fbpx
Xbox Game Pass Ultimate: Inscreva-se por R$5

Com a revelação do Xbox Series S, a Digital Foundry teve a oportunidade de conversar com o time de desenvolvimento dos novos Xbox Series. Para a equipe de análises tecnológicas da Eurogamer, as novidades são promissoras. Os recursos aprimorados da retrocompatibilidade não são exclusividade do Xbox Series X, o console mais caro e poderoso – o Series S também tem uma gama interessante de recursos.

Começando pelos jogos do saudoso Xbox Original, foi confirmado que o Xbox Series S rodará estes jogos em uma resolução melhorada. Há um aumento de 3x na resolução em ambos os eixos, significando que os jogos que rodavam em 480p no Xbox Original alcançarão uma resolução de 1440p no Series S, além de uma gama de benefícios no desempenho. As boas novas continuam com títulos do Xbox 360 que receberam melhorias no Xbox One X. Estes jogos também receberão melhorias para Series S. Títulos que rodavam nativamente em 720p alcançarão os 1440p. Apesar de não alcançar os 4K, como no Xbox One X, há o potencial para melhorias de performance graças a arquitetura da CPU Zen 2. Em cenários onde o Xbox One X era limitado pela CPU com núcleos Jaguar, o Series S poderá realizar muito mais.

Já foi confirmado que as maneiras pelas quais os Series S e Series X lidam com títulos do Xbox One variam. Apenas o Series X se beneficiará dos aprimoramentos do Xbox One X para jogos existentes – o que normalmente se resume a aumentos de resolução, texturas de maior qualidade e outros efeitos gráficos. Já o Xbox Series S traz sua potência adicional para melhorar a experiência dos títulos do Xbox One S. É algo um pouco mais limitado em alguns aspectos (jogos que foram programados para rodar em 900p não terão aumento na resolução no Series S, por exemplo) mas o novo console se beneficia do aumento de resolução em games que fazem uso de resolução dinâmica, assim como melhorias nas qualidade das texturas.

Obviamente, jogos que rodam em um SSD terão tempo de carregamento reduzidos significativamente. O auto-HDR apresentados no Series X também está presente no Series S – todos os jogos deverão apresentar imagens incríveis em HDR, independentemente se eles possuem suporte nativo ou não a essa tecnologia.

Um ponto que chamou bastante atenção da equipe da Digital Foundry foi algo que a Microsoft mencionou brevemente, mas agora mais detalhes foram revelados. Alguns títulos do Xbox One serão executados com o dobro da taxa de quadros por segundo.

Andrew Goossen, arquiteto de sistemas, explica que o Series S foi desenvolvido para melhorar jogos do Xbox One S de uma forma que o Xbox One X não poderia. A equipe de desenvolvimento dos consoles Series tornaram mais fácil para que um jogo do Xbox One seja atualizado para rodar com o dobro de frames. Quando atualizados, os jogos existentes conseguirão identificar se estão sendo executados em um Xbox One ou um Xbox Series. Em termos de performance, o Series S entrega o dobro desempenho efetivo de CPU e GPU sobre o Xbox One. E de fato, o GPU do Series S roda jogos do Xbox One S com um melhor desempenho que o Xbox One X.

Goossen ainda dá uma ideia de como as equipes de desenvolvimento poderão atualizar seus jogos para os novos consoles e, surpreendentemente, parece algo bem simples.


Não há necessidade de ajuste de desempenho real quando você faz isso e, com frequência, é tão fácil quanto alterar três linhas de código e o jogo funciona. Mesmo quando não é tão simples, as correções ainda são bem pequenas. Tivemos um título AAA onde dobrar a taxa de quadros realmente funcionou perfeitamente, exceto que a animação da multidão era duas vezes mais rápida que o normal. E assim, esses tipos de correções são tipicamente muito, muito fáceis para os desenvolvedores corrigirem. Estamos trabalhando com desenvolvedores de jogos e editores para atualizar [seus títulos]. Basicamente serão jogos selecionados que são executados a uma taxa de quadros duplicada no Series S.

Alguns jogos poderão receber estes ajustes pelos próprios desenvolvedores, outros poderão ocorrer em uma colaboração com o time de desenvolvimento da Microsoft. O que ficou claro durante a entrevista para a equipe da Digital Foundry é: jogos que rodam em 30fps poderão rodar em 60fps, e 60fps rodarão em 120 fps. Os desenvolvedores terão a ferramenta para poder ver onde seus jogos para Xbox One estão e rodando – em um Series S ou Series X. Outros aspectos além da taxa de quadros poderão ser melhorados, tudo isso sem precisar portar seus jogos para nova geração.

Simplesmente uma bruxaria que os engenheiros da Microsoft realizaram no desenvolvimento dos novos Xbox Series.

Compartilhar.

About Author

Aficionado pela cultura geek. Se o cinema é a sétima arte, os games são a oitava. Entrou no mundo dos consoles no NES e desde então vem acompanhando a geração dos games até o Xbox One. Caçador de indies, nas horas vagas tenta ser biólogo.

Powered by keepvid themefull earn money