fbpx
Xbox Game Pass Ultimate: Inscreva-se por R$5

Uma nova era, aros maiores, desenho dos carros atualizados com foco no efeito solo, assim como mudanças no regulamento para trazer cada vez mais competitividade e emoção para a maior categoria do automobilismo mundial. Ok… Toda essa chamada foi para a temporada 2022 da Formula 1 Real, mas será que a Codemasters conseguiu entregar tudo isso no F1 22? Bora conferir!

Desenvolvido pela Codemasters e publicado pela Electronic Arts (EA), F1 22 foi lançado no dia 01 de julho de 2022 para consoles (antiga e atual geração) e PC. Apostando no hype gerado com a atualização dos carros de Formula 1, e nos novos fãs da categoria, F1 22 promete ser o título mais acessível até agora e oferecer diversão tanto para jogadores casuais quanto para os mais experientes que anseiam por desafios.

A sua casa é o inicio do jogo

F1 Life

Já pensou em ter uma casa lotada de supercarros em todos os cômodos? Sim?! Eu também… Uma das maiores novidades de F1 22, logo depois dos novos carros da F1 é claro, é o F1 Life.

Nessa área você vai poder personalizar quase todos os ambientes de uma casa, além de trocar roupas, macacões, capacetes e luvas que são conquistadas subindo de nível e, claro, comprando PitCoins a moeda virtual do jogo que pode ser adquirida com dinheiro real. Algumas marcas reais estão presentes lá como Anti Social Social Club, Puma, Sparco e Beats.

Parece, mas não é The Sims.

A partir do F1 Life você tem acesso a loja com itens diários com desconto, lá você encontra móveis, pisos, artes para decoração, iluminação e muito mais.

Mas a parte mais legal disso tudo são os supercarros, é possível posicionar 6 carros no seu espaço. Esses supercarros são conquistados ganhando fichas de desafios, concluindo uma determinada corrida, bater um tempo no modo Tomada de Tempo e etc… até o momento desta análise são ao total 10 carros para liberar, dentre eles o Safety Car Aston Martin Vantage e uma Mercedes-AMG GT Black Series, linda demais seeelokito!!

Mercedes-AMG GT Black Series, segue firme na garagem

E para que ter um espaço todo decorado se seus amigos não podem ver? Errado, eles podem e você também! A ideia é essa mesmo, você pode visitar o espaço dos seus adversários e amigos a qualquer momento, seja para ter ideia de novas decorações ou ver quais supercarros ele já liberou.

Tenho que dizer que, é uma adição legal… porém acaba se tornando algo irrelevante ao decorrer da jogatina. Mas vale a pena deixar tudo ajeitado para receber as visitas.

Ah, é legal citar que agora seus troféus ficam no F1 Life e também temos uma área chamada Cinema, onde você pode conferir seus melhores momentos em vídeo, sejam eles recentes (salvos automaticamente) ou salvos manualmente sempre ao final das corridas.

Carreira

O modo carreira, ao meu ver, foi onde tivemos poucas novidades. Seguem a receita bem consolidada dos jogos anteriores, tudo flui bem e a experiencia visual segue a linha do F1 2021.

Duas opções para iniciar o modo Carreira

Selecionando carreira solo podemos seguir como um piloto que está buscando seu espaço, seja na F1 ou na F2. Caso esteja começando agora com Formula, recomendo demais que comece na F2… os carros e o grid são de 2021. Nessa categoria, pelos carros serem menos ariscos que na F1, isso pode ajudar na curva de aprendizado.

Aqui é possível selecionar se a temporada será completa, seguindo o calendário oficial com todas as pistas, ou temporada personalizada. Onde podemos incluir e/ou remover pistas para uma experiencia customizada.

Uma novidade interessante para o modo carreira do F1 22 é a possibilidade de iniciar uma temporada no estado atual da F1 Real, ou seja, se você selecionar um Grand Prix em especifico, toda a pontuação das equipes e pilotos serão as daquele momento. Isso traz uma experiencia legal, por que você pode selecionar qualquer piloto e lutar para virar o jogo.

Até o GP da Hungria, Max Verstappen segue firme rumo ao Bi

A estação de trabalho, onde o piloto tem acesso aos dados da corrida, mensagens da equipe, clima e claro o setor de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D), tudo continua bem parecido com a edição anterior. Algumas opções foram realocadas para acelerar a jogatina e deixar a navegação mais intuitiva.

Uma das coisas que gostaria que a Codemaster desse mais atenção é na aba Rivais. A Formula 1 é movida à competição entre pilotos, e aqui o jogo peca em continuar não se aprofundando nisso.

