fbpx
Xbox Game Pass Ultimate: Inscreva-se por R$1

Quando Assetto Corsa chegou aos consoles, ele trouxe não somente um novo título de corridas, mas uma nova tentativa de um jogo mais voltado para o público hardcore. Se eu considero jogos de corridas um gênero de nicho, imagine um que leva a simulação extrema ao seu ápice?

A revelação de que Assetto Corsa Competizzione chegaria aos consoles, foi comemorada por vários destes que se encaixam nesse extremo nicho, porém nem tudo foi positivo, pois a afirmação do jogo rodar apenas 30 quadros por segundo desmotivou vários. Será que isso realmente implica em algo ou era muito luxo?

Assetto Corsa Competizzione, assim como o anterior, não é um jogo para qualquer um. E, longe de citar memes por aqui, mas isso é um fato. O jogo se apresenta como um ponto fora da curva para todos aqueles que buscam uma simulação pesada, penalidades extras, conteúdo crível e realístico, além de uma jogabilidade criada especificamente para este título, tudo graças ao Kunos Simulazioni.

JOGABILIDADE

Esse nome bacana é o resumo de tudo que constrói o título Assetto Corsa: Kudos Simulazzioni. É partindo dele que você tem toda a construção física da jogabilidade. Não é a melhor jogabilidade que você irá encarar, mas, de fato, ao que ela se propõe, ela faz com esmero.

A jogabilidade deste jogo é algo definitivamente especial. Você consegue sentir diferenças mínimas como conjunto de pneus, temperatura de uso, pressão de ar, mudanças no amortecedor e seu curso, aerodinâmica e lógico, os carros. Ah, os carros. Eu confesso que levei pouco tempo pra acertar meu carro, mas olha, a mudança foi da água pro vinho.

A real é que a jogabilidade de Assetto Corsa Competizzione apela muito pra uma configuração minimalista, configuração essa que você jamais irá alcançar em um controle. Sim, infelizmente. Eu consegui chegar a uma posição confortável e até mesmo brigar por números baixos de volta, mas verdade seja dita: com um volante você vai conseguir tirar ‘leite de pedra’ neste jogo.

Esse era um medo real que eu tinha antes de iniciar o jogo e, sério, eu relutei por dias antes de aceitar jogar esse título para criar essa análise. Eu não tenho um volante, não pretendo ter um tão cedo, mas como seria jogá-lo no controle? Acho que esse desafio me chamou pro jogo e posso resumir com: dá pra jogar, mas você vai sofrer pra acompanhar os mais rápidos.

Mas, convenhamos, se você é “rato de jogos de corrida“, você já sabia disso, certo?

GRÁFICOS

Os menus do jogo são extremamente intuitivos e o jogos está todo traduzido para PT-BR. Graficamente os menus são simples, mas a real é que eles funcionam, e pra isso não precisa de muitas firulas. Tudo é fácil de entender e se localizar… até mesmo para mudar as configurações de botões. Já em pista, Assetto Corsa Competizzione peca em alguns detalhes, mas brilha em outros.

Na pista, os carros são belíssimos e tem até mesmo um nível alto de danos a carroceria, respeitando a força do impacto. Já todo o resto carrega uma certa falta de empatia por parte dos desenvolvedores. Grama, zebra, os boxes, arquibancadas… pra muitos isso são apenas detalhes, mas se você for diretamente comparar com outros títulos, você nota que em Assetto Corsa Competizzione eles são ligeiramente inferiores.

E já que estamos falando em gráficos, 30 quadros por segundo se mostrou bem falho. Mesmo no Xbox One X, o meu caso, o jogo tende a ter quedas de quadros constantes. Então, não é só o problema de ser apenas 30 quadros, ainda tem o problema de quedas frequentes.

São quedas que podem te atrapalhar forte em uma curva mais técnica ou até mesmo durante uma ultrapassagem. O engraçado é que ela não tem um local ou situação determinada pra acontecer. Ás vezes acontecem quando estamos em grupo de 05 carros ou mais, por vezes acontece mesmo sozinho na pista.

SOM

Uma das primeiras modificações que fiz no jogo, foi alterar o volume dos carros em pista. Sim, eu aumentei o volume. Pra quem gosta de esporte automobilístico (ou simplesmente curte um motor virando forte) este jogo reproduz o áudio do carro com uma fidelidade absurda. Eu mesmo já havia elogiado anteriormente, quando ainda em trailers, esse jogo.

