua grande maioria não passam de efeitos mesmo, coisa que você já não se surpreende mais nos dias de hoje. É muito colorido e totalmente amigável, dá pra jogar com crianças próximo pois o jogo não apresenta nenhuma bizarrice ou algo que vá incomodar os menores.

JOGABILIDADE

Aqui o jogo tem muito mais particularidade do que todo o restante. A começar que, você não ataca os inimigos, você apenas se defende usando os presentes. Alguns presentes até dão pra atacar, mas os comandos são tão falhos que você vai desejar não ter aberto tal presente. Quando você acumula um certo montante de XP, você conversa com uma “Cenoura Esperta” para então subir de nível, lhe dando alguns upgrades que, infelizmente, não são selecionáveis. É sorteio mesmo.

Para ir para outro nível você precisa usar os elevadores de acesso e, alguns na verdade são armadilhas que te levam ao nível anterior, obrigando você a atravessar o mapa, evitar os inimigos novamente e então voltar ao nível que estava antes. Quando você chega ao nível pela primeira vez, o mapa está completamente fechado, sua missão é abrir até encontrar as peças da aeronave.

Cada peça da aeronave, totalizando 10, estão espalhadas pelas missões. São 25 missões no total, ou seja, você precisa descobrir qual nível tem peças e quais não tem. Tudo isso enquanto evita os terráqueos, usando os presentes e andando para abrir cada vez mais o mapa. No começo até dá uma certa empolgação e o jogo parece ser engraçadinho… puro engano. Após algumas missões, acertos e erros, elevadores subindo e descendo, alguns terráqueos que são ‘hit kill’, você desiste do jogo. Destaque para os minigames de dança que lembram Guitar Hero, mas é uma pena que eles são poucos.

O que vale ressaltar é que ele tem cooperativo local e online, assim você pode convidar um amigo pra jogar junto ou ainda se divertir com seu filho, amigo ou quem mais estiver próximo de você na sua casa. O áudio faz jus a dupla de protagonistas, que são rappers, e traz várias músicas originais ao jogo. Todo o resto do áudio do jogo é dentro do aceitável e nada que vá arrancar suspiros emocionantes de você.

CONCLUSÃO

ToeJam and Earl: Back in the Groove é um jogo que apela para a nostalgia e até pode angariar novos jogadores, mas fica claro que só essa repaginada foi pouco para justificar o valor cobrado pelo jogo. É muito pouco jogo ofertado, por mais que ainda tenha o apelo de cooperativo local e online, isso pode lhe divertir por alguns instantes mas não o suficiente. Mecânicas ultrapassadas e comandos estranhos contrastam com inimigos interessantes e mapas variados. Eu não sou entusiasta dos jogos dessa época, nem mesmo do console que originou esta franquia, portanto, no meu ponto de vista o jogo ficou devendo, levando obviamente em conta o valor cobrado pelo jogo.

Entenda nossas notas

Clique e confira na Microsoft Store

Compartilhar.

About Author

Eu sou um cara muito simples: Eu vejo Halo, eu dou Like. Me adiciona na Xbox Live, minha gamertag: Vingador Brambz

Powered by keepvid themefull earn money