Porém, para a galera que curte fazer inúmeras temporadas, um recurso bacana foi implementado. Agora é possível realizar os treinos sem ir para as pistas, ou seja, por meio de probabilidades o piloto pode avançar essas etapas e ainda sim colher pontos que podem ajudar em seu desenvolvimento. Achei muito interessante por que, além de incentivar o jogador a passar por aquela etapa (que pode ser tediosa ou maçante as vezes), acaba remunerando-o e o progresso no jogo será mais satisfatório.

Informações dos treinos, P&D, mensagens e muito mais.

Já no modo carreira de dupla, você pode convidar um amigo para uma temporada onde podem ser da mesma equipe ou não. E ao longo da carreira trocar de equipes por meio de contratos, a diversão é garantida. Imaginava que seria possível algo local, porém não é…

E neste modo coop, até o momento desta análise, é somente para a mesma plataforma. Ou seja, Xbox/Xbox, Play/Play e PC/PC.

Solo

Os modos Grand Prix, onde o jogador pode selecionar qualquer circuito (um ou vários) e customizar tudo da forma que desejar, e o modo Tomada de Tempo para quem curte melhorar seu tempo, aprender traçado, etc. estão de volta. Só que a novidade para o F1 22 é poder fazer Tomadas de Tempo com os supercarros que mencionamos no F1 Life, não achou que seriam somente para enfeite né?

A Codemasters tem conhecimento com a física deste tipo de carro, ela também é desenvolvedora de séries como GRID e Dirt. É legal e tudo mais, mas para mim a sensação de velocidade e principalmente o modo de câmera traseira deixam a desejar e merecem aprimoramentos.

A temida “Curva do Castelo” no GP de Azerbaijão.

Ainda sobre os supercarros, agora temos as “Voltas Rápidas da Pirelli“. Uma seleção de desafios para tirar o máximo dos supercarros. Aqui temos Drift, sim Drift no F1. Onde o objetivo é marcar o máximo de pontos possíveis deixando seu carro de lado (dentro dos limites das pistas) e aliar velocidade, duração e ângulo para otimizar os resultados.

Desafio dos Checkpoints, partindo de uma largada em movimento, corra pelo percurso para atingir a distância necessária antes que o tempo acabe. Você ganhará tempo limite adicional a cada vez que passar por um checkpoint. A ideia é fazer a maior distancia possível.

Os supercarros exigem uma condução totalmente diferente dos F1.

Para quem curte testar suas habilidades de reflexo e controle, o AutoCross é uma boa pedida. Nele você tem a tarefa de concluir a volta com o menor tempo possível passando entre cones. Tocá-los gera penalização de tempo.

Os demais desafios são: Zona de Velocidade Média, Contra o relógio e Duelo de rivais.

Uma dica para pilotar melhor os supercarros: controle a aceleração inicial e antecipe as frenagens. GG!

Multiplayer

Sessões para iniciantes com colisão desabilitada vai facilitar a entrada dos novos jogadores. A busca por salas está bem mais rápida, porém o que pega aqui é a quantidade de pessoas online. Devido ao valor altíssimo do jogo, encontramos poucas pessoas nos lobbys (até o momento dessa análise). Acredito que este cenário mude até o final do ano com promoções e etc..

Comece em salas de iniciantes e tenha paciência contigo =)

E, é claro, também existem as ranqueadas e ligas, que estão presentes… sem maiores mudanças em relação a edição anterior.

Gráficos, som e imersão…

O jogo já vem muito bonito desde o F1 2020, tanto nos modelos dos carros quanto nas pistas. Mas a impressão que tive é de que não tivemos muita evolução nos demais modelos. Os personagens são reaproveitados em todas as cutscenes com um aspecto muito antigo, demonstrando falta de capricho.

Isso não afeta em nada na jogabilidade, mas o contraste com a modelagem das pistas e carros fica muito nítido.

Bora atualizar esses modelos aí Codemasters

Os efeitos sonoros por sua vez foram melhorados, sons como aceleração, redução e cortes aparecem com mais qualidade. Assim como sua reverberação nos cenários.

Um ponto que recebeu atenção foram as zebras, sua utilização é crucial para melhorar tempos de volta, assim como são um risco iminente para girar seu carro ou colocá-lo para fora da pista. Nos controles e nos volantes o force feedback está mais aguçado, é um excelente indicador de quando deve-se aliviar o acelerador ou dar pé.

