fbpx
Xbox Game Pass Ultimate: Inscreva-se por R$5

O mar é um ser vivo cheio de belezas e muitos mistérios, essa combinação encanta quem gosta de explorar lugares remotos e se lançar em grandes aventuras. Um dos períodos históricos mais interessantes da humanidade é a famosa “Era de Ouro da Pirataria“, que aconteceu de 1650 até à década de 1730, cujas lendas perduram até os dias de hoje.

Mas e se você pudesse se tornar uma lenda? Alguns jogos e filmes escolhem retratar essas lendas, o que é interessante, mas que não oferecem a liberdade necessária para criar a nossa própria história de pirata. Em King of Seas, um RPG que foca em batalhas marítimas, o jogador pode se tornar uma grande lenda. Será que ele consegue recriar esse tipo de experiência, ou ele é só mais um jogo de piratas com elementos de RPG?  Descubra em nossa análise a seguir.

CAMINHOS DESCONHECIDOS

Nos primeiros minutos de King of Seas, o jogador é apresentado a história central, que acompanha a vida de um príncipe ou princesa, que se vê envolto em uma grande conspiração contra o seu pai. Em circunstâncias bem estranhas, o herdeiro é traído e deixado para morrer. Após esses acontecimentos, somos resgatados por piratas, sendo levados para um mundo desconhecido e que julgamos ser nossos inimigos. Tudo na trama se encaminha para um grande clímax, onde deveremos invadir a antiga fortaleza do pai, no qual fomos expulsos e teremos muito trabalho para entrar novamente. A escolha de gênero não interfere em nada, sendo voltado apenas para algo mais estético.

Esse ponto da narrativa é bem interessante, e combina bem com os primeiros minutos do jogo, no qual o jogador deve conhecer mais daquele mundo, como se fosse um tutorial de luxo. Partimos para fazer pequenas missões para os piratas, que nos apresentam a cada tipo de mecânica, que mais para frente serão bem importantes em nossa jornada.

A história leva o jogador para um lugar bem peculiar.

Como em todo bom RPG, a trama seguirá com algumas interrupções para evoluir nossa embarcação, sendo assim, em alguns pontos não conseguiremos avançar, pois o nível da ameaça será bem difícil. Com isso, teremos que completar missões secundárias e algumas atividades pelo mundo, para que nos tornemos um grande pirata.

A história é ok, mas nem tudo são flores no mundo da pirataria. King of Seas possui uma grande quantidade de diálogos excessivos, e que poderiam ser mais dinâmicos, causando uma grande enrolação na história. Sabemos que RPGs mais tradicionais possuem uma grande quantidade de diálogos, mas os jogos já evoluíram bastante, então não precisaria dessa enrolação toda.

A ERA DE OURO DA PIRATARIA

O mundo de King of Seas representa uma fase complicada da “Era de Ouro da Pirataria“, na qual a tensão entre a companhia das índias orientais e os piratas está formada, causando uma verdadeira batalha pelos sete mares.

Além do perigo militar que nos rodeia, outros piratas tentarão nos derrotar, afinal nosso navio está repleto de riquezas conquistadas em nossas expedições. Ainda no mar, temos mercadores, turistas e tudo quanto é tipo de embarcação, abrindo um leque de oportunidades para o jogador. Além disso, também podemos realizar diversas atividades, como pesca e exploração do mar, por exemplo.

UM MUNDO DE POSSIBILIDADES

O mapa de King of Seas é bem grande, com vários pontos para serem explorados. Existem desde cidades, vilas e até mesmo fortes que nos atacam quando se sentem ameaçados.

As cidades são um fator bem importante para o jogo, visto que a economia é um artificio da jogabilidade, já que devemos vender e comprar mercadorias, para aumentar nossos recursos. Ainda na cidade podemos consertar nosso navio, contratar mais marinheiros, comprar outros navios e fazer upgrades no carpinteiro.

Além disso, algumas missões secundárias são encontradas em cidades especificas, que podem ser desde caça de tesouros até mesmo uma troca de mercadorias. Falando em caça ao tesouro, no mapa temos uma infinidade de coisas a serem descobertas, com tesouros escondidos, embarcações afundadas e muito mais.

King of Seas também brinca com a imaginação dos navegantes, com alguns perigos místicos que aparecem pelo mar. Imagine um monstro marinho enorme que pode te atacar a qualquer momento, ou um navio fantasma que pode te destruir com canhões poderosos.

