fbpx

Jogos que se baseiam em filmes ou séries de TV geralmente carregam um fardo, e muita das vezes fracassam, pois são arriscados e amarrados ao material original. Resumindo são uma aposta arriscada. World War Z veio para mostrar que recordes e barreiras são feitos para serem quebradas. O jogo foi lançado no dia 16 de Abril de 2019 pela desenvolvedora Saber Interactive e publicado pela Focus Home Interactive, e rapidamente já conquistou muitos jogadores, mesmo estando em um gênero já encharcado no mercado.

Com uma proposta voltada para o multiplayer cooperativo, será que World War Z poderá se manter por muito tempo em destaque nesse gênero tão concorrido?

UM ENXAME DE ZUMBIS

Zumbis são um dos tipos de inimigos mais usados na cultura POP, nem sempre com o sucesso que se espera, e a cada jogo/filme se tornam menos ameaçadores. Mas não é o que acontece em World War Z, pois assim como apresentado no filme eles chegam em bando e atacam como se fosse um enxame. Posso afirmar que nunca vi uma quantidade tão absurda de zumbis em uma tela. Dead Rising foi um dos poucos jogos que fizeram essa proeza, mas aqui a quantidade é absurda. Eles sobem uns nos outros como se fossem formigas unidas em um só objetivo.

Existem uma quantidade enorme de zumbis.

A inteligência artificial dos inimigos é bem impactante, mesmo em níveis normais de dificuldade, ao menor vacilo eles cercam você, e ai já era. Além disso, diferentes tipos de inimigos tem suas próprias reações características. A inspiração em Left 4 Dead é bem clara, com tipos de zumbis bem conhecidos para quem já jogou esse tipo de jogo.

Abaixo descreverei alguns tipos de zumbis e minha experiência com cada um deles:

  • Walkers – Esses são os Zumbis normais que sozinhos não são ameaçadores, mas quando em bando fazem um estrago.
  • Creepers – Um dos tipos mais perigosos, atacam em vielas e gostam de usar as sombras ao seu favor. Se agarrar o jogador, você dependerá de outro jogador/IA para te ajudar.
  • Bulls- Esse tanque zumbi é um soldado com roupas de batalhão de choque, que possui uma enorme força física, saia do caminho e derrube-o mais rápido possível.
  • Screamers – Esse inimigo começa a gritar e chamar uma horda de zumbis, mate-o rapidamente para evitar problemas.
  • Hazmat – Esse zumbi explode liberando um gás tóxico. Ataque-o a distância para não sofrer dano com a explosão.

WORLD WAR Z

Os mapas do jogo possuem uma variedade bem chamativa e que trazem o significado “Guerra Mundial” ao pé da letra. O mundo é representado por cidades importantíssimas, e com culturas bem diferentes uma das outras. Cada mapa possui capítulos diferentes, que mostram os sobreviventes tentando escapar de um trágico destino. Já cada cenário mostra como o mundo foi afetado por esse problema, com alguns personagens exclusivos de cada mapa.

  • Nova Iorque –  Fuja de um arranha-céu, passando pelas icônicas ruas até chegar ao metrô. Um mapa que não possui tantos perigos, ótimo para começar sua jogatina e aprender todos os seus comandos.
  • Jerusalém – Aqui já começa a complicar, pois alguns setores da cidade estão abarrotado de zumbis. Além disso temos algumas minas e muitos equipamentos militares espalhados pela cidade.
  • Moscow – Fuja pelo centro de Moscow até alguns laboratórios para descobrir alguma forma de lidar com a infecção. Neste mapa o lado defensivo é colocado a prova, pois você deve se proteger de grandes hordas de zumbis.
  • Tóquio – Um dos mapas mais difíceis, afinal a cidade está repleta de zumbis. Tome cuidado em cada esquina.

SOBREVIVA

Em World War Z temos uma campanha cooperativa online e offline, que usam os capítulos que citei acima. Jogar com amigos claramente é melhor, afinal o jogo te força a se defender para sobreviver em muitas situações. A IA não decepciona na maioria das vezes, com resgate quando você está em perigo ou mesmo em situações que precisam de uma força maior. O único problema que vi na IA, foi que ela não usa as torretas ou qualquer mecanismo de defesa, ficando a seu dever fazer isso. De certa forma o jogador acaba trabalhando dobrado em alguns casos.

