fbpx
Xbox Game Pass Ultimate: Inscreva-se por R$1

A narrativa tem o poder de levar o jogador para inúmeros lugares, onde ele vivenciará muitos sentimentos e experiências através da imersão. Algumas empresas são especialistas em fazer isso, ao pegar temas polêmicos e apresentar ao jogador, mostrando que o mundo não é tão preto no branco, e que ele pode ser compreentendido através de diversas perspectivas.

A Dontnod Entertainment, que é bem conhecida pela franquia Life is Strange, hoje é uma dessas grandes empresas que desenvolvem bem o gênero storytelling através de temas bem atuais, e que se mantêm antenada em tudo que está acontecendo no mundo.

O mais novo projeto, chamado de Tell Me Why,é um projeto desenvolvido em conjunto com o Xbox Game Studios, e aposta em um tema ousado para se destacar. A trama do jogo é uma das mais arriscadas, visto que alguns jogos/filmes com um tema LGBT são boicotados simplesmente por tocar no assunto, imagine ser um dos pontos centrais.

Será que o estúdio conseguiu criar algo único, e que se distancie da franquia Life is Strange, ou ela optou pelo caminho que já conhece? Vamos descobrir em nossa análise a seguir.

UMA HISTÓRIA PROMISSORA

Um dos pontos mais fortes de Tell Me Why é a sua história, que cresce na medida que o episódio vai se desenrolando. O que você sabe nos primeiros minutos, não é a verdade absoluta, tão pouco é a verdade, então teremos que desvendar o que aconteceu, com a ajuda dos gêmeos.

Os irmãos Tyler e Alyson Ronan são os típicos gêmeos que são totalmente interligados. Ao passar por um trauma muito grande eles foram afastados, mas estão novamente reunidos após quase 10 anos. Logicamente eles tem muito o que conversar, tendo vivido experiências totalmente diferentes, ainda por cima por causa das consequências do triste acontecimento.

Os irmãos voltam ao passado para resolver algumas pendências.

Eles voltam a sua cidade Natal, afim de vender a sua residência, afinal aparentemente deixar tudo para trás é a solução mais fácil. Mas como todo bom enredo, a coisa muda quando alguns fatos ganham outra visão, criando certas dúvidas nos protagonistas, dando aquele ar de mistério a ser resolvido.

O gancho para o próximo episódio é um pouco previsível, mas que pode trazer alguns pontos bem interessantes para a narrativa. Espero que tragam uma maior profundidade para os personagens secundários, que foram explorados bem superficialmente.

INVESTIGANDO O PASSADO

Em Tell Me Why o jogador investigará o seu passado, através de flashbacks que acontecem em tempo real, e como temos dois protagonistas, nem sempre o ponto de vista é o mesmo, então em alguns momentos deveremos usar nosso eu investigativo, para entender corretamente a verdade.

Durante a visitação de certos lugares, somos apresentados a algumas situações que aconteceram, e que podem ajudar no presente.

Algumas lembranças são bem positivas.

Outro ponto interessante da investigação é a ligação dos gêmeos, que podem entender o que o outro esta pensando, ajudando em certos diálogos.

Os diálogos com outros personagens também são bem importantes para desvendar elementos da história, que não estão bem explícitos, assim como é importante usar a dedução para tentar decifrar o que o personagem esconde ou pensa sobre os gêmeos.

UM TEMA QUE CAUSA REFLEXÃO

O tema do transgênero é inserido da forma perfeita na narrativa, não sendo algo para cumprir algo comercial. Sim, a história é sobre uma família que descobre que um de seus filhos não se encaixa no sexo que nasceu, criando várias dúvidas na mãe que precisa lidar com aquela situação, mas não sabe como proceder.

Toda as sequências e diálogos que falam sobre o assunto, expõem muito do que essas pessoas devem sentir, com tudo o que acontece, principalmente na infância. Não há como não ter o mínimo de empatia pelos personagens, que sofrem, de verdade, com a situação.

Outro ponto interessante é como as pessoas olham para os protagonistas, mostrando os preconceitos e julgamentos, ou mesmo a falta de vontade para tentar entender o próximo.

UMA FÓRMULA DESGASTADA

O gameplay do jogo ficou um pouco arrastado, e mesmo incluindo a funcionalidade do flashback interativo, acaba se tornando um pouco monótomo. Em Life is Strange 2 tivemos uma evolução, ao usar os poderes de Daniel para trazer mais dinamismo para algumas cenas. Agora o processo volta a ser mais arrastado, com poucas interações ou coisas para serem resolvidas.

O foco do primeiro episódio ficou em conversas, que por mais que sejam interessantes, mereciam um pouco mais de momentos de tensão, o que traz uma certa sonolência. Um ponto positivo foi a inclusão de puzzles, que até deram um certo trabalho, mas que podem ser melhor exploradas nos próximos episódios.

UMA EVOLUÇÃO TÉCNICA

A parte gráfica de Tell Me Why está bem melhor do que os jogos anteriores da Dontnod, principalmente pelo uso otimizado da Unreal Engine, mostrando que a empresa tem evoluído no uso da ferramenta. O jogo traz ótimas expressões faciais, e um bom uso de efeitos de sombra e iluminação.

Alguns cenários são muito belos.

O som está ótimo como de costume, com uma trilha sonora muito leve e cheia de vida. O jogo não possui dublagem, mas está com legendas em Português do Brasil, onde não tivemos problemas com a sincronização, algo que acontecia com certa frequência nos jogos anteriores do estúdio.

OPINIÃO

Ficou bem claro que a Dontnod  fez um grande trabalho de pesquisa sobre o assunto do transgênero, abordando o tema de diversas maneiras, e colocando o jogador para pensar, algo que é bem interessante para um jogo de storytelling. A trama também é bem redondinha, e traz um gancho interessante para os próximos episódios.

Um ponto negativo é a calmaria do jogo, que regrediu em relação a franquia Life is Strange, que teve um pouco mais de ação e mais momentos de tensão.

Indico para quem gosta de “jogar histórias”, e que pode enxergar um potencial para o jogo, que tem enredo para ser melhor explorado. Que venham os próximos episódios!

Entenda nossas notas

Lembrando que o jogo já está disponível para todos os assinantes do Xbox Game Pass. Caso queira adquirir o jogo, basta clicar no link abaixo.

Confira Tell me Why na Loja Microsoft:

Compartilhar.

About Author

Desenvolvedor Web e Analista de TI, gamer assíduo desde a época do Atari, fã de Metal Gear(menos o Phantom Pain) e Gears of War. Ter a oportunidade de trabalhar um pouco com games é um sonho realizado. Falta só ir para E3!!!

Powered by keepvid themefull earn money