fbpx
Promoção Xbox Super Game Sale 2019 – Xbox One

Pouco antes do site receber a cópia para análise, eu já mantinha uma certa expectativa com o jogo. Alguns vídeos que pude ver mostravam um modo campanha mais denso, com inúmeros detalhes a serem estudados e resolvidos fora dos estágios. Após mais de 23 horas jogadas, e algumas irritações, posso concluir em texto a minha ideia sobre WRC 8.

VISUAL e GRÁFICOS

O conhecido menu retorna com uma tela de fundo bem interessante. A tela lhe apresenta uma das máquinas da principal categoria do WRC, e é com ela que você fará seu primeiro teste. Para mim, o teste foi em um Toyota Yaris, mas isso é variável. De primeira, o gráfico se apresenta muito bonito, com uma taxa de quadros constante.

Levando ao pé da letra, ou melhor, espremendo os olhos, é possível enxergar imperfeições. WRC 8 não é um jogo belíssimo. Ele tem sim seus momentos, mas enquanto alguns estágios são lindíssimos, outros são parcos de beleza visual. E não é caso que o país onde o estágio está sendo realizado seja feio, mas há uma visível discrepância de criação entre eles.

Sem contar que a performance do jogo rodando no Xbox One S é aceitável, nada mais que isso. Em alguns momentos, quando em velocidade numa floresta fechada, você nota com muita facilidade o ‘screen tearing’ e queda de quadros por segundo.

Muitas das vezes, por conta da velocidade do carro e seu foco visual no centro da tela, não dá pra perceber a sua volta tudo sendo construído abaixo da velocidade do carro. Por outro lado, WRC 8 apresenta clima dinâmico, e bota dinâmico nisso. É uma beleza a parte. Em alguns estágios, você começa com um ambiente nublado e um tom cinza predominante. Após alguns minutos, começa a cair uma chuva torrencial, que deixa tudo visualmente embaçado. Mais alguns minutos de prova e o sol surge forte no céu, com a iluminação nos cegando através das poças d’água. O dinamismo das intempéries são muito bem feitas, você pode até mesmo notar o tempo mudando de acordo com seu avanço…. e isso nos leva a jogabilidade.

JOGABILIDADE

Jogar WRC 8 é um tanto intuitivo, como qualquer outro jogo de corrida. Porém, o rally é conhecidamente um esporte difícil, onde poucos pilotos se destacam com facilidade e os que conseguem, tornam-se lendas do automobilismo quase que de maneira instantânea.  Tendo isso em mente, saiba a pedreira que você terá pela frente.

Dominar a arte do drifting é essencial, e muito bem vinda, pois, você fará uso dela constantemente. O primeiro estágio do rally (Monte Carlo) é um teste de paciência, com ruas estreitas, muitas curvas cegas, muitas curvas em cotovelo e, pra piorar ainda mais, boa parte dele é na neve. Essa foi a minha primeira irritação com o jogo. Se você sobreviver ao rally de Monte Carlo, considere-se apto a continuar pelo jogo. Sorte (ou não) que ela já é a primeira do calendário, assim dá tempo de você desistir de viver (Sim, é).

O icônico VW Polo R

WRC 8 se mostra mais difícil que seu antecessor, e deixa o jogador limitado com relação as tentativas. Errou? Tenta novamente. Porém para o modo Médio, Difícil e Autêntico você tem apenas 04 tentativas. Tentativas ilimitadas (as mais indicadas para os recém chegados a franquia) somente no modo Fácil. Você ainda tem a opção de PermaCrash, que limita suas tentativas a apenas uma, independente da dificuldade escolhida. Pura audácia do jogo.

Conversando com alguns amigos, essa forma de limitar as tentativas, pressionando o jogador a ser exímio, tem origem no Dirt Rally, franquia da Codemasters. Aqui eu não posso confirmar, ou até mesmo opinar sobre, pois Dirt Rally eu não joguei (ambos).

Oficina pré estágio. Meu meteorologista faltou esse dia…

WRC 8 tem modo Partida Rápida (que você pode escolher qualquer país, estágio, equipe e carro), Temporada (que simula um campeonato pra você), Área de Testes (um espaço livre pra você fazer testar livremente o carro escolhido), Treinamento (uma série de exercícios pra você treinar princípios básicos e avançados do rally), Multiplayer (este divididos por categorias como Tela Dividida, Eventos Online e Eventos com data marcada, este último geralmente realizado pela própria produtora) e lógico, o modo Carreira.