Lute em várias partes do globo.

A jogabilidade em World War Z traz muito desses elementos de sobrevivência, saia do ponto A para o ponto B, recarregue suas munições, cure seus aliados, troque de armas e parta para o próximo checkpoint. Em meio desse trajeto, o jogador terá objetivos que são de acordo com cada missão. Que na maioria das vezes serão para sobreviver a hordas de zumbis, mas com objetivos principais diferentes. O jogo usa essa mecânica repetidas vezes, mas ela é apresentada de forma diferente. Uma grande sacada da desenvolvedora.

Nessa vibe de sobrevivência temos torretas, torretas automáticas, cercas elétricas e muitos pontos para se defender estrategicamente. O jogador também pode escolher entre várias classes com habilidades que podem ser comprados com pontos obtidos no final da partida. Esses pontos podem ser usados também para escolher armas melhores.

UM MULTIPLAYER DINÂMICO

Um dos pontos que mais me deixou curioso era como funcionaria os modos PVP e PVPVE. Como o jogo teve um bom número de cópias vendidas, rapidamente você encontrará uma partida no modo online. Existem alguns modos que já são conhecidos da modalidade PVP, como Dominação, King off Hill, Team Deathmath e algumas variações que possuem um ritmo bem intenso.

Os mapas são bem curtos, mas  possuem muitos objetos para serem escalados, sendo assim trazendo alguns locais de vantagem para fazer muitas abordagens estratégicas.

O modo PVPVE traz um maior dinamismo ao colocar os Zumbis no meio da partida. Imagine seu grupo cercado por outro grupo, ai chega a horda de Zumbis e tudo isso pode mudar.

Ao completar a partida, o jogador ganha moedas que podem ser usadas para comprar skills únicas do modo multiplayer. As skills misturam armas escolhidas e habilidades passivas.

Escolha a melhor classe que combine com seu estilo de jogo.

SOM E GRÁFICOS

World War Z possui gráficos com uma iluminação bem feita, assim como os seus efeitos de sombra, além disso os personagens se apresentam com um design bem desenvolvido. As fases possuem detalhes que caracterizam bem cada localização. A física também traz qualidade ao jogo, com efeitos de explosão e balas atingindo os zumbis. A performance não é prejudicada mesmo com muitos inimigos na tela.

Curta o pôr do sol enquanto ainda pode.

O som é bem feito e passa o terror de ser caçado por hordas gigantescas de zumbis. Não existem legendas em português ou mesmo dublagem algo que poderia ter sido incluído.

OPINIÃO

Um dos melhores jogos de zumbi para se jogar em cooperativo, e quem tem saudades de jogos como Left 4 Dead já pode se sentir representado. Os Modos PVP e PVPVE são bem interessantes e podem dar uma boa continuidade ao jogo. Quem gosta de jogar sozinho não sairá prejudicado, afinal a IA dos outros personagens ajuda bastante e não complica a jogatina no modo solo.

World War Z possui uma quantidade de zumbis absurda, que traz espanto a qualquer jogador. E mesmo com tantos inimigos o jogo ainda mantêm uma ótima performance.

As classes variadas fazem o jogador pensar bem antes de cada partida, e além disso existe um número grande de armas e habilidades trazendo uma ótima customização no seu jeito de jogar.

Algo que ficou bem legal foi fugir da obrigação da adaptação do filme. O jogo seguiu seu próprio caminho, pegando os elementos e os explorando da sua maneira, afinal de contas um mundo infectado possui muitas histórias para contar.

Entenda as nossas notas

Clique e confira na Microsoft Store

Compartilhar.

About Author

Desenvolvedor Web e Analista de TI, gamer assíduo desde a época do Atari, fã de Metal Gear(menos o Phantom Pain) e Gears of War. Ter a oportunidade de trabalhar um pouco com games é um sonho realizado. Falta só ir para E3!!!

Powered by keepvid themefull earn money