fbpx
Membros Gold e Ultimate tem Desconto Duplo - Economize até 60%

Muitos jogadores de Xbox não fazem ideia de quem eu vou falar agora, mas a pessoa em questão é deveras arrogante, rabugento e resmungão. Se você o conhece, você já deve ter ouvido falar “por aí” de suas peripécias.

Hideki Kamiya não é bem o cara legal da indústria de jogos. Autoritário em seu perfil de Twitter, bloqueia todos que conversam em inglês com ele ou o marcam em alguma postagem. Não se sabe como, mas ele é a cara da Platinum Games… e isso por si só já é lamentável para o estúdio.

No entanto, existem muitas outras coisas que deixam a imagem de Hideki Kamiya queimada perante os jogadores e fãs do estúdio. Após o episódio Scalebound, o estúdio manteve uma postura de silêncio absoluto sobre o assunto, mesmo com a Microsoft tomando toda a culpa, de todos os lados, pelo cancelamento do jogo.

Após algum tempo e, consequentemente, o assunto já ter sido esquecido, Atushi Inaba, diretor da Platinum Games, assumiu que o estúdio tivera muitos problemas durante o desenvolvimento e citou ainda que “foi difícil ver a Microsoft levar toda a culpa“. Onde estava Hideki nesse momento? Provavelmente debruçado sobre outro projeto ambicioso, sem tempo algum de responder seus fãs ou até mesmo pra terminar o jogo.

No meu ponto de vista, Scalebound nem era isso tudo, mas respeito quem estava ansioso pelo jogo. O problema é que a postura controversa da Platinum Games não parou por aí. Recentemente tivemos a notícia que Wonderful 101, um jogo vindouro de Nintendo, não chegaria ao Xbox One por falta de dinheiro. O estúdio assume que faltou grana para lançar o jogo para o console.

Digamos que isso seja até válido mas, a incoerência se dá pelo fato do jogo ter sido financiado via KickStarter e a meta ter sido atingida. Então, não era o caso da meta ter sido maior desde o início? Quando a meta foi estipulada, o console não estava nos planos? A estranheza fica ainda mais notável quando você olha a lista de metas a atingir do financiamento coletivo

Em nenhum dos parâmetros e valores estipulados você encontra o console Xbox One. Claramente, Hideki não tinha intenção de trazer o jogo para o Xbox One mas a “falta de dinheiro” foi o problema. Se até aqui você ainda não entendeu que Hideki é um irresponsável com a Microsoft, continue lendo.

Um ex-desenvolvedor da Platinum Games resolveu expor no Twitter os problemas que acarretaram o cancelamento de Scalebound, citando inclusive os problemas pós-cancelamento. Ele tomou essa decisão após Hideki Kamiya fazer uma brincadeira, enquanto bebendo (talvez comemorando algo do jogo Wonderful 101), onde esbravejou que queria “terminar Scalebound“, clamando ainda que a Microsoft deveria “mandar um email pra ele“.

Tivemos a nossa chance [de fazer Scalebound]. Fracassamos. Eles sabem por que fracassamos. Muitas pessoas boas nos deixaram depois de fracassarmos. Algumas porque nós fracassamos. Estou triste que isto agora virou um meme de bêbados.

Toda a situação foi constrangedora na época, a Microsoft carregou toda a culpa, Hideki se mantém egocêntrico, não cita nada sobre o assunto do cancelamento, e ainda faz chacota durante uma comemoração de um jogo em que ele claramente quer mais dinheiro da Microsoft pra fazer algo que já está ao alcance. 1 milhão pelo modo Time Attack? Irresponsável!

Esse papo de que Wonderful 101 não pode chegar ao Xbox One é muita furada, pois o mesmo será disponibilizado pra PC e a Microsoft tem excelentes ferramentas de conversão com sua UWP (Ultimate Windows Plataform).

A Platinum Games criou alguns jogos de boa qualidade. Eu mesmo posso citar dois dos quais falo muito bem sempre que posso, que são Vanquish e Bayonetta (ambos lançados recentemente em versão remasterizada). As pessoas podem citar outros jogos que eu desconheço, mas o que permanece é a cara de Hideki Kamiya ao estúdio, que sempre que pode (ou acha que deveria estar nos holofotes da mídia) cita a Microsoft ou Scalebound nas redes sociais ou em entrevistas… sempre com um tom arrogante e egocêntrico.

Será que é possível separar “obra” de “autor” com facilidade? Será que algum dia a Microsoft vai confiar em Hideki Kamiya novamente?

Compartilhar.

About Author

Eu sou um cara muito simples: Eu vejo Halo, eu dou Like. Me adiciona na Xbox Live, minha gamertag: Vingador Brambz

Powered by keepvid themefull earn money