fbpx
Xbox Game Pass Ultimate: Inscreva-se por R$1

O Xbox Game Pass é um dos serviços de maior sucesso na indústria dos games, e no último relatório da Microsoft havia batido a incrível marca de 15 milhões de assinantes. Além disso, muito se fala da sua importância para expandir o acesso dos jogadores aos jogos, que muita vezes nem teriam condições de comprar e conhecer muitos deles. Uma grande popularização do mercado de games.

Muito se fala também sobre a relação da Microsoft com as empresas que colocam seus jogos no catálogo do Xbox Game Pass. Alguns desenvolvedores já falaram que ter seus jogos no serviço alavancou as vendas deles, devido a visibilidade de estar no catálogo, mas e quanto ao acordo financeiro com os estúdios? Como são fechados os contratos para que os desenvolvedores coloquem seus jogos no catálogo do Xbox Game Pass?

Em uma entrevista ao podcast do site The Verge, Phil Spencer explicou um pouco como todo esse sistema funciona, e deixa claro que as negociações variam de acordo com cada desenvolvedor, pois a Microsoft está aberta para ouvir o que cada um acha melhor para o seu modelo de negócios.

Nossos negócios estão, vou dizer, em todo o lugar. Isso parece não gerenciado, mas é realmente baseado na necessidade do desenvolvedor. Uma das coisas que tem sido legal de ver é um desenvolvedor, geralmente de pequeno a médio porte, pode estar iniciando um jogo e dizer: ‘Ei, estamos dispostos a colocar isso no Game Pass no dia do nosso lançamento, se vocês nos dar X dólares agora.’ O que podemos fazer é criar um piso para eles em termos de sucesso do jogo. Eles sabem que vão conseguir esse retorno.

[Em] certos casos, pagaremos pelo custo total de produção do jogo. Então, eles têm todas as oportunidades de varejo além do Game Pass. Eles podem vendê-lo no PlayStation, no Steam, no Xbox e no Switch. Para eles, eles se protegeram de qualquer risco de queda. O jogo vai ser feito. Então eles têm todas as vantagens do varejo, nós temos a oportunidade de dia e data. Isso seria um pagamento de taxa fixa para um desenvolvedor. Às vezes, o desenvolvedor está mais satisfeito com o jogo e é mais apenas uma transação de, ‘Ei, vamos colocá-lo no Game Pass se você nos pagar essa quantia.’

Outros querem [acordos]mais baseados no uso e monetização, seja uma monetização de loja criada por meio de transações ou uso. Estamos abertos para experimentar muitos parceiros diferentes, porque achamos que não temos tudo planejado. Quando começamos, tínhamos um modelo todo baseado no uso. A maioria dos parceiros disse: ‘Sim, sim, nós entendemos isso, mas não acreditamos, então apenas nos dê o dinheiro adiantado.’

Ele ainda afirma que os jogos de parceiros sempre serão muito importantes para agregar valor para o Xbox Game Pass, mas ele ressalta que as diversas aquisições de estúdios para a Xbox Game Studios também possui grande foco em fortalecer e estabelecer, ainda mais, o serviço como o mais forte da indústria de jogos.

Compartilhar.

About Author

Administradora de Empresas, mas apaixonada pelo mundo dos games e pelo Xbox!Fã da incrível e complexa franquia Halo e de seu icônico líder, o Master Chief. Também apaixonada por Dragon Age e seu universo magnífico. Ahhh e quem disse que Dark Souls não é divertido? :DSempre ligada nas notícias e novidades do lado verde da força!

Powered by keepvid themefull earn money