fbpx
Promoção Xbox Super Game Sale 2019 – Xbox One

Trine é uma franquia com jogos conhecidos por seus quebra-cabeças baseados em física e seus belos ambientes. Trine 4: The Nightmare Prince marca o retorno desse mundo e da franquia ao Xbox, e também traz todo o aprendizado que o estúdio absorveu durante todos os esses anos, tanto com os acertos quanto os erros, e que serviu para fazer com que o novo jogo seja maior, melhor e mais bonito.

O jogo da Frozenbyte está de volta não apenas com cenários belíssimos, mas também uma jogabilidade muito estratégica e com uma narrativa bem interessante, que muitas vezes soa como se estivéssemos dentro de uma fábula que está sendo narrada especialmente para você.

Trine 4: The Nightmare Prince não inova tanto na sua fórmula já estabelecida, o que não é necessariamente ruim, pois os desenvolvedores fazem isso com grande competência ao apresentar seu mundo para os jogadores.

História

Em Trine 4: The Nightmare Prince acompanhamos a jornada do arrogante príncipe Selius, que de tanto estudar a magia e tentar dominar seus poderes, acabou libertando algum tipo de maldição. Esse grande mal faz com que os maiores medos dele, e dos outros ao seu redor, se tornem realidade, inundando o reino de criaturas sombrias e perigosas, que estão longe serem controladas pelo príncipe. Para ajudar na missão de encontrar Sellius, que fugiu desesperado ao se deparar com seus pesadelos, e tentar resolver todo esse problema, temos a volta os grandes heróis da série: a ladra Zoya, o mago Amadeus e o cavaleiro Pontius. A narrativa é uma grande corrida contra o tempo para alcançar o príncipe antes que o mal se espalhe por todo o reino.

A ideia da franquia é trazer histórias que soem como algo que saiu de um conto de fadas, e levar o jogador para dentro daquele universo, enquanto se aventuram por puzzles e combates. Mesmo que não seja nada de extraordinário, pois o foco na série sempre foi o seu gameplay, que realmente coloca o jogador para pensar em como avançar através dos seus puzzles, a narrativa funciona bem como pano de fundo, e sua apresentação mais simplificada não prejudica a diversão do jogo. A história é interessante de acompanhar e realmente ficamos curiosos em saber como tudo aquilo irá terminar.

Jogabilidade

Assim como os jogos anteriores da série, Trine 4: The Nightmare Prince tem grande foco nos seus puzzles para a progressão dos cenários, onde precisamos usar as habilidades de todos os personagens para conseguir avançar. O mais interessante nesse sistema de Trine é que você nunca fica preso a um único personagem, pois irá precisar entender cada um deles para seguir a sua jornada. O trabalho de equipe é a chave para o sucesso, seja jogando sozinho ou com outros jogadores.

Sim, em Trine 4 você pode jogar sozinho ou com até 4 amigos, onde a coordenação e trabalho de equipe são essenciais. Mas não pense que mais gente no grupo significa maior facilidade na resolução dos puzzles, pois tanto eles, quanto as batalhas contra inimigos e bossses são adaptados de acordo com o número de jogadores presentes. Mesmo que isso signifique um aumento na dificuldade, também permite que o jogo sempre fique interessante e desafiador.

Cada um dos personagens possui suas próprias particularidades e utilidade em combate e para os puzzles. A ladra Zoya usa um arco e flecha e um gancho que ajuda bastante a se locomover pelo cenário, pois se fixa em diversas superfícies. Além disso, seu arco e flecha são perfeitos para derrotar os inimigos à longa distância, e ainda podemos usar flechas de gelo e fogo. Depois temos o cavaleiro Pontius, que usa a força para derrotar os inimigos e destruir partes do cenário. Ele usa espada para atacar e um escudo para se defender. Por fim temos o feiticeiro Amadeus, ele utiliza a magia para criar objetos, como rampas ou caixas, e movimentá-los pelo cenário, além de poder movimentar alguns objetos já existentes nos ambientes.

Cada um deles possui uma árvore de habilidades, onde podemos desbloquear melhorias e nova habilidades com uso de certas quantidades de colecionáveis encontrados nos cenários, que são os frascos de poção na cor rosa, então é muito importante explorar cada área dos mapas para encontrar esses itens valiosos.

