fbpx
Membros Gold e Ultimate tem Desconto Duplo - Economize até 60%

Dentre os jogos independentes lançados em 2019, Remnant: From the Ashes foi, tranquilamente, um dos melhores deles. Dez meses depois, o jogo recebe seu primeiro DLC pago, Swamp of Corsus, que adiciona novas dungeons, armas, inimigos e modos.

Será que este DLC merece ver a cor do seu dinheiro? É o que você confere em nossa análise.

Uma nova ameaça

Após o final da campanha principal de Remnant: From the Ashes, a Raiz, fonte de todo mal do universo do jogo, acabou enfraquecida, mas não se extinguiu totalmente. Isso foi o bastante para que outras ameaças se aproveitassem para aumentar sua influência. É o caso do mundo de Corsus.

A rainha ficou boladona

Quem chegou a se aventurar pela campanha do jogo, deve lembrar que os pântanos do planeta Corsus estavam sob controle de uma entidade denominada Iskal. Os Iskal dominaram o povo nativo do planeta como um parasita, mas seu avanço por outros mundos fora impedido pela Raiz. Agora que a Raiz estava fora do caminho, era questão de tempo até que os Iskal começassem a expandir seus domínios.

E então é chegada a hora dos jogadores acabarem com esta nova ameaça, antes que fosse tarde demais.

Um novo ciclo se inicia

Com o pano de fundo apresentado, fui direto para o mundo de Corsus pronto para atirar em tudo que visse pela frente. Logo que cheguei, fui surpreendido. Estava tudo igual. Mesmos NPCs. Mesmos diálogos. Chefes derrotados. Ué… o que precisava ser feito? Parece que se inspiraram em Dark Souls até na hora de entrar no conteúdo adicional.

Aqui vamos nós…

Percebi que estava errando no modo de jogo que escolhia. Swamp of Corsus não podia ser acessado pela campanha, mas pelo modo Aventura. Este modo é basicamente uma campanha, sem história. Você poderia iniciar uma jornada no mundo que desejasse e derrotar seus chefes. É um modo ideal para quem quer apenas material de um mundo específico, dispensando repetir o clico de zerar o jogo diversas vezes.

Ok, tudo certo desta vez. Fui no modo correto e diretamente em Corsus. Tirando algumas partes do cenário, tudo parecia igual. Mas pelo menos os chefes tinham voltado. Então avancei. Derrotei. Avancei de novo. E tudo parecia igual e, assim, ia me frustrando. O problema é que eu já havia esquecido como Remnant funciona. O jogo possui mundos procedurais, onde você encontra inimigos, chefes e NPCs diferentes em cada jornada.

Foi só recomeçar a mesma aventura, que percebi a diferença. Enfrentei um chefe novo, que era acessado por uma nova dungeon. Então conversei com um novo NPC, que trazia mais informações sobre o mundo de Corsus antes dos Iskal o dominarem. Aos poucos, comecei a me lembrar o por que gostei tanto do jogo base.

Justificando seu conteúdo

O mundo procedural. Os chefes que mudam a cada jornada. A história subjetiva que era contada por NPCs e descrições em itens. Características que me fizeram revisitar o jogo base várias vezes, estavam presentes em Swamp of Corsus.

Mais do que derrotar chefes, a diversão era complementada pelos novos equipamentos presentes no jogo. Armas cada vez mais poderosas, essenciais para acabar com a ameaça dos Iskal. Mesmo com meu personagem bem evoluído (foram mais de 143 pontos gastos), jogar no nível normal e sozinho não era tarefa fácil. Logo, a aventura em cooperativo aqui é de muita importância.

Novos mistérios estão escondidos nos pântanos de Corsus

Caso esteja em busca de uma aventura ainda mais desafiadora, você pode se aventurar no modo Sobrevivência, exclusivo  de Swamp of Corsus. A premissa não é muito diferente de outros jogos que apresentam o mesmo modo. Você e seu grupo iniciam com personagens novos, apenas com uma espada e uma pistola, e deverão sobreviver a ondas cada vez mais viscerais de inimigos.

Assim como novos perigos…

É preciso ter muita atenção na hora de administrar os itens entre os membros do grupo, uma vez que os recursos são escassos. Ah, e tudo deve ser feito de maneira rápida. O modo possui um contador no canto da tela e a cada minuto que se passa, os monstros ficam mais fortes. Isso acaba tirando os jogadores de uma postura defensiva, forçando-os a serem agressivos e acabarem com os inimigos mais rapidamente.

 Quanto mais tempo os jogadores sobreviverem, maior serão os prêmios para gastar nos vendedores do jogo.

Opinião

Por um preço camarada, Swamp of Corsus é uma excelente adição ao mundo de Remnant: From The Ashes. Além de enriquecer a história do jogo, que é repleta de segredos revelados a cada nova jornada, o jogo traz modos extremamente viciantes. Quem curtiu o jogo base, certamente se deliciará com horas e horas de jogatina para farmar novos itens e tornar seu personagem ainda mais poderoso.

Entenda nossas notas

Não deixe de conferir nossas impressões de Remnant: From the Ashes aqui!

Compartilhar.

About Author

Aficionado pela cultura geek. Se o cinema é a sétima arte, os games são a oitava. Entrou no mundo dos consoles no NES e desde então vem acompanhando a geração dos games até o Xbox One. Caçador de indies, nas horas vagas tenta ser biólogo.

Powered by keepvid themefull earn money