fbpx
Xbox Game Pass Ultimate: Inscreva-se por R$5

Windjammers é um dos grandes clássicos do Neo Geo, que foi lançado na década de 90, com uma mistura de gameplay frenético e desafiador. Agora, após mais de vinte anos, recebemos uma sequência chamada de Windjammers 2, que chegou ao Xbox, e o melhor, diretamente no Xbox Game Pass.

Pra quem não conhece, Windjammers é uma espécie de ping pong com um disco de frisbee, no qual temos que acertar o gol adversário, só que nossos jogadores não são atletas convencionais, eles usam e abusam de jogadas especiais para quebrar a defesa adversária.

Será que o jogo tem espaço para uma nova geração de jogadores, que não teve contato com jogos de raízes fincadas nos arcades? Descubra em nossa análise a seguir.

UM ESPORTE DIFERENTE

Entre tantos jogos de futebol, baseball e basquete no mercado, foi bem interessante ver algo diferente chegando aos dias de hoje. Windjammers 2 é um jogo de disco, de um contra um, que é disputado na melhor de três. O campo possui uma rede no centro, no qual temos que lançar o disco e acertar o gol adversário. Só que o gol, na verdade, são como se fossem alvos, que possuem uma quantidade e pontuações diferentes, sendo a cor vermelha valendo 5 pontos e amarela 3 pontos.

O grande diferencial das partidas fica para os atletas, que possuem diferentes habilidades, fazendo com que as partidas sejam únicas e bem disputadas até o set final.

As arenas possuem diferentes layouts.

Quando você pensa que dominou todas as jogadas, ai você descobre que possuem outros tipos de contra-ataques e até mesmo lançamentos curtos, próximos do centro da quadra, algo que mata a jogada cirurgicamente. O que o jogador tem que ter em mente, é que Windjammers 2 pode ser bem simples de se jogar, mas bem difícil de dominar. Então comece pela dificuldade iniciante e somente troque, quando sentir que os adversários estão fáceis, algo que vai demorar para acontecer.

Nos primeiros minutos, temos o sabor de acertar o gol adversário, ai pegamos a manha em mirar no alvo de maior pontuação, mas claramente isso não será suficiente para vencer. Nesse ponto que entram as habilidades de cada atleta, sendo divididas entre força e agilidade.

Existe uma boa variedade de jogadores.

Dentre os atletas temos diferentes nacionalidades, que remetem ao estilo do jogador. Temos até um brasileiro, que usa sua malemolência para vencer seus adversários. Além desses atributos básicos, cada personagem possui um especial diferente e alguns contra ataques mais avançados, algo que exige um pouco mais de treinamento. Esses especiais são muito legais, como um disco explosivo ou mesmo um disco tão rápido, que só conseguimos ver o seu trajeto até chegar ao gol.

A quantidade de jogadores e arenas são bem satisfatórias, trazendo mais diversão e curiosidade para o jogador, que terá o ótimo trabalho de testar todos e descobrir qual funciona com seu próprio estilo de jogar.

MODOS BÁSICOS

Basicamente em Windjammers 2 temos poucos modos de jogo, com uma boa mistura entre online e offline. Um dos modos que mais me prenderam foi o arcade, algo que realmente traz um sentimento bom que estamos jogando em um fliperama, inclusive em sua dificuldade, que é bem escalonada.

O mapa do modo arcade possui várias quadras, no qual temos que ir avançado e jogando contra outros adversários. Assim como um fliperama, começamos com alguns continues, mas assim que vamos pontuando ganhamos mais. Para dar uma quebrada no ritmo dos confrontos, o modo possui algumas fases bônus, que ajudam com nossa pontuação, além de serem bem divertidas.

O modo arcade é o mais divertido.

Em seguida existem os modos multijogador online e offline, que trazem uma diversão bem clássica que já conhecemos. No multijogador online temos a opção de escolher entre jogar com amigos, partidas rápidas contra jogadores aleatórios e por último um modo ranqueado.

O modo partida rápida é bem legal e o que mais joguei, ainda mais que rapidamente você encontrava uma partida. Jogar contra um humano é bem mais divertido, além de ser muito desafiador, fazendo com que o jogador saia da zona de conforto e arme outras jogadas. O modo ranqueado é mais para os jogadores mais avançados, que estão acostumados com todas as possibilidades de jogada, então recomendo começar pelo partida rápida, antes de se aventurar no competitivo.

Estar no Xbox Game Pass ajudou bastante os servidores cheios e, sendo assim, testar criticamente a estrutura, algo que ajudará em manter os jogadores por perto.

As partidas são bem disputadas.

Um dos maiores problemas que encontrei foi que as vezes a estrutura básica de servidores atrapalha um pouco, algo que acontece muito em jogos de luta, deixando a partida um pouco injusta. Mesmo com uma internet razoável tive problemas com lags e travamentos, algo que não acontece com jogos com uma estrutura mais bem definida.

O multiplayer local é bem legal para jogar aquela partidinha com um amigo, sem risco de perder por causa da internet.

Acredito que ficou faltando um modo história, que aproveitaria um pano de fundo com a história de cada participante. Quem sabe em uma futura atualização?

SOM E GRÁFICOS

O som de Windjammers 2 honra o legado dos clássicos de fliperamas, com uma trilha que coloca muito jogo atual no chinelo. Os efeitos sonoros dos especiais também chamam atenção, dando aquela empolgação na hora de lutar contra nosso adversário.

Alguns ataques especiais são bem poderosos.

Os gráficos estilizados dão um show a parte, com uma paleta de cores, que lembra a ótima época dos anos 80/90. O design de personagens é bem interessante, com jogadores de diferentes nacionalidades e etnias.

Outro ponto que chama atenção são as arenas, que possuem um design bacana e com diferentes layouts. Não pense que jogou em uma e já conhece todas, aqui realmente elas possuem suas particularidades.

OPINIÃO

Windjammers 2 é uma sequência que honra o material original, trazendo aquele sentimento que estamos jogando realmente em um arcade. Desde a trilha sonora, até mesmo os comandos, são feitos para levar nostalgia aos jogadores.

Além do ótimo modo arcade, que possui uma dificuldade escalonada, temos os modos multijogador online e offline. O modo online é divertido e bem desafiador, onde podemos explorar todo o nosso potencial, o único problema que encontrei foi lidar com problemas de netcode, algo que causa muito problema por trazer instabilidade durante as partidas, espero que corrijam no futuro.

A quantidade de personagens e arenas é bem satisfatória, nos deixando bem entretidos. Um ponto a ser elogiado no conteúdo, é que todos os personagens e arenas estão disponíveis desde o começo, oferecendo muitas opções para o jogador,

Windjammers 2 é uma ótima adição ao Xbox Game Pass, que traz algo diferente ao que temos no mercado. A Dotemu continua a ser uma empresa muito competente para trazer grandes pérolas do passado de volta a vida. Estou muito animado para os seus próximos projetos.

Entenda nossas notas.


Clique aqui para conferir Windjammers 2 na Xbox Store.

Compartilhar.

About Author

Desenvolvedor Web e Analista de TI, gamer assíduo desde a época do Atari, fã de Metal Gear(menos o Phantom Pain) e Gears of War. Ter a oportunidade de trabalhar um pouco com games é um sonho realizado. Falta só ir para E3!!!

Powered by keepvid themefull earn money