Os puzzles continuam muito interessantes e com diversas maneiras de serem executados, o mesmo puzzle pode ser resolvido de diversas maneiras, isso exige que o jogador monte a sua própria tática para seguir adiante, e isso é uma das coisas mais legais de Trine. Os desafios são inteligentes e possuem o timing perfeito, não estragando em nenhum momento a ação do jogo. Além disso, eles estão bem desafiadores em Trine 4 e irão demandar muita concentração e criatividade dos jogadores.

Mas não é só de puzzles que vive Trine 4: The Nightmare Prince, pois o jogo ainda possui alguns trechos com inimigos e até mesmo bosses. As lutas contra inimigos normais estão melhores que os seus antecessores, pois os inimigos variam em cada combate e possuem estilos diferentes de ataque, sempre fazendo com que os jogadores prestem bastante atenção a quais inimigos apareceram para o combate, e a melhor maneira de derrotá-los. Já os bosses possuem batalhas realmente interessantes, onde cada um traz uma mecânica única, onde precisamos observar bem seu padrão de ataques para poder ter êxito. Não basta apenas atacar, pois também precisamos entender qual a maneira de causar dano ao chefão.

Assim, como eu antecessores, Trine 4 também possui diversos colecionáveis em forma de cartas e itens, que contam mais detalhes do universo da série e esse seu mais novo capítulo, o que motiva os jogadores a explorarem cada cantinho desse reino de Trine em busca de mais informações.

Gráficos e Som

A parte visual de Trine 4: The Nightmare Prince é um espetáculo à parte. O jogo apresenta ambientes detalhados e bem coloridos, que oferecem uma explosão de cores na tela. Os cenários são bem variados e contam com uma ambientação belíssima e texturas muito bem trabalhadas, além uma profundidade sensacional em diversas partes, sendo algo que enriquece ainda mais o já excelente trabalho visual. O trabalho de iluminação e as partículas espalhadas pela tela também embelezam ainda mais o jogo.

O desempenho é muito bom e segue estável durante toda a jogatina, sem quedas de frames ou travamentos. Tudo ocorre de forma muito suave e deixa a jornada ainda mais deliciosa de ser vivenciada. Presenciei pequenos bugs com alguns objetos criados pelo mago Amadeus, e a interação deles com os outros personagens e com algumas partes dos cenários, mas foi algo bem pontual e que não atrapalhou o gameplay.

A trilha sonora funciona muito bem, dando um tom de fantasia delicioso para Trine 4: The Nightmare Prince. Você se sente realmente inserido dentro daquele mundo, pois as canções e temas te carregam para dentro dele. Além disso, a dublagem dos personagens está muito bem-feita, deixando os diálogos interessantes de acompanhar. O narrador está presente novamente, e traz todo aquele clima de acompanhar uma história que está sendo contada diretamente para você, como um livro de fábulas, sempre te explicando antes de cada capítulo o que vem pela frente.

Para melhorar, ainda mais esse pacote encantador, o jogo possui todos os diálogos e menus em português do Brasil.

Opinião

Trine 4: The Nightmare Prince melhora todos os aspectos da série e impressiona com gráficos e cenários belíssimos, jogabilidade divertida e desafiadora, e uma história que realmente atiça nossa curiosidade de saber o que vai acontecer até o seu desfecho. Estamos sempre envoltos naquele clima gostoso de conto de fadas, seja pelo universo mostrado na tela, seja por seus personagens e narrativa. Um pacote impressionante.

O jogo apresenta pouquíssimos problemas, e os poucos que existem não atrapalham a diversão, e são insignificantes frente a qualidade técnica dos puzzles e a exuberante direção de arte do título, que nos oferece uma obra belíssima e marcante.

Entenda as nossas notas.

Trine 4: The Nightmare Prince será lançado amanhã, dia 08, mas já pode ser pré-encomendado na Microsoft Store.

Clique e confira na Microsoft Store

Vale lembrar que também chega as lojas no dia 08 de outubro, a coletânea Trine: Ultimate Collection, que posssui todos os quatro jogos lançados.

Clique e confira na Microsoft Store

Compartilhar.

About Author

Administradora de Empresas, mas apaixonada pelo mundo dos games e pelo Xbox!Fã da incrível e complexa franquia Halo e de seu icônico líder, o Master Chief. Também apaixonada por Dragon Age e seu universo magnífico. Ahhh e quem disse que Dark Souls não é divertido? :DSempre ligada nas notícias e novidades do lado verde da força!

Powered by keepvid themefull earn money