fbpx
Xbox Game Pass Ultimate: Inscreva-se por R$5

Depois de finalmemte revelar o primeiro gameplay do seu aguardado Starfield, o primeiro novo universo criado pela Bethesda em 25 anos, o estúdio deixou muitas dúvidas no ar, principalmente sobre a exploração do seu mundo que contará com ambiciosos 1000 planetas, que prometem ser totalmemte exploráveis pelos jogadores.

Em entrevista ao IGN, Todd Howard, o chefão da Bethesda tirou algumas dúvidas do público, bem como fez alguma revelações acerca de seus futuros projetos.

Uma das informações que mais renderam burburinhos pelo mundo, foi a revelação de Todd de que Starfield terá 1000 planetas totalmente exploráveis, o que gerou desconfiança e medo de que eles pudessem ser genéricos e vazios, o que enjoaria rapidamente os jogadores. Ele garante que a geração processual, desenvolvida para o jogo, vai garantir que essa exploração seja sempre dinâmica.

Apesar de mostrarem bastante a navegação, e até mesmo combate, espacial, não será possível voar pelo espaço para chegar nessa quantidade insana de planetas. Todd argumenta que esse recurso não seria realmente tão importante para o jogador durante a experiência, o que não justificaria todo o trabalho de engenharia envolvido para fazer isso funcionar. Isso foi decidido já no início do projeto. A ideia é que quando o jogador estiver na superfície ele encare uma determinada realidade, e quando vá para o espaço sinta uma clara mudança de paradigma.

Ao todo, Starfield conta com quatro grandes cidades, incluindo New Atlantis, que vimos no gameplay, que é descrita como a maior cidade que a Bethesda já fez em toda a sua história. A cidade traz recursos, serviços, facções… Lá também é a sede da Constellation, que é a facção do último grupo de exploradores espaciais, que é um tipo de mistureba entre NASA com Indiana Jones e The League of Extraordinary Gentleman. O combate também possui suas inspirações parciais, que são oriundas de FTL e MechWarrior, mas ainda assim tudo são leves inspirações, pois tudo foi criado para que Starfield se sinta único.

Quanto a duração de Starfield, ele afirma que o jogo é 20% maior do que seus jogos anteriores, incluido Skyrim e Fallout 4 que são bem extensos. Dessa forma, caso o jogador se foque apenas na missão principal deve demorar cerca de 30 a 40 horas para concluir o jogo, mas isso sem concluir conteúdos secundários.

Por fim, falando sobre o futuro, Todd reafirma que estão focados em Starfield, mas que o próximo jogo na fila de lançamento é The Elder Scrolls 6, que se encontra em pré-produção. Após isso, seus esforços se concentrarão em Fallout 5. Além desses clássicos, a Bethesda seguirá analisando alguns outros projetos quando achar necessário ou interessante.

Starfield será lançado em 2023, chegando exclusivamente para Xbox Series X|S e PC. Ele também estará disponível, no lançamento, no Xbox Game Pass.

Compartilhar.

About Author

Administradora de Empresas, mas apaixonada pelo mundo dos games e pelo Xbox!Fã da incrível e complexa franquia Halo e de seu icônico líder, o Master Chief. Também apaixonada por Dragon Age e seu universo magnífico. Ahhh e quem disse que Dark Souls não é divertido? :DSempre ligada nas notícias e novidades do lado verde da força!

Powered by keepvid themefull earn money