Para o modo Carreira há uma inovação muito importante, que é o resultado da soma de duas particularidades de outras diferentes franquias… e isso nos leva ao Gerenciamento de Equipe.

GERENCIAMENTO DE EQUIPE, UPGRADES e RECURSOS

Como disse no início do texto, o que me chamou a atenção para esse jogo foi sua campanha densa e os pequenos detalhes que vinham junto. Eu já havia jogado o WRC 7 e tava esperançoso com relação a este título, justamente pela sua campanha offline.

Logo que você ingressa ao modo, o tutorial te põe dentro da situação de gerenciar esta equipe. Como já é conhecido da construção de jogos da franquia WRC, pela francesa Kylotonn, o trivial está lá, mas a narradora do tutorial faz questão de apresentar a você esse novo modo de gerenciamento em específico. Nele você tem que usar cartas de equipes, com cargos diferenciados, que lhe dão porcentagens, e/ou vantagens, sobre algo em específico. As cartas podem ser adquiridas através de recrutamento (em dinheiro) ou também como recompensa por um bom resultado no estágio.

Menu de Gerenciamento de Equipe

Para ter uma precisão meteorológica, você precisa de um bom Meteorologista. Tendo uma pessoa qualificada nessa vaga, você terá uma precisão cada vez mais alta do tempo. Lembra que citei que o clima no jogo é dinâmico? Pois então, se você tiver um colaborador de baixo nível, ele poderá errar a previsão e te deixar com pneus errados para a prova. Um desastre.

O mesmo se enquadra para a vaga de Mecânico. Ter uma pessoa de alto nível, significa ter um profissional que arruma tudo dentro do prazo e deixa o carro muito bem configurado. Uma pessoa de baixo nível levará preciosos minutos pra trocar 04 pneus. Tempo no rally é tudo, você tem apenas 45 minutos para arrumar o carro entre dois estágios. É muito comum ter que ir para o estágio com o carro ainda quebrado por falta de tempo pra arrumar.

Meteorologista de alto nível aplica até a porcentagem exata

A vaga de Agente é semelhante de um “relações públicas”. Essa vaga aumenta suas chances de participar de eventos raros. Eventos raros pagam bem e dão bastante pontos de experiência, além de reputação com o fabricante. Um agente baixo nível te deixará no limbo, sem participar de nada, quando muito um evento aqui outro acolá.

O Diretor Financeiro é responsável pela receita da equipe. A vaga sendo preenchida por alguém de alto nível, lhe trará uma redução de custos e por consequência uma estabilidade financeira maior. Alguém de baixo nível irá levar sua equipe para o buraco. Você não terá a mínima ideia do motivo de estar gastando tanto dinheiro, mas ele é o responsável.

O Engenheiro é o responsável pelo ganho de experiência e quanto maior o seu nível, maior a porcentagem de experiência adquirida ao longo do campeonato, bem como dos eventos raros. Sim, ele é um ótimo par com a vaga do agente.

Menu de Gerenciamento de Equipe já bem nivelado, veja as estatísticas

Se você acha que isso, por si só já vale a experiência de “cuidar” de uma equipe, saiba você que eles possuem um salário, ou seja, você precisa pensar na sua estabilidade financeira, ao longo do campeonato, pois tudo o que acontece nos estágios, você precisa pagar. Sim, bater o carro não é saudável financeiramente dizendo. Bem vindo a vida.

E como não é só de salário que vive o homem, temos a vaga de Fisioterapeuta. Sim, você leu certo. Os funcionários de sua equipe se fadigam e precisam ser substituídos com frequência. Com essa vaga ocupada, a tendência é eles se fadigarem menos. É interessante que você tenha 02 ou 03 de cada vaga, mas o difícil mesmo é manter o nível deles sempre.

Mecânico de nível “lendário” arruma todo o carro e ainda sobra tempo

Dentro dos níveis dos funcionários tem uma divisão em cores que determina sua “preciosidade”. Pode ser comum, incomum, raro, épico e lendário. Quase um RPG, não é mesmo? Foi isso que despertou meu interesse nesse jogo, e espero, de coração, que isso sirva de influência pra tantos outros jogos de corrida por aí.

Caso você venha trocar de escuderia ou mesmo suba de divisão dentro do rally, (o mundial de rally é dividido entre WRC Junior, WRC 2, WRC 2 Pro e WRC) a sua equipe (suas cartas) te acompanham. Essas cartas lembram diretamente o FUT, da franquia de futebol FIFA.

