fbpx
Xbox Game Pass Ultimate: Inscreva-se por R$1

A Marvel iniciou um era onde os filmes de heróis deixaram de ser algo de “nerd” e se tornaram algo maior. A era dos heróis, que ficaram em foco ao longo de 10 anos, construiu algo incrível e cheio de possibilidades, onde nada será como antes.

Nos games, os jogos de heróis sempre foram lembrados por se tornar um caça níquel, onde era aproveitado o marketing do filme, trazendo decepção atrás de decepção. Ultimamente, esse tipo de jogo tem mudado, com sucessos como Spiderman e Batman Arkham Series, e novamente os heróis podem ganhar um novo foco.

Um jogo dos Vingadores era algo inevitável, era só uma questão de tempo até ser desenvolvido, mesmo após o boom do sucesso da grande saga do infinito. Ao longo dos anos, tivemos rumores e depois anúncios concretos, onde os primeiros materiais não eram tão impactantes, ainda mais por não trazer o time oficial de atores para dublar o corpo e a fala dos heróis, sendo algo complicado pela questão financeira.

A Cristal Dynamics assumiu o trabalho, e então o horizonte para o game foi pavimentado, culminando em um lançamento que foi adiado, mas que, em alguns aspectos, valeu muito a pena.

Marvel’s Avengers não é um jogo tão simples, principalmente por unir o jogo-serviço, algo perigoso para uma empresa que não está tão acostumada com esse tipo de negócio. Será que conseguiram fazer uma campanha boa e que usa o serviço de forma eficiente? Descobriremos na analise a seguir.

SEJA UM VINGADOR

Em Marvel’s Avengers temos a oportunidade de sentir o que é ser um Vingador. Nos primeiros minutos do jogo, somos apresentados a Kamala Khan (Miss Marvel), que já no começo da história vai ao Avenger’s Day e conhece seus heróis, e um a um somos apresentados ao mundo onde os Vingadores dão conta do recado, e são venerados pela população.

Achei incrível ver um outro ponto de vista, que é de uma fã que tem os heróis como ídolos. A personagem tem uma grande construção, onde somos levados a uma jornada tradicional do herói, desde os primeiros minutos até o final do jogo. Além é claro, de explorar cada camada da heroína, desde seus medos até mesmo suas atitudes.

A personagem segue conhecendo seus poderes e suas limitações, que muitas vezes surpreendem quem nunca viu a personagem em ação.

Miss Marvel é um dos destaques do jogo.

Além disso, a variedade de personagens do jogo é mega interessante, desde o time original, até mesmo alguns coadjuvantes que aparecem durante a aventura. A maneira como o time é mostrado, pegando diversos lados da história, faz um eterno fan service pra quem curte a equipe.

UMA HISTÓRIA INTERESSANTE

O enredo de Marvel’s Avengers é um misto de algumas histórias da equipe, onde temos uma ameaça desconhecida que possui seus próprios planos maléficos, e que traz uma visão distorcida do mundo. Algo que já foi mostrado diversas vezes, mas que foge um pouco do que a saga do infinito fez nos cinemas.

Uma das coisas que mais gostei, foi trazer o assunto “inumanos” para o título, onde temos uma inclusão na história que fez todo o sentido. Espero que em um próximo jogo explorem mais a história dessa raça, mostrando o arco de heróis principais e seus conflitos.

Mesmo tendo em mente que os inumanos foram usados por questões de contrato, na época os mutantes não podiam ser usados.

A Miss Marvel é uma personagem que muitos podem se identificar.

Voltando a falar dos Vingadores, o peso emocional que foi levado para cada personagem ficou bem interessante, mostrando que eles estão despedaçados e precisam voltar. Algumas rivalidades da equipe são mostradas, algo que já conhecemos e que traz aquele sentimento gostoso de nostalgia.

O enredo se desenrola de uma maneira bem fluída, deixando o jogador com mais vontade de jogar a cada partida. Em média levamos mais de 10 horas para terminar a campanha, mas que pode ser aumentada com algumas fases extras no modo campanha e com a Iniciativa Vingadores, que irei explicar mais a frente nesse texto.

Hulk enfrentando um rival bem conhecido.

Outro ponto positivo são os vilões serem bem construídos, principalmente MODOK que não conhecia tão profundamente, e o jogo apresenta o personagem com maestria, fazendo com o que o jogador tenha antipatia pela vilão, algo que é construído desde o começo. Marvel’s Avengers também possui outros vilões que aparecem ao longo do jogo, mas que não são tão bem explorados.

