fbpx
Membros Gold e Ultimate tem Desconto Duplo - Economize até 60%

Com a atual crise pandêmica que vivemos, o consumo digital teve um crescimento absurdo de demanda. Compras online, que antes eram esporádicas, se tornaram cotidianas para coisas básicas como comida, por exemplo. É com isso em mente que, durante a entrevista ao site Wired, Phil Spencer comentou sobre o futuro do Xbox.

Hoje nós temos uma acessibilidade de plataformas gigantescas. Não há muitas amarras, em se tratando de conteúdo digital. Hoje você pode consumir Spotify no seu PC, NetFlix no celular…. e vice-versa. A visão de Phil Spencer para o futuro da marca Xbox segue exatamente essa linha.

“A longo prazo, para mim, é uma questão sobre a viabilidade da televisão. Existe esse cálculo, essa partida de xadrez que estamos jogando. Não são apenas Damas”

A partida de xadrez de Phil Spencer não é contra a Sony ou Nintendo; é contra as tendências em constante mudança de como 2 bilhões de jogadores em todo o mundo consomem mídia. O Xbox Series X será o console mais poderoso do mundo mas ele não estará sozinho para carregar a bandeira do Xbox Game Studios. Hoje você tem o Play Anywhere, pra jogar no PC e console. Tem-se também o Xbox Game Pass Ultimate, que faz as amarras entre contas de console e PC. Temos também o avanço do Project xCloud que tornará aparelhos simples com boa conexão de internet, em aparelhos prontos para jogar algum título da Xbox Game Studios.

Ainda sobre a visão de Phil Spencer, ele dá ênfase inclusive ao crossplay e ressalta:

“Vamos nos concentrar no jogador e nos dispositivos que eles têm que se encaixam no seu estilo de vida. Este mundo em que o hardware que você comprou nos impede de jogarmos juntos parece totalmente estranho no mundo de hoje”

Já sobre os console da Microsoft, Phil Spencer aborda o assunto e afirma que o Xbox Series X não será o último console da gigante de Redmond. Ele acredita que o apelo da TV existe e ainda existirá por um tempo.

Eu gosto de assistir TV. Eu gosto de jogar na TV. É onde eu toco a maior parte do tempo. Acho que haverá – por um longo tempo – um mundo em que as pessoas querem jogar na televisão, e estamos comprometidos com isso e ofereceremos ótimas experiências de console. Não acho que o Series X seja nosso último console. Acho que faremos mais consoles para fazer com que essa ótima experiência de jogo na televisão funcione e seja agradável. ”

E mesmo que o futuro seja inverso, a Microsoft já vem se preparando para outra ações e outros terrenos. A entrevista finaliza com Phil Spencer defendendo a pluralidade de ideias da empresa:

O bom de estar em uma empresa na escala da Microsoft é que somos capazes de fazer apostas em muitas dessas frentes e não somos realmente dependentes de nenhum desses tipos individuais de negócios ou relacionamentos para ter sucesso”

O evento de julho trará muito mais horizontes para o futuro do Xbox, bem como o próximo “console mais poderoso do mundo” e suas possibilidades. Todo este futuro está sendo moldado de acordo com os pensamentos plurais da empresa, defendendo a inclusão dos jogadores, indiferentes de suas bases vindouras. Tendo ainda em mente, todo o custo benefício que a família Xbox pode proporcionar.

 

Compartilhar.

About Author

Eu sou um cara muito simples: Eu vejo Halo, eu dou Like. Me adiciona na Xbox Live, minha gamertag: Vingador Brambz

Powered by keepvid themefull earn money