Com alguns carros dá saber qual a configuração do motor só de ouvidos. Se ele é um V10, se um V12, se um V6 e assim por diante. Rasgar uma reta com um V12 urrando a 270 km/h em sexta marcha, e vir reduzindo pra entrar na curva em segunda marcha, é simplesmente de arrepiar. E isso vai acontecer várias vezes, com carros diferentes, em situações diferentes. Este é de longe o melhor conjunto de áudio que já pude acompanhar em um jogo de corridas nesta geração.

Porém, eu notei um erro bobo. Erro este que pode ser facilmente corrigido com um patch de atualização: Quando se está em um grande número de carros, o som do SEU motor é abafado quase que por completo (ás vezes ele é 100% abafado). Parece que seu motor desligou… e quando você se desloca desse grupo, o som do seu motor volta como que num passe de mágica. Tosco, mas acontece.

Todo o resto do trabalho de som cumpre seu papel de forma razoável. O som das zebras, o som da grama, da britas, das batidas, dos choques do assoalho com a pista, das parafusadeiras do pit stop, até mesmo o spotter cumpre seu papel.

MODO CAMPANHA & MULTIPLAYER

Assetto Corsa Competizzione simula todo o campeonato da BlancPain GT Series, que se trata de um evento oficial que abriga uma das mais acirradas disputas entre marcas, fabricantes e equipes. No modo Campanha (ou Carreira, se preferir) o objetivo é justamente completar o calendário da BlancPain GT Series.

Você faz uma bateria de testes em um grupo de aprendizado, e de acordo com seus resultados você é chamado pra ingressar em uma das equipes. Você pode selecionar com base no carro e, após essa seleção, você pode ainda optar pela equipe que irá correr com essa máquina.

Dentro da BlancPain GT Series você tem corridas em Sprint, onde você tem um tempo limite para correr (não há um limite de voltas), as corridas Endurance (que são similares ao sprint porém com duração de horas) e as corridas por voltas numeradas. O bacana desse modo é que como ele se assemelha ao real, você precisa fazer paradas frequentes ao pit stop (que é animado, viu Forza Motorsport?).

Essas paradas frequentes no pit stop trazem mais uma estratégia ao jogo, dando você a liberdade de parar antes ou depois (dentro do prazo estipulado), e ainda tendo de selecionar o jogo de pneus para a ocasião correta. Eu por vezes errei meu chute e tive de rodar com pneus ruins porque fiz escolha errada.

Infelizmente, não há como criar sua própria equipe, com mecânicos, engenheiros, spotters ou algo do tipo. Tudo que você precisa fazer é ganhar algumas corridas que equipes melhores irão te convidar pra fazer parte dela. E isso tem impacto no andamento do jogo, óbvio. Não adianta você querer jogar com o BMW M6 se seus tempos foram ruins… poucos carros serão ofertados para seu ingresso e você terá de se contentar com uma máquina que não gosta.

Isso aconteceu comigo, que queria jogar com a equipe da Nissan, com o GT-R, e não pude graças ao meu desempenho. Tive de me contentar apenas com o Audi R8 LMS.

O modo multiplayer não me causou espanto quando, na minha primeira tentativa, na primeira pista, na primeira curva, alguém deu na lateral do meu carro, rodei e fiquei em último. Jogos de corridas multiplayer sendo jogos de corrida multiplayer.

Mas aqui vai o diferencial: se você é um piloto dedicado e joga certo, o famoso “fino do fino“, você irá sim se destacar da galera. Em servidores públicos é cada um por si e Deus por todos, mas há um modo que seleciona somente os melhores pilotos, seja por resultado, consistência, ou mesmo por ser um piloto cauteloso. Uma seleção para que você jogue com outras pessoas que também são igualmente precavidas, e que jogam o jogo como deve ser jogado, mesmo no online. O sistema se assemelha muito ao do iRacing, já conhecido da galera mais hardcore.

