fbpx
Xbox Game Pass Ultimate: Inscreva-se por R$5

Os jogos de luta estão em evidência desde praticamente o inicio de tudo, puxando a minha memória, iniciando com o boxing do Atari e depois ficando mais popular com a franquia Street Fighter. O gênero foi crescendo até os dias de hoje, mesmo se tornando algo mais de nicho.

A Capcom até hoje é uma das empresas com mais títulos desse gênero, incluindo franquias de sucesso, como Street Fighter, Darkstalkers e Marvel VS Capcom. Ainda assim, muitos jogadores sequer conheceram algumas pérolas do passado, e a nova coletânea Capcom Fighting Collection será lançada para honrar esse legado.

Será que vale a pena o investimento nesse acervo ou esses jogos deveriam ficar no passado? É o que iremos descobrir a seguir em nossa análise.

UMA RAINHA NUNCA PERDE O SEU REINADO

A Capcom é uma das poucas empresas que continuaram o seu legado, seja pelos jogos de luta ou mesmo por outros gêneros, com Resident Evil ou DMC, dando valor o que ela possui de melhor, que é a sua história.

Em Capcom Fighting Collection, somos apresentados a um lindo acervo de jogos de luta, disponibilizando as franquias: Street Fighter, Darkstalkers, Cyberbots, Super Gem Fighter, Puzzle Fighter e até mesmo o icônico Red Earth. Esses jogos possuem versões diferentes, tanto em numeração, quanto em versão, incluindo japonesa e americana.

A coleção possui jogos para todos os tipos de gosto, algo que poderá atender sua nostalgia. Mas sinto que faltaram alguns jogos, como Marvel VS Capcom e X-men VS Street Fighter, que podem ter ficado de fora por questões de licença.

As opções são bem variadas e cheias de nostalgia.

Como na maioria das coletâneas da Capcom, temos um menu central bem fácil de usar, no qual podemos escolher e trocar de jogos facilmente. Além de ler curiosidades e ajustar as configurações de controle e de cada jogo.

UM ACERVO DIFERENCIADO

Um dos pontos mais interessantes dessa coletânea é a quantidade de jogos disponibilizados, começando pela minha franquia favorita, Street Fighter:

  • Hyper Street Fighter II – The Anniversary Edition – Uma das melhores versões de Street Fighter II, com muitas opções de personagens e também de velocidade;
  • Super Puzzle Fighter II Turbo: Uma versão bem divertida, no qual temos um tetris misturado com jogo de luta, trazendo personagens importantes das franquias da Capcom;
  • Super Gem Fighter Minimix: Os lutadores da Capcom em versão reduzida, no qual acertamos golpes que soltam joias, que mudam a dinâmica da luta.

Hyper Street Fighter II – The Anniversary Edition é uma das melhores versões da franquia.

Street Fighter é uma franquia consolidada e aqui foi colocado a versão mais popular entre algumas perolas, então o conteúdo foi bem proveitoso. Algumas versões não foram incluídas devido a estar na outra coletânea de comemoração de 30 anos da franquia.

Outra série importante que deu as caras nessa coletânea foi Darkstalkers, aquela que coloca criaturas sobrenaturais para sair no braço.

  • Darkstalkers – The Night Warriors – meu primeiro contato com a franquia começou nesse jogo, no qual tinha uma jogabilidade parecida com Street Fighter, então a nostalgia pegou forte aqui e o hall de lutadores também é bem variado e cheio de referências a cultura pop do terror;
  • Night Warriors – The Darkstalkers Revenge – a sequência traz personagens novos e os combos ficaram mais amigáveis para o jogador;
  • Vampire Savior – The Lord of Vampire – a terceira entrada da franquia trouxe novas mecânicas e ainda mais personagens novos, algo que gostei, visto que não conhecia essa versão.
  • Vampire Hunter 2 – Darkstalkers Revenge – uma sequência que ainda não conhecia, mas seguiu a evolução com novas criaturas da noite, mostrando que a série é bem forte.
  • Vampire Savior 2 – The Lord of Vampire – uma nova versão que muda um pouco o hall de lutadores, mas que continua o legado de Darkstalkers;

Darkstalkers é uma das principais franquias da coletânea.