Está bem mais fácil de guiar

Uma das coisas que afastavam os jogadores dos jogos de Formula 1 com certeza era a dificuldade em manter o carro na pista ou em alguns (ou muitos) casos iniciar uma corrida. A tração traseira aliada a uma enorme potência faz sim muitos terem dores de cabeça para fazer uma largada correta. Nas outras edições do jogo já tínhamos configurações de controle de tração e estabilidade, mas aqui está tudo bem melhor.

Isso também se dá com a seleção de experiência. Se você tem pouca experiencia ou quer somente se divertir, deixe selecionado o primeiro nível… com certeza irá curtir muito mais! E assim que sentir evolução, vá lá e coloque mais pimenta.

Chuva + tração traseira = 💩? … depende!

A física da movimentação, aceleração e frenagem dos carros também foram aperfeiçoados. Quem jogou F1 2021 e chegar no F1 22 sentirá isso logo de cara, principalmente as frenagens. Faça o teste!

Novo circuito e alterações de traçados

Este ano tivemos a estreia do GP de Miami (USA), localizado do centro da cidade próximo ao Hard Rock Stadium (estádio para jogos de futebol americano, baseball, futebol e lacrosse). O circuito tem 5.412 km e 19 curvas, algumas delas com baixíssima visibilidade e sendo bastante desafiadoras.

A marina falsa do GP de Miami, aqui está bem melhor

Espanha, Austrália e Abu Dhabi também sofreram atualizações no ano de 2021, e elas foram refletidas F1 22. O Circuito da Catalunha, na Espanha, das curvas 10 até a 14 trarão novas áreas fora da pista, além das novas zebras introduzidas. No Circuito de Albert Park, na Austrália, agora existem muros reposicionados e novas zebras, além de mudanças nas curvas 1, 3, 6, 8 e 9, 11, 12 e 13. Já no Circuito Yas Marina, em Abu Dhabi, foi retirada a chicane antes do hairpin (cotovelo ou uma curva muito fechada), que avançou. Na curva 9, a chicane e as curvas de 90 graus agora são uma curva só, substituindo as curvas 11 até a 14. Já as curvas 13 e 15 foram fechadas ao redor do hotel W Abu Dhabi – Yas Island.

Opinião

Quando falamos de inovação, para jogos de corrida parece que é sempre muito difícil. Por que a receita está pronta, na cena observamos quem tenta ir muito além geralmente fracassar. Ainda assim, queremos que essas receitas sejam apimentadas, trazendo o máximo de realidade possível (ou não para jogos arcade).

F1 22 não é considerado um simulador de corrida por detalhes, mas se você analisar bem, isso pode não ser a intenção da Codemasters, pois a massa é que traz o dinheiro no final das contas… Logo ser um jogo acessível (devemos mencionar que o preço não é nem um pouco) requer que ele possa ser jogado por todos, e que para este enorme grupo seja um momento de diversão. E neste quesito a Codemasters soube dar opções para quem procura diversão/entretenimento ou desafios, ou também os dois juntos!

Nesta edição não tivemos o modo “Ponto de Frenagem” ou “Braking Point“, presente no F1 2021. A justificativa para que o modo não fosse incluído é que seriam necessário pelo menos 2 anos para o desenvolvimento, ou seja, pode ser cadenciado como ano sim e ano não. Espero que volte em F1 23. Em contra partida, F1 Live assume o espaço, porém, para mim não somou como esperado. Você tem acesso a personalização do seu espaço, roupas, insígnias e pinturas especiais… mas é aquele tipo de recurso esquecível, você testa no começo e depois nem lembra que existe.

Como mencionei, a receita funciona e entrega o esperado sem muitas firulas. Para quem já está acostumado com o jogo isso pode ser muito bom, pois a curva de aprendizado é pequena. Muitos (eu tô nessa) tinham expectativas acima do normal por conta das novas regras e a mudança nos carros, mas eu sinceramente não senti diferença absurda comparando com o F1 2021.

Um ponto que preciso mencionar é que a física do jogo teve sim melhorias. E isso pode afetar a pilotagem positivamente, entendo que foram feitas pensando na galera que está descobrindo F1 agora. Dito isso F1 22 é ótimo para jogar com volantes e também com controle. Pode testar sem medo!

Comprar F1 22 na Microsoft Store
Plataformas: Xbox One e Xbox Series X|S
Publicado por: Electronic Arts
Desenvolvido por: Codemasters
Data de lançamento: 01/07/2022
Opções de compra: Amazon – Xbox | Microsoft Store – Xbox One | Microsoft Store – Xbox Series X|S
Compartilhar.

About Author

O importante é o que importa.

Powered by keepvid themefull earn money