fbpx
Xbox Game Pass Ultimate: Inscreva-se por R$5

Um dos pilares do Xbox Series X é o respeito ao legado dos jogadores, possibilitando continuar jogando uma série de jogos de gerações anteriores no seu console atual. No novo console, será possível jogar todos os jogos lançados no Xbox One, além de todos os títulos suportados do Xbox Original e Xbox 360. O que, por si só, garante uma biblioteca robusta de jogos já no lançamento da máquina.

Só a lista de jogos do retrocompatíveis do Xbox Original e Xbox 360 somam, ate o momento, 608 jogos. Se somarmos isso com todos os jogos já lançados para o Xbox One, e os que ainda estão a caminho do console, esse número, facilmente, ultrapassa a casa dos mil. Além disso, ainda existe o excelente serviço Xbox Game Pass, que adiciona mais suas centenas de jogos.

Também não podemos nos esquecer dos jogos que estão sendo desenvolvidos pelo Xbox Game Studios, que liderados por Halo Infinite, irão dar ainda mais brilho para o Xbox Series X, criando aquela que é considerada a maior e melhor linha de exclusivos da história do Xbox. Sem dúvida, a biblioteca mais impressionante já feita para o lançamento de um console.

Mas o Xbox Series X não se trata apenas de quantidade, mas também no foco na qualidade oferecida para que esses jogos rodem melhor no console do que em qualquer outra plataforma. Esses jogos retrocompatíveis também irão de beneficiar da potência da CPU, GPU e SSD da máquina. Sem modo boost, sem downclocking.

Isso significa que os títulos serão executados com o desempenho máximo para o qual foram originalmente projetados, mas com muitas vezes mais o desempenho visto em sua plataforma de lançamento original, resultando em taxas de quadros mais altas, e mais estáveis, ​​renderização com a máxima resolução e qualidade visual. Esses títulos compatíveis também terão reduções significativas nos tempos de carregamento no jogo. Um combo que só é possível com a Xbox Velocity Architecture, que oferece uma combinação de hardware personalizado e profunda integração de software, que permite que os desenvolvedores melhorem radicalmente o fluxo de ativos e multipliquem efetivamente a memória disponível. Isso permitirá mundos mais ricos, vivos e dinâmicos, além de tempos de carregamento mínimos, ela também promete oferecer mundos muito maiores e mais atraentes.

Outra novidade é a parceria feita com a Xbox Advanced Technology Group, que permite que o Xbox Series X ofereça uma nova e inovadora técnica de reconstrução HDR, que permite à plataforma adicionar automaticamente suporte HDR aos jogos, até mesmo em jogos do Xbox 360 e do Xbox Original, desenvolvidos há quase 20 anos atrás, quando nem existia o HDR.

Por fim, a Microsoft afirma que o time da retrocompatibilidade está trabalhando duro para ir além, e está desenvolvendo uma série de novas técnicas para que ainda mais títulos sejam executados em resoluções e qualidade de imagem mais altas, mas respeitando a intenção artística e a visão dos criadores originais. Também está sendo implementada a capacidade de dobrar a taxa de quadros de um série de jogos, indo de 30 fps para 60 fps ou 60 fps para 120 fps. Mais novidades serão compartilhadas em breve.

O Xbox Series X segue com a previsão de lançamento definida para o final de 2020. Vale lembrar, que em julho haverá um Inside Xbox especial apenas para mostrar os jogos que estão sendo desevolvidos pelo Xbox Game Studios.

Compartilhar.

About Author

Administradora de Empresas, mas apaixonada pelo mundo dos games e pelo Xbox!Fã da incrível e complexa franquia Halo e de seu icônico líder, o Master Chief. Também apaixonada por Dragon Age e seu universo magnífico. Ahhh e quem disse que Dark Souls não é divertido? :DSempre ligada nas notícias e novidades do lado verde da força!

Powered by keepvid themefull earn money