Existem mais dois jogos que fazem parte da coletânea, que foram lançados nos arcades e não eram tão populares aqui no Brasil e será uma ótima oportunidade para que outros jogadores as conheçam, são eles:

  • Red Earth – um jogo de luta no qual podemos escolher alguns lutadores parecidos com deuses e lutamos contra inimigos bem fortes, semelhantes a chefes de fase. O jogo possui ainda mecânicas de RPG, algo bem diferente para a época;
  • Cyberbots – Fullmetal Madness – a paixão por robôs gigantes ganha forma através de um jogo de luta bem divertido e diferente do que tínhamos no mercado. Escolha seu piloto , qual robô e sua variação, ai é só sair no braço em arenas destrutíveis, interessante não?

Os guerreiros de Red Earth são únicos.

OPÇÕES INTERESSANTES

A coletânea além de trazer essas inúmeras opções de jogos, possui variações de dificuldade, velocidade e as versões Japonesa x Americana.

Todas os jogos da coletânea possuem modos locais e online, no qual não tive tanto sucesso para testar os recursos online, visto que testei o jogo antes do seu lançamento. Mas um ponto me chamou bastante atenção nos modos online, foi o fato do jogador pode ir treinando contra a IA, enquanto aguarda começar a sua partida. Ainda no multijogador, podemos criar salas privadas, buscar aleatoriamente, por região e por ranking.

Como toda boa coletânea da Capcom, podemos desbloquear artes conceituais e músicas no modo museu, algo que traz curiosidades sobre essas franquias clássicas. Ainda no hub central, temos a opção de ver nosso progresso de conquistas, algo que facilita na hora de pontuar.

QUALIDADE ACIMA DE TUDO

Em Capcom Fighting Collection a qualidade do gameplay é excepcional, com um input lag muito bom, garantindo que a jogabilidade seja de alto nível, mesmo para jogos bem antigos.

Como citei um pouco mais acima, não tive como testar os servidores, mas notei que existe uma estrutura boa, algo importante para esse tipo de jogo.

Street Fighter é uma das maiores franquias da Capcom.

Os textos do menu principal são localizados em Português do Brasil, algo que ajuda a escolher a melhor versão e ainda ler algumas curiosidades do museu em nosso idioma.

Os gráficos continuam muito bons, mesmo mantendo as características originais, algo que traz um forte sentimento de nostalgia. Existe a opção de colocar em tela cheia, algo que aumenta ainda mais a imersão, escondendo as bordas que costumam ter em coletâneas.

OPINIÃO

Capcom Fighting Collection é uma das melhores opções de coletânea para jogos de luta, com a reunião de grandes franquias clássicas como Street Fighter e Darkstalkers, além de trazer pérolas mais desconhecidas como Red Earth e Cyberbots. Mas mesmo com tantos clássicos, senti falta de alguns jogos importantes como Marvel VS Capcom.

Os modos locais e online são bem completos, com opções de velocidade, dificuldade e até mesmo localização. A jogabilidade de todos os jogos continuam precisos, algo muito exigido para jogos de luta.

O preço da coletânea acompanha o padrão de lançamentos, mas como estamos falando de jogos antigos, poderiam oferecer um preço mais amigável, pois o valor aplicado pode afugentar alguns jogadores.

Capcom Fighting Collection será lançado no dia 24 de Junho, se juntando a mais um ótimo acervo feito pela gigante. Que venham mais jogos de outros gêneros, estamos prontos para mais.

Comprar Capcom Fighting Collection na Microsoft Store

Plataformas: Xbox One e Xbox Series X|S
Publicado por: CAPCOM CO., LTD.
Desenvolvido por: CAPCOM CO., LTD.
Data de lançamento: 24/06/2022
Opções de compra: Microsoft Store

* A Capcom nos cedeu uma cópia antecipadamente, então fica aqui o nosso muito obrigado!!!

Compartilhar.

About Author

Desenvolvedor Web e Analista de TI, gamer assíduo desde a época do Atari, fã de Metal Gear(menos o Phantom Pain) e Gears of War. Ter a oportunidade de trabalhar um pouco com games é um sonho realizado. Falta só ir para E3!!!

Powered by keepvid themefull earn money