fbpx
Xbox Game Pass Ultimate: Inscreva-se por R$1

O Skate é um dos gêneros que andaram meio esquecidos nos últimos 10 anos, mas que no final dessa geração começa a voltar aos poucos, com jogos como Session e Tony Hawk’s Pro Skater 1+2

A Easy Day Studios também não ficou de fora dessa tendência, e trouxe seu estilo próprio com Skater XL, que assim como Session tem uma pegada mais simulador de Skate. O jogo foi lançado primeiramente no PC, e um bom tempo depois no Xbox One. A versão de Xbox One chegou com otimizações e conteúdo que foi criado pela comunidade do PC, o que ajudou com conteúdo e melhorias.

Será que a Easy Day Studios conseguirá se destacar, em meio a tantos outros jogos do gênero, que surgiram praticamente juntos?

SIMULAÇÃO DE SKATE

Um dos maiores méritos de Skater XL é a sua precisão nos movimentos, que traz uma sensação de profissionalismo para o jogador, onde nada é automático, você sente toda a dificuldade para fazer certas manobras, dando a oportunidade do jogador sentir na pele o que é o esporte.

A física é uma parte importante do jogo.

A física é uma parte importante do jogo.

Um ponto bem interessante do jogo são seus botões, onde cada analógico representa um pé na prancha, possibilitando fazer manobras mais customizadas. Um Ollie, por exemplo, em um jogo como Tony Hawk, é feito em uma combinação de botões, aqui temos que colocar a física para funcionar, em como seria a manobra no mundo real.

A curva de aprendizado é um pouco mais lenta e depende muito da habilidade do jogador. Caso você tenha conhecimento no esporte isso será feito de uma forma mais rápida. Obviamente, que no começo temos um tutorial para ajudar, mas tudo vem com muita dedicação.

FALTA DE CONTEÚDO

Um dos grandes problemas do jogo é a sua falta de conteúdo, que mesmo com as últimas adições não trazem satisfação ao jogador. O sentimento é que o jogo ainda está em acesso antecipado, o que talvez mostra que tenha sido um erro já ter sido lançado. Obviamente que tudo isso pode mudar com futuras atualizações, mas mesmo assim foi um grande erro lançar com tão pouco conteúdo.

A versão de Xbox One não possui um criador de pistas, o que seria uma adição que daria mais valor ao produto final, aumentando o tempo de jogo.

Temos poucas opções para escolha.

Não há um modo carreira ou um modo história, então o jogo se resume a uma sessão livre, em que podemos completar alguns desafios por pistas.

Existe a opção de escolher decks, rodas e vestuário para o nosso skatista que tem mais de 30 opções de customização. Em contra partida as opções de skatistas famosos são bem escassas.

A durabilidade de Skater XL é bem limitada, se comparada a outros jogos do gênero, onde temos mais opções de modos de jogo. Talvez a adição de um modo online, ou o criador de pista que falei acima para o console, já garantiriam o investimento no jogo.

PISTAS ELABORADAS

Em Skater XL temos 8 pistas no total, sendo 5 criadas pela Easy Day Studios e outros 3 mapas criados pela comunidade, e que foram integrados ao jogo. As pistas são bem feitas e cheias de locais interessantes para executar as manobras, mas faltam alguns elementos estéticos, que dariam mais vida ao título. Tudo parece morto e que estamos vivendo uma simulação bem crua.

Uma das pistas que mais me chamaram a atenção foi a famosa mega rampa, onde podemos executar várias manobras arriscadas, garantindo boas risadas. Outras pistas criadas pela comunidade também garantem uma boa dose de diversão.

A Mega Rampa é muito famosa entre os skatistas.

A Mega Rampa é muito famosa entre os skatistas.

Um ponto positivo é a seleção de pistas, que pode ser trocada rapidamente no próprio menu do jogo, facilitando a vida de quem deseja experimentar várias delas sem limitação.

SOM E GRÁFICOS

Os gráficos de Skater XL são bem interessantes, com ótimos efeitos de iluminação e sombra. O jogo não tem travamentos, além é claro da física rodar perfeitamente, algo que é muito exigido no jogo.

O jogo possui legendas em português do Brasil, algo que ficou bem legal, visto que virou um padrão da indústria. O som é bacana e traz algumas músicas não tão conhecidas, mas que embalam a jogatina.

OPINIÃO

A Easy Day Studios fez um belo trabalho em simular a física de andar de skate, mostrando que o esporte tem manobras bem complexas e interessantes, e que, inclusive, podem ter o toque final do jogador. Mas em contra partida, isso afasta um pouco o público casual, que não terá a mesma facilidade de um jogo mais arcade.

A falta de conteúdo também é algo bem negativo, onde o jogador não terá muitas opções e pode enjoar do jogo com alguns dias. Acredito que ter deixado o jogo mais tempo em Early Access, ou ele ter um preço mais convidativo, seria a melhor opção, principalmente por ter um gigante como Tony Hawk como concorrente.

Entenda nossas notas

 

Compartilhar.

About Author

Desenvolvedor Web e Analista de TI, gamer assíduo desde a época do Atari, fã de Metal Gear(menos o Phantom Pain) e Gears of War. Ter a oportunidade de trabalhar um pouco com games é um sonho realizado. Falta só ir para E3!!!

Powered by keepvid themefull earn money