fbpx
Xbox Game Pass Ultimate: Inscreva-se por R$5

Na semana passada, a Microsoft anunciou que estavam atualizando os termos da Microsoft Store para desenvolvedores de jogos no PC. A partir de 1º de agosto, a participação deles na receita líquida de vendas de jogos aumentará de 70% para 88%. Com essa mudança, a empresa busca capacitar os criadores de jogos a realizarem mais, e assim trazer mais dos seus jogos para a Microsoft Store, bem como para mais pessoas e assim obter maior sucesso comercial. Realmente uma grande mudança que, sem sombra de dúvidas, irá incentivar que os estúdios coloquem seus jogos na loja da Microsoft.

Ao que parece, a mudança também pode chegar aos consoles em algum momento. Em um documento descoberto pelo site The Verge, a Microsoft já teria delineado seus planos para as mudanças desde janeiro, na qual já falava sobre o corte nos seus ganhos nos jogos vendidos na Microsoft Store no PC para assim aumentar a receita dos estúdios, os incentivando a lançar e colocar seus jogos na loja da Microsoft. No entanto, algo muito interessante nesse documento, é que também é dito que essa mudança nos percentuais seria implementada na loja do Xbox nos consoles, algo que, até o momento, não aconteceu.

O documento relata que a Microsoft está planejando fazer esse corte significativo também nos consoles em algum momento de 2021. A tabela mostra que os desenvolvedores passariam a receber 88% da receita ganha com seus jogos, com a Microsoft recebendo 12%. Atualmente tanto a Microsoft, quanto Sony e Nintendo, detêm 30% das vendas de jogos digitais. Caso a Microsoft realmente realize essa mudança, pode sacudir profundamente a indústria das vendas digitais nos consoles.

Um porta-voz da Microsoft entrou em contato com o The Verge e disse que a empresa não possui planos de alterar a divisão da receita para jogos de console no momento. Dessa forma, algo pode ter acontecido para que os planos não fossem adiante neste momento e se concretizassem junto com o PC. Algumas circunstâncias também podem ter mudado desde janeiro, obrigando uma mudança na estratégia. Ainda assim, ao que parece, a Microsoft está claramente planejando essa mudança, só esperando o momento certo de fazê-la.

Algo interessante neste documento, relativo aos planos para incentivar os desenvolvedores a colocarem seus jogos na loja da Microsoft, é que pode também existir uma cláusula de direitos de streaming para garantir que os jogos estejam disponíveis no xCloud para que recebam esse maior percentual de receita. Essa seria uma forma de evitar problemas com os direitos de jogos em nuvem, e em particular o Xbox Game Pass, já que disputas por direitos pela execução dos jogos começam a surgir a medida que outros serviços também aparecem no mercado.

De uma forma geral, esse aumento na receita dos desenvolvedores, para a venda de seus jogos nos consoles Xbox, será muito importante para a saúde a longo prazo da plataforma. Os estúdios se sentirão incentivados a colocarem seus títulos na loja do Xbox, o que aumentaria, significativamente, a oferta de jogos para os jogadores dos consoles, bem como facilitaria acordos para lançamentos de futuros jogos na plataforma.

Compartilhar.

About Author

Administradora de Empresas, mas apaixonada pelo mundo dos games e pelo Xbox!Fã da incrível e complexa franquia Halo e de seu icônico líder, o Master Chief. Também apaixonada por Dragon Age e seu universo magnífico. Ahhh e quem disse que Dark Souls não é divertido? :DSempre ligada nas notícias e novidades do lado verde da força!

Powered by keepvid themefull earn money