Para poder criar esse persona online, você terá de encarar alguns servidores públicos. Não haviam eventos especiais disponíveis no momento, e os que estavam disponíveis já eram pra esses pilotos mais “elitistas“. E falando em elite, fica a dica: se você de fato quiser se sobressair online jogando Assetto Corsa Competizzione, considere a compra de um competente volante. Eu, jogando no controle, fazia 2:06 rodando em Silverstone. Uma outra pessoa, jogando no volante, fazia 1:59 com o mesmo carro. 07 segundos em um jogo de corridas é uma ETERNIDADE.

DETALHES

Eu poderia encerrar aqui a análise e partir direto pra a “Conclusão“, mas há alguns detalhes que gostaria de frisar, e que eu gostaria que fossem copiados por outros “best sellers” do gênero. São coisas que notei durante meu jogo, e quero pontuar especificamente.

  • A pista vai ficando cada vez mais suja, de acordo com o final de semana de corridas. No primeiro Treino Livre, a pista está impecável, limpa, linda. Já nas últimas provas, a pista está toda marcada de pneus, as zebras todas riscadas e os cantos de pista todos cheios de borracha inutilizada.
  • Não adianta entrar a mil por hora no Pit Stop crente que o jogo vai “frear” o carro por você porque isso não vai acontecer. O Pit Stop tem um limitador sim, mas você precisa ENTRAR dentro do limite de velocidade. Eu achei isso particularmente incrível.
  • As zebras são suas melhores amigas e suas piores inimigas. Diferente de outros jogos, aqui você precisa realmente saber usá-las. “Tacar o carro” não vai te ajudar… e pode te custar uma corrida INTEIRA.
  • O controle de tração e ABS podem ser mudados em tempo real, durante a corrida. E eles possuem níveis diferentes, que inclusive variam de carro pra carro. Não é somente “On/Off“.
  • As penalidades são realmente punitivas. Você pode jogar duas horas de corrida inteiramente no lixo porque “cortou uma curva” ou “passou a velocidade permitida nos boxes“.
  • A música do menu é extremamente relaxante.
  • A IA do jogo é muito agressiva (dá pra alterar isso), se defende e ataca como deve ser feito, mas respeita os limites das regras. Retardatários te dão passagem com muita facilidade.
  • Os carros são muito diferentes entre si. Se você não gostar de um carro, troque. Se você está “apanhando” de um carro, troque. As chances de você encontrar o carro ideal são grandes.
  • Um carro que é rápido em uma pista, pode ser lento em outra. Entenda isso e aceite a derrota. Trabalhe sua campanha de forma a angariar pontos. Não é necessário ganhar todas.
  • Pistas técnicas são traiçoeiras e podem te prejudicar. Entenda os limites da pista, entenda os limites do carro e entenda seus limites. Assetto Corsa Competizzione apela pra que você entenda todos seus limites, e você só vai encontrar esse limite quando você os ultrapassá-los. Não se frustre, o jogo é isso mesmo.
  • Existe uma lista imensa de configurações de botões… até mesmo para setas direcionais e limpadores de para-brisas. Configure aquilo que achar melhor e vai pra dentro.

CONCLUSÃO

Diante do meu medo pessoal de encarar um jogo, conhecidamente hardcore, para jogar em um controle, eu confesso que acabei gostando da experiência. Gostei tanto que estou cogitando pegar outros jogos do gênero que apelam pra situações extremas parecidas.

Porém, o jogo não é essa delícia toda. As quedas de quadros constantes são de arder os olhos. Por vezes dificultam o entendimento de algo básico, como ponto de frenagem e aceleração. Em um jogo tão extremo quanto este, é um pecado mortal. Pior que confirmar os 30 quadros por segundo, é não mantê-los constantes, nem mesmo no Xbox One X.

A campanha cumpre seu papel em fidelizar o calendário do campeonato BlancPain GT Series e não ousa ir além. Seria muito interessante criar sua própria equipe e brigar por patrocínios, como já vimos em outros jogos. A realidade é que aqui a pegada é outra… e pra acompanhar essa pegada, infelizmente você terá de considerar um volante.

Não que o jogo não funcione no controle, porque sim, ele funciona e muito bem, mas, se você, assim como eu, não gosta de andar no segundo pelotão, andar a 07 segundos abaixo do mais rápido, o volante vai fazer falta.

Entenda nossas notas

Compartilhar.

About Author

Eu sou um cara muito simples: Eu vejo Halo, eu dou Like. Me adiciona na Xbox Live, minha gamertag: Vingador Brambz

Powered by keepvid themefull earn money