fbpx
Xbox Game Pass Ultimate: Inscreva-se por R$5

A Bethesda e a Microsoft possuem um forte relacionamento, que se fortaleceu muito nos últimos anos, e que culminou com a aquisição da Zenimax Media, da qual a Bethesda faz parte, sendo incorporada aos estúdios da Xbox Game Studios, na maior negociação da história da indústria dos games. Em entrevista ao site Gamesindustry, o diretor da Bethesda Game Studios, Todd Howard, relembra as parcerias de exclusividades feitas para Microsoft, e elogia muito o Xbox Game Pass, pois assim como Phil Spencer, ele acredita que a nova geração gira em torno da facilidade de acesso aos jogos.

Primeiro, ele destaca que as empresas sempre foram muito próximas, e relembra que muitos jogos da aclamada franquia The Elder Scrolls tiveram exclusividades, total e parcial, para os consoles Xbox, e apesar de não poder falar ainda sobre como isso será no futuro, ele destaca que a parceria acontecerá de forma mais ampla.

Todos os jogos que fiz, fizemos parceria com a Microsoft de alguma forma. Assim, ao chegarmos a Starfield e Elder Scrolls 6, acho que isso é uma parceria de uma forma mais ampla.

Eu não posso realmente projetar onde as coisas estarão, exceto para dizer que fizemos esse tipo de exercícios como independentes. Se você olhar para todos os jogos Elder Scrolls, sempre houve alguma exclusividade no Xbox ou com a Microsoft. Fizemos parceria com todos os jogos. Morrowind era basicamente um exclusivo para console, Oblivion era um exclusivo de longa data, o DLC de Skyrim era exclusivo por um longo período de tempo. Nós decidiremos o que faz mais sentido para nosso público quando chegar a hora, e eu realmente não posso projetar hoje como será.

Quanto ao Xbox Game Pass, ele acredita que é uma ferramenta importante para garantir acesso aos jogos para o maior número de pessoas possível, e destaca que também se trata de um sistema importante para aumentar a qualidade das produções.

As assinaturas surgiram, e agora você vê a qualidade e o investimento em dramas ou séries de ficção histórica. É aí que os criadores podem ir e criar essas coisas que as pessoas desejam e faz sentido para todos: as pessoas que pagam as contas, as pessoas que criam e as que consomem. É isso que vemos acontecer com jogos como o Game Pass

Estou extremamente otimista sobre o que algo como o Game Pass traz, não apenas para as pessoas que o jogam, mas para os criadores serem desenfreados em termos do que podem criar.

A próxima geração, nos próximos cinco ou dez anos, trata-se realmente de trazer acesso a jogos com muita facilidade para todos, não importa onde estejam no mundo ou que dispositivos gostem de jogar.

Tanto a Microsoft quanto a Zenimax Media só poderão falar abertamente sobre futuros jogos e projetos a partir do início de 2021, quando o processo de aquisição será concretizado.

Compartilhar.

About Author

Administradora de Empresas, mas apaixonada pelo mundo dos games e pelo Xbox!Fã da incrível e complexa franquia Halo e de seu icônico líder, o Master Chief. Também apaixonada por Dragon Age e seu universo magnífico. Ahhh e quem disse que Dark Souls não é divertido? :DSempre ligada nas notícias e novidades do lado verde da força!

Powered by keepvid themefull earn money