UM RPG NAVAL

Um dos maiores destaques de King of Seas são suas batalhas marítimas, que exigem competência e um pouco de dedicação. Conforme avançamos na história, alguns inimigos se mostram mais complicados, necessitando de uma embarcação mais poderosa, sendo algo que explora bem o seu alicerce no RPG.

O combate em é bem divertido, além de ser bem dinâmico. O jogador possui uma roda de armas, onde ele pode escolher o tipo de munição para seus canhões, além de armas especiais, como lança chamas e bombas congelantes. Outro aspecto interessante do combate são as manobras evasivas, que fazem toda a diferença na hora de contra atacar.

A arvore de habilidades é bem simples.

Para nos ajustar nessa evolução da embarcação, o jogo possui um sistema bem simples de melhorias, a medida que o jogador evolui, equipamentos mais poderosos são encontrados ou comprados. Então caso esteja com problemas para eliminar um determinado alvo, explore o mar e seus arredores ou batalhe com embarcações menores, para assim juntar recursos e melhorar o seu navio.

Além dos upgrades, temos a possibilidade de ativar habilidades passivas que vão desde o aumento de dano, até mesmo mais armadura para nossa embarcação.

Dentre as opções de customização posso destacar velas, canhões, tripulação, convés e até mesmo munições especiais, como um poderoso lança chamas, ou um bola de canhão amaldiçoada que diminui a velocidade do navio.

Aqueles que avançarem bastante no jogo, atingindo o nível máximo, que é 60, terão ainda motivos para retornar para completar as Recompensas Lendárias, que consistem em alvos de nível altíssimo para caçar nos altos mares, algo bem parecido com o que existia em Assassin’s Creed Black Flag com seus navios lendários.

King of Seas possui cinco níveis de dificuldade diferentes, dos quais dois permitem manter seu inventário após a morte, outros dois nos quais se perde o navio, e ainda demandam que o jogador volte ao local da morte para recuperar o equipamento, e mais no qual ocorre a morte permanente do jogador, ou seja, afundou, acabou.

SOM E GRÁFICOS

Os gráficos em estilo cartoon trazem um charme para a ambientação do jogo, pois combinam bem com esse estilo. Conforme fazemos upgrades em nosso navio, as mudanças estéticas também ficam bem visíveis. As mudanças climáticas também são bem legais, passando um ar de perigo, afinal quem não tem medo de uma tempestade no mar?

O som é sensacional, com uma trilha que embala nossas viagens com o som de músicas piratas. O jogo não possui legendas em Português do Brasil, algo que poderia fazer uma boa diferença para o entendimento da história e algumas mecânicas.

Voltando a falar do som, os efeitos das balas de canhão também são legais, e passam todo o clima das batalhas no alto mar.

OPINIÃO

King of Seas é um jogo diferenciado, daqueles que você dificilmente verá aos montes, com sua mistura de batalhas marítimas e RPG. As batalhas são divertidas e cheias de opções, no qual o jogador será desafiado a todo instante.

O sistema de upgrades é bem fácil e viciante, com seu ciclo de melhorar nosso navio através de batalhas e exploração do mapa. Outro ponto positivo bem explorado é o comércio, que intuitivamente força o jogador a trabalhar para evoluir sua embarcação. O som é bem gostoso, mas peca por não ter uma localização para o nosso idioma. Isso aliado ao fato de um excesso de diálogos, pode cansar o jogador. As atividades em um certo momento acabam se tornando um pouco repetitivas, fruto de um roteiro pobre.

King of Seas poderia ser algo maior, possuindo potencial para encontrar seu espaço no hall de jogos de piratas, que ainda tem o foco atual totalmente voltado para Sea of Thieves. Acredito que faltou maturidade na hora de escrever a historia e os diálogos, mas isso pode melhorar em um próximo jogo da desenvolvedora.

Espero que um dia o jogo chegue ao Xbox Game Pass, pois tinha tudo para evoluir no serviço, e não ser esquecido pela chuva de lançamentos que está para chegar nos próximos meses.

Entenda nossas notas


*Certifique que este é o preço praticado antes de efetuar a compra. Os valores podem variar.

Compartilhar.

About Author

Desenvolvedor Web e Analista de TI, gamer assíduo desde a época do Atari, fã de Metal Gear(menos o Phantom Pain) e Gears of War. Ter a oportunidade de trabalhar um pouco com games é um sonho realizado. Falta só ir para E3!!!

Powered by keepvid themefull earn money