fbpx
Xbox Game Pass Ultimate: Inscreva-se por R$5

Continuando com suas atualizações trimestrais para Diablo 4, a Blizzard compartilhou um novo diário de desenvolvimento, mostrando que o jogo terá um sistema totalmente reformulado de habilidades, com elaboradas árvores de habilidades, que se parecem, literalmente, com árvores.

O novo sistema de habilidades oferece um gerenciamento de talentos mais preciso e com mais profundidade, se afastando do conceito simples, que muitas vezes não trazem uma boa razão para o jogador gastar seus pontos, seja em habilidades ativas ou passivas.

A parte superior é onde serão gastos os pontos de habilidades ativas obtidos ao aumentar de nível. São nódulos compostos de novas habilidades e funções adicionais dessas habilidades ativas. Já a parte inferior da árvore é composta dos efeitos passivos, que infuenciam seu persoangem de forma geral. Também podemos ver que existem caminhos diferentes dependendo das escolhas de habilidade que fazemos, e isso terá impacto no seu nível de poder e no estilo de jogabilidade que o seu personagem irá seguir. Os jogadores não poderão obter todos os nódulos da árvore de habilidades, então cada escolha deverá ser feita com muita cautela.

Os desenvolvedores também estão explorando novas mecânicas de classe específicas, chegando para as outras classes, de forma a fazer os jogadores experimentarem diferentes combinações e até mesmo outras classes. Um exemplo dessa nova maneira de explorar as classes é o Sistema de Encantamento da Maga.

As habilidades da Maga podem ser colocadas em um espaço de habilidade ativa (as outras classes também têm acesso) e um espaço de encantamento. Ao colocar uma habilidade ativa em um espaço de encantamento, ela perde a sua propriedade ativa, mas o personagem ganhará um poder adicional secundário, que é muito importante. O jogador poderá criar combinações com esses espaços, o que também exigirá cautela, já que não será possível colocar a mesma habilidade nos dois espaços.

Também foram dados mais detalhes sobre o end-game, que é a parte mais importante, já que é aquilo que manterá os jogadores no jogo por muitos anos. A Blizzard quer oferecer ainda mais profundidade e possibilidade do que o visto em Diablo III, que mesmo sendo lançado em 2012, se mantém ativo até hoje. A ideia é que Diablo 4 seja fácil de aprender, mas difícil de dominar.

O estúdio diz que muitos jogadores ofereceram o feedback de que não curtiram os conceitos de Poder Ancestral/Demoníaco/Angelical, pois a proposta de ganhar bônus específicos e menores, mas com a necessidade de carregar vários equipamentos adicionais, não seria nada funcional para o gameplay, gerando uma complexidade desnecessária. Os desenvolvedores concordam que a ideia do sistema não ficou clara como deveria, e já estão trabalhando em uma maneira de trazer essa possibilidade de gerenciar atributos de maneiras significativas.

Diablo 4 segue sem previsão de lançamento, mas está confirmado para chegar ao Xbox.

Compartilhar.

About Author

Administradora de Empresas, mas apaixonada pelo mundo dos games e pelo Xbox!Fã da incrível e complexa franquia Halo e de seu icônico líder, o Master Chief. Também apaixonada por Dragon Age e seu universo magnífico. Ahhh e quem disse que Dark Souls não é divertido? :DSempre ligada nas notícias e novidades do lado verde da força!

Powered by keepvid themefull earn money