Upgrades em ramificações também estão presentes no jogo

Ainda há upgrades em ramificações que podem ser usados com pontos adquiridos quando subir de nível (pontos acumulados de experiência). Estes são exclusivos do carro/escuderia, e uma vez que você mudar, seja de divisão ou escuderia, ele será alterado para o foco da escuderia escolhida. Essas ramificações são: Equipe, Escuderia, Desempenho e Confiabilidade. Estes dois últimos disponíveis somente nas últimas divisões do WRC.

Os pontos são limitados a 50, portanto você jamais conseguirá comprar todos os upgrades de todas as ramificações. Se pretende ficar por muito tempo em uma escuderia, você precisará pensar onde gastar seus ricos e escassos pontos de upgrade. Esse sistema de ramificações e upgrades é muito semelhante ao visto em F1 2019.

SOM

Na concepção de alguém que não se considera audiófilo, este foi o quesito menos alterado em relação ao jogo anterior. As vezes eu até sentia que o som dos carros estava estranho, na verdade. Esse tipo de percepção eu não tive no anterior.

Câmbio e freios com problemas, os tempos piorando, noite, chuva e neve. Isso é rally!

DIFICULDADE ou PROBLEMA?

De poucas coisas que me irritaram no jogo, a diferença de dificuldade foi a que mais me chamou atenção. WRC 7 nem é tão difícil assim, é agradável e altamente adaptável. Em WRC 8 eu senti que a produtora Kylotonn almejou jogadores do consolidado Dirt Rally 2.0.

Tudo bem a produtora visar atingir um público diferente. Porém, a mecânica do jogo parece ter sido demasiadamente alterada para atender jogadores que priorizam o uso de volante, e isso não ficou bacana. Talvez, com muitos acertos de jogabilidade, eu consiga achar um ponto exato para meu estilo de jogo, mas confesso que isso afasta jogadores menos hardcore.

Ausente da divisão principal, o VW Polo compete na WRC 2, com “apenas” 280 cavalos

Não que eu seja hardcore, muito longe disso… até mesmo porque eu ainda não achei meu ‘ponto exato de jogabilidade’. Talvez eu nem mesmo encontre, eu ainda estou apanhando do jogo. Eu não consegui chegar a categoria principal do WRC e estou na terceira temporada do WRC 2 Pro, justamente pois não consigo me manter no topo da lista de pilotos.

Além da dificuldade ser um obstáculo, você ainda precisa lidar com bugs e crashes que, infelizmente, estragam a diversão. WRC 8 crasha de uma forma tão imbecil que você se sente inútil frente a televisão: o jogo trava e desliga seu console. Isso mesmo, desliga.

Você fica tão impotente diante dessa situação, pois até mesmo o controle perde o sincronismo, obrigando você ir até o console para religá-lo. Ir até o console não é frustrante, mas ter de fazer isso porque o jogo simplesmente trouxe um erro grotesco de programação, sim, é frustrante.

Ocorreram também algumas vezes de, do nada, durante um estágio, um véu preto cobrir a tela me deixando totalmente ás cegas. Somente os HUDs permaneciam na tela, mas o traçado, o carro e a paisagem simplesmente sumiam. Só retornavam após reiniciar o jogo na dashboard. Porém, este último caso, a produtora já providenciou uma atualização que resolve o problema.

Essa máquina é bonita demais

CONCLUSÃO

WRC 8 é um competente jogo de corridas, que simula muito bem o campeonato mundial de rally. Você tem todas as categorias, todos os carros, equipes e até alguns carros icônicos, verdadeiros monstros do passado, para competir em eventos históricos.

O rally é de fato uma categoria muito exigente, que estressa o piloto e extrai dele toda sua habilidade. As mudanças na física do jogo, propostas para esse ano, dificultaram ainda mais o avanço dentro dele e, eu não consigo visualizar isso sendo um chamariz para novos jogadores, mas entendo o público que a desenvolvedora deseja alcançar.

Com os problemas de performance visual citados, os frequentes crashs de sistema e a dificuldade um tanto quanto desajustada, eu não sei dizer se esse robusto sistema de gerenciamento de equipe será suficiente para manter o título bem quisto entre os jogadores. Para os fãs de longa data do WRC ele é bem quisto, sempre.

Entenda as nossas notas

Clique e confira na Microsoft Store

Compartilhar.

About Author

Eu sou um cara muito simples: Eu vejo Halo, eu dou Like. Me adiciona na Xbox Live, minha gamertag: Vingador Brambz

Powered by keepvid themefull earn money