UM GAMEPLAY QUE FUNCIONA

A mistura de ação com RPG funciona muito bem em Marvel’s Avengers, onde o jogador tem total controle de seu herói, mesclando ataques físicos com poderes especiais. Além disso, existe um ótimo sistema de progressão de nível, onde temos a opção de evoluir as habilidades e o nível do equipamento. Falando em equipamento, além do level, podemos fazer melhorias, através de materiais que são coletados. Essa evolução de seu personagem, faz com que o jogador repita algumas missões para maximizar a sua performance.

Algumas fases são exclusivas de alguns personagens.

As missões são bem interessantes, onde temos diversos trechos diferenciados, trazendo exploração, plataforma, combate e batalhas contra chefes. Além das fases tradicionais, temos desafios de treinamento, e missões especiais de cada herói, onde é interessante completar para adquirir certas vantagens.

Marvel’s Avengers não é tão difícil, lembrando sempre que algumas fases se recomenda estar mais forte para passar com tranquilidade. Claro que o jogo já mostra o nivelamento, então é só seguir a indicação da missão que vai tudo dar certo.

Ele também possui alguns colecionáveis, que podem ser encontrados durante a fase e nas bases dos vingadores. Um verdadeiro acervo de HQs populam o jogo, que pode trazer ótimas lembranças em fãs mais aficionados.

SERVIÇO ONLINE PODE MELHORAR

Um dos setores que mais mostram a fragilidade do jogo, principalmente pelo desempenho que despenca, é durante o modo online. Tive diversas quedas de frame e resolução durante essa modalidade, mostrando que o serviço precisa melhorar e muito. Quando o número de inimigos enche a tela, a coisa fica ainda pior, mostrando que precisa de mais polimento nesse aspecto.

Miss Marvel se junta a equipe dos vingadores.

A Iniciativa Vingadores é um excelente modo, onde podemos escolher uma missão, e se unir a um grupo de amigos, ou jogadores aleatórios, para completar as atividades. Só que o modo ainda precisa de uma maior atenção com a diversidade de missões, que rapidamente podem se tornar repetitivas.

Ainda existe o Porta Aviões, que é a base dos Vingadores, onde temos diversos vendedores, e podemos comprar cosméticos, itens de melhoria e muito mais, algo que se assemelha a Torre, mas sem outros jogadores por perto.

Espero que invistam mais nesse modo, com fases diferentes e talvez alguma RAID que valha a pena investir. Por enquanto o modo campanha é o que vale mais a pena.

O matchmaking não é ruim, trazendo sempre algum jogador para cumprir o papel nas fases de cooperativo, caso não encontre um jogador, a IA assume o papel e preenche a equipe.

SOM E GRÁFICOS

Marvel’s Avengers possui gráficos bem interessantes com ótimos efeitos de iluminação e sombra. Além de trazer um captura de movimentos bem interessantes. Alguns golpes especiais enchem a tela de particulas, mostrando todo o poder do herói escolhido. Como disse anteriormente, o jogo traz problemas gráficos em algumas fases nas quais o multiplayer é exigido.

O som é um dos pontos mais positivos, onde temos uma dublagem sensacional, que casa bem com o teor dos filmes, além é claro de trazer ótimos efeitos sonoros, principalmente nas fases onde o Iron Man está presente. Tony chega com aquela música bem alta, causando emoção por onde passa.

No final, ocorreram alguns problemas com a dublagem, onde o som em Português sumia e entrava o áudio original, algo que quebrou um pouco a experiência, mas que pode ser corrigido.

OPINIÃO

Marvel’s Avengers  é um ótimo jogo de ação com elementos em RPG, onde o jogador pode ter uma noção do que é ser um herói, e como o mundo depende de você. O enredo cativa em alguns poucos minutos de jogo, onde somos apresentados a Miss Marvel, que não é uma personagem inédita, mas que poucos conhecem. Essa jornada do herói é feita de uma ótima forma, onde os sentimentos bons e ruins são colocados na balança.

Além da campanha, a Crystal Dinamics trouxe o modo Iniciativa Avengers, que funciona como algo parecido com Destiny, mas que ainda está recheado de problemas, e que exigirá um pouco de investimento e dedicação do estúdio para fazer a coisa funcionar da maneira correta.

Espero que Marvel’s Avengers não seja deixado de lado, pois a nova geração já está na porta e o jogo tem bastante potencial para ser explorado.

Entenda nossas notas

Compartilhar.

About Author

Desenvolvedor Web e Analista de TI, gamer assíduo desde a época do Atari, fã de Metal Gear(menos o Phantom Pain) e Gears of War. Ter a oportunidade de trabalhar um pouco com games é um sonho realizado. Falta só ir para E3!!!

Powered by keepvid themefull earn money